Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Rousseau by Mind Map: Rousseau

1. Contratualista

1.1. O que sustenta o aspecto jurídico do Estado é a esfera SOCIAL.

1.2. Fim da desigualdade econômica.

1.3. A revolução francesa se baseou em seus pensamentos.

2. Estado de Natureza

2.1. Não há Estado.

2.2. O homem é bom por natureza.

2.3. O homem no início da civilização não era um ser sociável. Viviam isolados.

2.4. O homem é bom por natureza, mas a sociedade o corrompe.

3. Estado de sociedade

3.1. Rousseau acredita que não é algo bom.

3.2. Tem como objetivo a garantia da propriedade privada.

3.3. Como as condições econômicas dos homens são diferentes, os ricos são beneficiados e perpetuam a desigualdade social.

3.4. No estado de sociedade, a liberdade não existe pq o dinheiro e a propriedade as limitam. A igualdade tb não existe pelo mesmo motivo.

4. Contrato social

4.1. Ao se dar conta de que não há verdadeiramente LIBERDADE, o indivíduo percebe a necessidade do contrato social.

4.2. Os indivíduos saem do estado de sociedade e entram em um novo contexto melhor, através desse contrato social.

4.3. Implantação de uma DEMOCRACIA DIRETA - o individuo participa do processo de criação da lei a qual ele se submete. Democracia representativa (individuo escolhe seu representante).

4.4. Só é possível a liberdade se todos os indivíduos (ricos e pobres), conjuntamente, criam as próprias leias a que se submetem

4.5. O indivíduo só é livre se participar do processo de criação da lei. Liberdade não poder fazer mais ou menos coisas.

4.6. VONTADE GERAL - não é a vontade da maioria - é fazer aquilo que é o certo. O indivíduo deixa de olhar para a vontade geral e passa a olhar para o "fato concreto". Para Rosseau todos sabem o que é certo! E a lei vai ser justa.

5. O Legislador

5.1. Na visão do Rousseau é uma pessoa excepcional que mostra aos demais o que é a vontade geral. Uma espécie de conselheiro. Não manipula ninguém.

6. SOBERANIA POPULAR!

6.1. O Povo é soberano.

6.2. Não há transferência nem cessão de direitos naturais.

6.3. Quando ele cria a lei, ele é o soberano. Quando ele obedece a lei, ele é sudito. Todos são ao mesmo tempo súdito e soberano.

6.4. A SOBERANIA é inalienável (intransferível), indivisível (não há dividão de poderes), é infalível (pq se baseia no que é certo), é absoluta (não há opção, deve-se fazer o que é certo).

7. Se tudo der errado, permitem-se ditadores (hein?).

7.1. Desde que seja por um prazo curto.