Corpo Humano

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Corpo Humano by Mind Map: Corpo Humano

1. Água

1.1. Propriedades

1.1.1. -Coesão: Moléculas de água se unem facilmente

1.1.2. -Adesão: A água se une facilmente à outras substâncias polares

1.1.3. -Tensão Superficial: A superfície líquida se comporte como superfície elástica

1.2. Polaridade

1.2.1. Redistribuição de cargas eletrônicas das moléculas de H₂O, acentuando sua interação, formando pontes de hidrogênio

1.3. Pontes de Hidrogênio

1.3.1. Ocorre quando a molécula possui hidrogênio ligado a flúor, nitrogênio ou oxigênio, que são átomos fortemente eletronegativos

1.4. Dissociação

1.4.1. Separação de íons: H₂O -> H+ e OH-

1.4.2. Autoionização da Água: 2 H2O(ℓ) ⇄ H3O+ (aq) + OH- (aq) ou H2O(ℓ) ⇄ H+ (aq) + OH-(aq)

1.4.3. Ionização:

1.4.3.1. Processo por meio do qual um átomo ou uma molécula perde ou ganha elétrons para formar íons

2. Sistema Tampão

2.1. Ácidos: Substância que tem tendência a doar um próton H+

2.2. Bases: Substâncias que tem tendência a receber um próton H+

2.3. Neutralização: Ácido reage com base formando sal + água

2.4. O sistema tampão é constituído por uma ácido fraco e sua base conjugada

2.5. Vital para células, altera a permeabilidade das membranas

2.6. Metabólica-> -Acidose: Ingestão de substâncias ácidas, perda excessiva de base -Alcalose: Diminuição da produção de ácidos, ganho de base

2.7. Mecanismos Reguladores de pH

2.7.1. Respiratório: Equilibra a [H+] no corpo através da eliminação de CO₂

2.7.2. Renal: Excreta H+ e HCO3- para a urina

2.8. Acidose e Alcalose

2.8.1. Respiratória-> - Acidose: aumento de CO₂ nos pulmões = Aumento [H+] -Alcalose: diminuição de CO₂ nos pulmões = Diminuição [H+]

3. Proteínas

3.1. São polímeros formados da desidratação de aminoácidos

3.1.1. Aminoácidos (aa)

3.1.1.1. -Existem 20 tipos primários -Possuem: 1 Carbono α, Radical, Grupo Amina, Grupo Carboxila

3.1.1.2. Classificação

3.1.1.2.1. a.a. Básicos; a.a. Ácidos; a.a. Polar sem Carga

3.1.1.3. Polaridade definida pelo radical

3.1.1.4. Formam peptídeos que formarão proteínas

3.1.1.5. Isomeria: Dextrogiro e Levógiro

3.1.1.6. Ionização

3.1.1.6.1. Dois grupos ionizáveis: Carboxila e Amina

3.1.1.6.2. Depende do pH

3.2. Estrutura dividida em 4 níveis

3.2.1. Primária: arranjo linear com ligações peptídicas

3.2.2. Secundária: enovelamento de partes da cadeia polipeptídica; duas conformações: α hélice e β pregueada; ligações peptídicas e pontes de hidrogênio

3.2.3. Terciária: resulta do enrolamento da hélice (estabilizada por pontes de hidrogênio e pontes dissulfeto); é um dobramento da proteína

3.2.4. Quaternária: associação de mais de uma estrutura terciária; interações polares e apolares, de caráter permanente ou transitório

3.3. Classificação

3.3.1. Forma

3.3.1.1. Fibrosas: forma alongada, geralmente insolúveis, papel estrutural

3.3.1.2. Globulares: forma de globo, solúveis em água

3.3.2. Composição

3.3.2.1. Simples: apenas aminoácidos em sua estrutura, possuem elementos ligados à sua estrutura

3.3.2.2. Conjugadas: possuem outras estruturas químicas (região chamada de prostético) ligadas à proteína; ex: lipoproteínas, glicoproteínas, fosfoproteínas, hemoproteínas

3.4. Desnaturação

3.4.1. Alterações físicas que causam rompimento das estruturas secundárias, terciárias e quaternárias

3.4.2. Pode ser irreversível

4. Carboidatos

4.1. Classificação

4.1.1. Monossacarídeos: função energética, formam dissacarídeos, exemplos: glicose, frutose

4.1.2. Oligossacarídeos: função energética reserva, exemplos: maltose, lactose

4.1.3. Polissacarídeos: vegetal- amido e celulose; animal- glicogênio, quitina

5. Lipídeos

5.1. Com ácidos gordos e glicerol

5.1.1. Simples: ceras e gorduras; Complexos: fosfolipídeos

5.2. Sem ácidos gordos nem glicerol

5.2.1. Esteróides, hormônios sexuais e vitaminas (A e K)