A implementação das prioridades da Política Nacional de Promoção da Saúde, um balanço, 2006 a 2014

A implementação das prioridades da Política Nacionalde Promoção da Saúde, um balanço, 2006 a 2014

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
A implementação das prioridades da Política Nacional de Promoção da Saúde, um balanço, 2006 a 2014 by Mind Map: A implementação das prioridades da Política Nacional  de Promoção da Saúde, um balanço, 2006 a 2014

1. Em 2011, no Plano de Enfrentamento das DCNT (2011-2022), foram priorizados os quatro principais fatores de risco modificáveis (tabagismo, alimentação inadequada, inatividade física, consumo abusivo de bebidas alcoólicas)15,16. Foram ainda estabelecidas metas para monitoramento do Plano, como redução de fatores de risco através de inatividade física, alimentação inadequada, tabaco e álcool, o que apoiou a prioridade da Promoção da Saúde na agenda do SUS

2. A Promoção da Saúde tem como referencial teórico a Carta de Ottawa 1986

3. Os princípios da Promoção da Saúde foram incorporados pelo Movimento da Reforma Sanitária na Constituição Federal de 1988 e no Sistema Único de Saúde (SUS), e sua efetiva institucionalização ocorreu em 2006, com a aprovação da Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS) pela Comissão Intergestores Tripartite5,6. A publicação da PNPS representa um marco na consolidação do SUS, uma vez que reafirma o debate dos condicionantes e determinantes sociais da saúde no processo saúde-doença.

4. Foram consultadas informações contidas em portarias do governo Federal entre 2005 a 2013, documentos e publicações institucionais do Ministério da Saúde.

5. Dentre os programa de governo destacamse o “Mais Saúde”, entre 2008 e 2010, inserindo no monitoramento ações de Promoção da Saúde como as reuniões do Comitê Gestor da PNPS; repasses financeiros para programas de Promoção da Saúde, como os de promoção de atividade física e alimentação saudável, prevenção do tabagismo, implementação de núcleos de prevenção de violência, vigilênciavigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito. Estas ações também foram inseridas em 2011 no Plano Nacional de Saúde (2011-2015) e no Planejamento Estratégico do Ministério da Saúde (2011-2015). Destacando-se a implantação do Programa Academia da Saúde, a expansão do Programa Saúde na Escola e o Projeto Vida no TrânsitoDentre os programa de governo destacamse o “Mais Saúde”, entre 2008 e 2010, inserindo no monitoramento ações de Promoção da Saúde como as reuniões do Comitê Gestor da PNPS; repasses financeiros para programas de Promoção da Saúde, como os de promoção de atividade física e alimentação saudável, prevenção do tabagismo, implementação de núcleos de prevenção de violência, vigilênciavigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito. Estas ações também foram inseridas em 2011 no Plano Nacional de Saúde (2011-2015) e no Planejamento Estratégico do Ministério da Saúde (2011-2015). Destacando-se a implantação do Programa Academia da Saúde, a expansão do Programa Saúde na Escola e o Projeto Vida no TrânsitoDentre os programa de governo destacamse o “Mais Saúde”, entre 2008 e 2010, inserindo no monitoramento ações de Promoção da Saúde como as reuniões do Comitê Gestor da PNPS; repasses financeiros para programas de Promoção da Saúde, como os de promoção de atividade física e alimentação saudável, prevenção do tabagismo, implementação de núcleos de prevenção de violência, vigilênciavigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito. Estas ações também foram inseridas em 2011 no Plano Nacional de Saúde (2011-2015) e no Planejamento Estratégico do Ministério da Saúde (2011-2015). Destacando-se a implantação do Programa Academia da Saúde, a expansão do Programa Saúde na Escola e o Projeto Vida no TrânsitoDentre os programa de governo destacamse o “Mais Saúde”, entre 2008 e 2010, inserindo no monitoramento ações de Promoção da Saúde como as reuniões do Comitê Gestor da PNPS; repasses financeiros para programas de Promoção da Saúde, como os de promoção de atividade física e alimentação saudável, prevenção do tabagismo, implementação de núcleos de prevenção de violência, vigilênciavigilância e prevenção de lesões e mortes no trânsito. Estas ações também foram inseridas em 2011 no Plano Nacional de Saúde (2011-2015) e no Planejamento Estratégico do Ministério da Saúde (2011-2015). Destacando-se a implantação do Programa Academia da Saúde, a expansão do Programa Saúde na Escola e o Projeto Vida no Trânsito