Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
HIV by Mind Map: HIV

1. O que é?

1.1. Retrovirus

1.2. Causador da Aids

1.3. Ataca o Sistema Imunologico

2. Aspectos Imunológicos

2.1. Fases da Doença

2.1.1. Fase 1

2.1.1.1. Fase aguda, incubação do virus

2.1.2. Fase 2

2.1.2.1. Começo da batalha das células de defesa contra as rápidas mutações do vírus.

2.1.3. Fase 3

2.1.3.1. Quando o número de linfócitos T CD4+ desce abaixo do limiar aceitável, o corpo perde a imunidade mediada por células e torna-se progressivamente mais suscetível a infecções oportunistas.

2.2. Células infectadas por HIV

2.2.1. Linfócitos T auxiliares CD4+

2.2.1.1. É um leucócito que atua ativando e estimulando outros leucócitos a se multiplicarem e atacarem antígenos. Assim, coordenam a resposta imune pela liberação de citocinas. Eles são essenciais na mudança de classe dos anticorpos das células B, na ativação e crescimento das células T citotóxicas e na maximização da ação bactericida dos fagócito

2.2.2. Macrófagos

2.2.3. Células dendríticas

2.2.3.1. Os macrófagos derivam dos monócitos do sangue e de células conjuntivas ou endoteliais. Intervêm na defesa do organismo contra infecções.

2.2.3.2. São glóbulos brancos que protegem o corpo de micróbios invasores, tanto direta como indiretamente. Atua como vínculo entre os dois sistemas

2.2.3.2.1. O sistema imunitário, é um sistema de estruturas e processos biológicos que protege o organismo contra doenças.

2.2.3.2.2. Sistema imune inato, é o conjunto de formas de imunidade que nasce com o indivíduo, sem necessidade de introdução de substâncias ou estruturas exteriores ao organismo.

2.3. O HIV é um membro do género Lentivirus,e parte da família Retroviridae.

2.4. Virologia

2.4.1. Lentivirus,

2.4.1.1. Os lentivírus são vírus com longo período de incubação associados a doenças neurológicas e Imunossupressoras, especialmente os da família Retroviridae

2.4.2. Retroviridae

2.4.2.1. Retroviridae é uma família de vírus que possuem genoma constituído por RNA fita simples senso positivo e que replicam o RNA viral por meio de um processo denominado transcrição reversa, onde moléculas de DNA dupla fita (dsDNA) são geradas a partir de RNA, pela ação da enzima transcriptase reversa

2.5. Ciclo de Replicação

2.5.1. Penetração célular

2.5.1.1. O HIV penetra nos macrófagos e nos linfócitos T CD4+ através da adsorção de glicoproteínas na sua superfície para recetores na célula-alvo, seguida pela fusão do envelope viral com a membrana celular e pela libertação do capsídeo do HIV na célula.

2.6. Como é replicado?

2.6.1. Alterando o DNA dos Linfócitos TCD4+ e macrófagos fazendo copias de si mesmo.

2.7. AIDS

2.7.1. A síndrome da imunodeficiência adquirida é definida quando a contagem de células T CD4+ está abaixo de 200 células por μL de sangue ou pela ocorrência de doenças específicas, em associação com uma infecção por HIV. Na ausência de tratamento específico, cerca de metade das pessoas infectadas com HIV desenvolvem AIDS cerca de dez anos após a contaminação.

2.7.2. Doenças Relacionadas

2.7.2.1. Respiratórias

2.7.2.1.1. Tuberculose ou Pneumonia

2.7.2.2. Pele

2.7.2.2.1. Sarcoma de Kapose e micose

2.7.2.3. Infecciosas

2.7.2.3.1. Candidíase Persistente ,Neurotoxiplasmose , encefalopatia

2.7.2.4. Cardiovasculares

2.7.2.4.1. Predisposição para acumular gordura no interior das artérias podendo causar aterosclerose,derrame ou infarto.

2.7.2.5. Renais

2.7.2.5.1. Calculo e insuficiência renal

2.7.2.6. Câncer

2.7.2.6.1. Linfoma

3. Formas de contágio

3.1. Sexo sem preservativo

3.2. Instrumentos Perfurocortantes não esterilisados

3.3. Transfusão de sangue contaminado

3.3.1. No parto ou amamentação se a mãe for soro positivo

4. Principais Sintomas

4.1. Diarreia prolongada

4.2. Emagrecimento

4.3. Fraqueza

4.4. Febre Alta

4.5. Fase Aguda

4.5.1. Feridas:boca, órgão genital e esófago

4.5.2. Senssibilidade a Luz

4.5.3. Estado de prostação

4.5.4. Ínguas e manchas na pele

4.5.4.1. Gânglios nas axilas virilhas e pescoço

4.6. Fase sintomática inicial

4.6.1. Candidiase oral

4.6.2. Transpiração noturna

4.6.3. Perda de peso superior a 10%

5. Diagnóstico

5.1. Coleta de sangue ou fluido oral

5.2. Detectado em pelo menos 30 dias a contar da situação de risco

5.3. Busca por anticorpos contra o HIV no material coletado

6. Tratamentos

6.1. Não Existe cura

6.2. `Medicamentos antirretrovirais (ARV)

6.2.1. Evitam o enfraquecimento do sistema imunológico