Vacinas - Calendário básico de Vacinação- Pediatria Ambulatorial - 4a edição

Calendário Básico de Vacina e suas reações vacinais baseado no Pediatria Ambulatorial 4ªEd.

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Vacinas - Calendário básico de Vacinação- Pediatria Ambulatorial - 4a edição by Mind Map: Vacinas - Calendário básico de Vacinação-  Pediatria Ambulatorial - 4a edição

1. BCG ID - Bacilo de Calmette - Guérin

1.1. constituída por

1.1.1. bacilos vivos atenuados

1.1.1.1. de Mycobacterium bovis

1.2. deve ser aplicada

1.2.1. no 1o mês de vida

1.2.2. em alguns estados, uma 2a dose a partir dos 10 anos.

1.3. proteção contras formas mais graves e disseminadas

1.3.1. que são

1.3.1.1. tuberculose miliar

1.3.1.2. meningite tuberculosa

1.4. Reação local

1.4.1. na primeira semana

1.4.1.1. pápula endurecida de 5mm

1.4.2. na 3a ou 4a semana

1.4.2.1. formação de uma crosta

1.4.2.1.1. crosta cai

1.4.3. da 6a à 10a semana

1.4.3.1. cicatriz plana, de 3 a 7 mm

1.4.4. cicatrição total

1.4.4.1. dura até quatro meses

1.4.5. complicações

1.4.5.1. úlcera prolongada

1.4.5.2. abscesso

1.4.5.3. adenopatia axilar

1.4.6. Se não houver reação

1.4.6.1. esperam-se 6 meses

1.4.6.1.1. nova aplicação

1.5. contra-indicações

1.5.1. lesões de pele

1.5.2. imunossuprimidos

1.5.2.1. corticosteróides

1.5.2.1.1. por mais de 15 dias, em dose acima de 2mg/kg

1.5.2.1.2. 20 mg/ dia de prenidisolona

1.5.2.2. outros imunossupressores

1.5.2.3. HIV positivos sintomáticos

2. contra a Hepatite B

2.1. produção

2.1.1. tecnologia de recombinação de DNA

2.2. diferentes doses

2.2.1. criança

2.2.1.1. até 19 anos de idade

2.2.2. adulto

2.2.2.1. a partir dos 20 anos de idade

2.2.3. DRC, dialisados e imunocomprometidos

2.2.3.1. dobro da dosagem normal em 4 aplicações

2.3. intervalos entre doses

2.3.1. entre 1a e 2a doses

2.3.1.1. mínimo 1 mês

2.3.1.2. recomendado SESMG 2 meses

2.3.2. entre 1a e 3a doses

2.3.2.1. 6 meses

2.3.3. não há intervalo máximo

2.4. crianças HBsAg positivas

2.4.1. imunoprofilaxia

2.4.2. vacinação contra hepatite B

3. contra Difteria, Tétano e Coqueluxe (DTP)

3.1. componentes

3.1.1. toxóide tetânico

3.1.2. toxóide diftérico

3.1.3. células mortas e inteiras

3.1.3.1. bordetella pertussis

3.1.4. sais de alumínio

3.2. aplicação

3.2.1. via muscular profunda

3.2.2. porção interna do quadrante superior externo da região glútea

3.2.3. pode ocorrer simultaneamente a outra vacina

3.3. doses

3.3.1. As duas primeiras imunizam

3.3.2. a terceira prolonga a proteçao

3.4. intervalo entre-doses

3.4.1. mínimo 30 dias entre 1a e 2a doses

3.4.2. recomenda-se (MSB) intervalo de 60 dias entre 1a e 2a doses

3.4.3. não há intervalo máximo

3.4.4. mínimo de 6 meses de intervalo entra 2a e 3a doses

3.4.5. recomenda-se (MSB) reforço a partir dos 4 a 5 anos de idade

3.4.6. de dois meses a sete anos de idade

3.5. eventos adversos

3.5.1. locais

3.5.1.1. dor

3.5.1.2. eritema

3.5.1.3. edema

3.5.1.4. endurecimento

3.5.1.5. abscessos

3.5.1.6. linfadenomegalia

3.5.2. sistêmicos

3.5.2.1. alergia

3.5.2.1.1. edema Quinck

3.5.2.1.2. choque anafilático

3.5.2.2. febre superior a 39,5o C

3.5.2.3. evento hipotônico-hiporresponsivo (EHH)

3.5.2.4. choro constante

3.5.2.5. convulsões febris ou não.

3.6. contra-indicações

3.6.1. doentes neurológicos sem diagnóstico confirmado

3.6.2. maiores de 7 anos

4. contra Haemophilus influenzae B

4.1. 3 doses

4.2. frequentemente associada a DTP

4.3. intervalo entre-doses

4.3.1. 3 meses

4.4. contra-indicação

4.4.1. reação grave a doses anteriores

4.4.2. maiores de 5 anos

5. contra poliomielite

5.1. vacina atenuada

5.2. aplicação oral

5.3. garantem imunidade de grupo

5.4. contra-indicações

5.4.1. imunodeficientes

5.4.2. aqueles que tem contato com imunodeficientes

5.4.3. pode-se utilizar a vacina inativada

6. contra sarampo, rubéola e caxumba

6.1. composição

6.1.1. vírus vivos atenuados

6.2. reações

6.2.1. sistêmico comum

6.2.1.1. febre de 39,5oC entre o 5o e o 12o dia

6.2.2. loco-regional

6.2.2.1. ardêcia de curta duração

6.2.2.2. eritema

6.2.2.3. hiperestesia

6.2.2.4. enduração

6.2.2.5. linfadenopatia regional

6.2.3. sistêmicos raros

6.2.3.1. cefaléia

6.2.3.2. irritabilidade

6.2.3.3. conjuntivite

6.2.3.4. linfadenopatia

6.3. contra-indicaçoes

6.3.1. gestantes

6.3.2. imunodeficiencia

6.3.2.1. congênita

6.3.2.2. adquirida

6.3.2.2.1. exceção

6.3.2.3. neoplasia maligna

6.3.2.4. imunodepressores

6.3.2.4.1. corticoterapia

6.3.2.4.2. quimioterapia

6.3.2.4.3. radioterapia

7. contra febre amarela

7.1. composição

7.1.1. vírus atenuado

7.2. reações

7.2.1. dor local

7.2.2. cefaláia

7.2.3. febre

7.3. contra-indicações

7.3.1. crianças menores de 6 meses

7.3.2. gestantes

7.3.3. imunodeprimidos

7.3.4. alérgicos a ovo de galinha e derivados

7.4. idade de aplicação

7.4.1. mínima 6 meses

7.4.2. Recomenda-se 9 meses