Sistemas de Produção

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Sistemas de Produção by Mind Map: Sistemas de Produção

1. Revolução Industrial

1.1. Produzido e empurrada para próxima fase do processo

2. Produção Empurrada

2.1. Fordismo

2.1.1. Custo baixo

2.1.2. Estoque

2.1.3. Propaganda e promoção

2.2. Produzir máximo possível

2.2.1. Etapa antes do recebimento do pedido

2.2.2. Não considera demanda

2.3. Estocar

2.3.1. Vantagem

2.3.1.1. Disponível ao cliente

2.3.1.2. Padronização da produção

2.3.1.3. Mix de produtos

2.3.2. Desvantagem

2.3.2.1. inventário diverso

2.3.2.1.1. Identificar produtos

2.3.2.1.2. Classificar produtos

2.3.2.1.3. Contabilizar produtos

2.3.2.2. Lotes grandes

2.3.2.2.1. Espaço físico

2.3.2.2.2. Identificação e reparos de erros complexa

2.3.2.3. Perdas de processo

2.3.2.3.1. MRP

2.4. Vendas

2.4.1. Não possui variação de sazonalidade

3. Fusão

3.1. Físico

3.2. Digital

3.3. Biológico

3.4. Gerenciamento por IA

3.4.1. Máquinas

3.4.2. Sistemas

3.4.3. Dispositivos

3.4.4. Pessoas

4. Indústria 4.0

4.1. Indústria de Bebidas

4.1.1. Vendas acentuadas durante todo o ano

4.2. Tecnologias

4.3. Comunicação

4.4. Vantagens

4.4.1. Produtividade

4.4.2. Custo baixo

4.4.2.1. Automatização e otimização dos processos produtivos

4.4.3. Ganho nas condições de trabalho dos colaboradores

4.4.4. Agilidade na tomada de decisão

4.4.4.1. Minimiza erros

4.5. Liderança ativa nas ações

4.6. Inovação no ambiente de negócios

4.6.1. Sinergia de inovação, agilidade e tecnologia

4.6.2. Clientes mais exigentes

4.7. Lean

4.7.1. Excelência profissional

4.7.1.1. Redução de custos de quase 50% a longo prazo

4.7.2. Implementação em paralelo a Indústria 4.0 de forma holística

4.7.3. Vantagens

4.7.3.1. Flexibilidade

4.7.3.1.1. Sistemas que identificam tarefas que não agregam valor ao processo

4.7.3.1.2. Sistemas de análise de manutenção preventiva e corretiva

4.7.3.2. Produtividade

4.7.3.3. Velocidade

4.7.3.3.1. Processamento de informação em tempo real

4.7.3.4. Qualidade

4.7.3.4.1. Auto inspeção para identificar e corrigir falhas

4.7.3.5. Segurança

4.7.3.5.1. Catalogo de falhas do processo

4.8. 10 Pilares

4.8.1. Big data

4.8.2. Robos

4.8.2.1. Interação máquina x operadores

4.8.2.1.1. Maior interação e flexibilidade

4.8.3. Manufatura aditiva

4.8.3.1. Produção em impressora 3D

4.8.4. Simulação

4.8.4.1. Testes de produtos e serviços

4.8.4.1.1. Redução de tempo e custo

4.8.4.1.2. Sistemas ERP, MRP e SAP agregando valor a cadeia produtiva

4.8.5. Integração de sistemas

4.8.6. Internet

4.8.6.1. Facilidade ao controle do processo produtivo

4.8.6.1.1. Backup de dados acessível em qualquer local

4.8.7. Nuvem

4.8.8. Segurança cibernética

4.8.8.1. Sistemas de comunicação mais sólidos

4.8.9. Realidade aumentada

4.8.9.1. imersão do usuário em tecnologias ciberfísicas

4.8.10. Ética

4.8.10.1. Princípios universais

5. Produção Puxada

5.1. Toyotismo

5.1.1. Processos funcionam de maneira ordenada, sequência de etapas

5.1.2. Produz somente o encomendado

5.2. Vantagens

5.2.1. Monumento Lean

5.2.1.1. Just in time

5.2.1.1.1. Tempo

5.2.1.2. Lead time

5.2.1.2.1. Tempo de espera

5.2.1.3. Kanban

5.2.1.3.1. Toyota

5.3. Desvantagens

5.3.1. Ciclos ociosos

5.3.1.1. Demanda baixa

5.3.2. Variedade limitada

5.3.3. Demanda limitada

5.3.4. Qualidade de fornecedores

6. Francisco Carlos de Oliveira