Física e Campo magnético

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Física e Campo magnético by Mind Map: Física e Campo magnético

1. Tipos de materiais

1.1. Diamagnéticos

1.1.1. Descrição

1.1.1.1. São materiais que, se colocados na presença de um campo magnético, têm seus ímãs elementares orientados no sentido contrário ao sentido do campo magnético aplicado. Assim, estabelece-se um campo magnético na substância que possui sentido contrário ao campo aplicado.

1.1.2. Resumo

1.1.2.1. Materiais que são repelidos na presença de campos magnéticos, ao contrário dos materiais paramagnéticos e ferromagnéticos que são atraídos por campos magnéticos.

1.1.3. Exemplo

1.1.3.1. Bismuto, o cobre, a prata, o chumbo etc.

1.2. Ferromagnéticos

1.2.1. Descrição

1.2.1.1. Surge da forte interação dos elétrons em uma camada incompleta de um metal ou entre elétrons localizados que formam momentos magnéticos, ou na vizinhança de átomos ou moléculas. Essa interação, chamada de interação de câmbio, diminui a energia de um par de elétrons com rotações paralelas.

1.2.2. Resumo

1.2.2.1. Esses materiais imantam-se fortemente se colocados na presença de um campo magnético. É possível verificar, experimentalmente, que a presença de um material ferromagnético altera fortemente o valor da intensidade do campo magnético. Os materiais ferromagnéticos têm valores de suscetibilidade magnética positivos muito elevados.

1.2.3. Exemplo

1.2.3.1. Ferro, o cobalto, o níquel e as ligas que são formadas por essas substâncias.

1.3. Paramagnéticos

1.3.1. Descrição

1.3.1.1. Possuem elétrons desemparelhados que, na presença de um campo magnético, alinham-se, fazendo surgir um imã que tem a capacidade de provocar um leve aumento na intensidade do valor do campo magnético em um ponto qualquer.

1.3.2. Resumo

1.3.2.1. Tendência de dipolos magnéticos atômicos têm de se alinharem paralelamente com um campo magnético externo. Resultam em uma suscetibilidade magnética positiva muito pequena. Esses materiais são fracamente atraídos pelos ímãs.

1.3.3. Exemplo

1.3.3.1. Alumínio, o magnésio, o sulfato de cobre etc.

2. Dicionário

2.1. Agitação térmica

2.1.1. É o movimento das partículas causado pela temperatura sob a qual elas estão submetidas. Os corpos tendem aumentar a agitação (o movimento) quando a temperatura aumenta.

2.2. Campo magnético

2.2.1. Campos magnéticos cercam materiais em correntes elétricas e são detectados pela força que exercem sobre materiais magnéticos ou cargas elétricas em movimento.

2.3. Dipolos atômicos

2.3.1. As propriedades básicas observadas em materiais magnéticos são explicadas pela existência de dois polos diferentes no material. A esses polos se dão os nomes de polo norte e sul. Polos de mesmo tipo se repelem e polos de tipos opostos se atraem. A esta configuração de dois polos dá-se o nome de "dipolo magnético".

2.4. Domínio magnético

2.4.1. Um domínio magnético é uma região dentro de um material magnético.

2.5. Histerese

2.5.1. Tendência de um sistema de conservar suas propriedades na ausência de um estímulo que as gerou, ou ainda, é a capacidade de preservar uma deformação efetuada por um estímulo.

2.6. Imã

2.6.1. Eletroimã

2.6.1.1. Dispositivo composto de um condutor por onde circula corrente elétrica e um núcleo, normalmente de ferro.

2.6.2. Imã natural

2.6.2.1. Feito de minerais com substâncias magnéticas, como por exemplo, a magnetita, e um ímã artificial é feito de um material sem propriedades magnéticas, mas que pode adquirir permanente ou instantaneamente características de um ímã natural.

2.6.3. Imã permanente

2.6.3.1. Feito de material capaz de manter as propriedades magnéticas mesmo após cessar o processo de imantação, estes materiais são chamados ferromagnéticos.

2.6.4. Imã temporal

2.6.4.1. Tem propriedades magnéticas apenas enquanto se encontra sob ação de outro campo magnético, os materiais que possibilitam este tipo de processo são chamados paramagnéticos.

2.7. Interação de troca

2.7.1. Interação responsável pela tendência dos momentos magnéticos do material a permanecerem paralelos entre si.

2.8. Lei de Curie

2.8.1. Estabelece que a susceptibilidade magnética varia com o inverso da temperatura.

2.9. Momento angular

2.9.1. É uma grandeza física associada à rotação de um corpo.

2.10. Momento dipolo

2.10.1. Mede a polaridade de uma ligação química dentro de uma molécula. Ele ocorre sempre que houver uma separação de cargas positivas e negativas.

2.11. Momento magnético

2.11.1. Normalmente refere-se a seu momento dipolo magnético, e é uma medida da intensidade da fonte magnética.

2.12. Permeabilidade magnética

2.12.1. Mensura o campo magnético no interior de um material

2.13. Polos magnéticos

2.13.1. São as regiões onde se intensificam as ações magnéticas.

2.14. Spin mecânico-quântico

2.14.1. Possíveis orientações que partículas subatômicas carregadas, como o próton e o elétron, e alguns núcleos atômicos podem apresentar quando imersas em um campo magnético.

2.15. Suscetibilidade magnética

2.15.1. Mensura a capacidade que tem um material em magnetizar-se sob a ação de uma estimulação magnética - de um campo magnetizante - ao qual este é submetido.