Get Started. It's Free
or sign up with your email address
CRIME by Mind Map: CRIME

1. FATO TÍPICO

1.1. Conduta

1.1.1. Ação ou Omissão

1.2. Resultado

1.2.1. Não há crime sem resultado

1.3. Nexo Causal

1.3.1. Causa e consequência de uma conduta criminosa

1.4. Tipicidade

1.4.1. Relação entre o fato e a descrição penal do mesmo

2. ANTIJURÍDICO

2.1. Agir em desacordo com a Lei

2.1.1. Excludente de Antijuricidade

2.1.1.1. Legítima Defesa

2.1.1.2. Estado de Necessidade

2.1.1.3. Exercício Regular de um Direito

2.1.1.4. Estrito Cumprimento de um dever legal

3. ELEMENTOS DO CRIME

3.1. Tipicidade

3.1.1. Ato praticado com caracterísitcas que o definem como crime.

3.2. Ilicitude

3.2.1. Contradição entre a ação e a lei

3.3. Culpabilidade

3.3.1. É a exigibilidade de uma conduta diversa, tendo consciência da ilicitude.

4. CONDUTA

4.1. Dolosa

4.1.1. O agente quer o resultado/ assume o risco de produzi-lo

4.1.1.1. Dolo Direto

4.1.1.1.1. O agente quer o resultado

4.1.1.2. Dolo Eventual

4.1.1.2.1. O agente assume o risco de produzir o resultado.

4.2. Culposa

4.2.1. Conduta que produz um resultado não querido, mas objetivamente previsível

4.2.1.1. Culpa Consciente

4.2.1.2. Culpa Inconsciente

4.2.1.2.1. O agente prevê o resultado, mas não deixa de praticar a conduta. Acredita que ele não ocorrerá.

4.2.1.2.2. O agente não prevê um resultado que era previsível. Age sem cuidados que poderiam evitar o resultado típico.

4.2.1.3. Culpa Imprópria

4.2.1.3.1. O agente age com dolo, mas há um erro evitável, mas o agente não toma as devidas cautelas provocando intencionalmente determinado resultado típico.

4.2.1.4. Culpa Própria

4.2.1.4.1. o agente não quer e não assume o risco de produzir a ação, mas acaba produzindo por negligência, imprudência ou imperícia.

4.3. Comissiva

4.3.1. O agente realiza um ação proibida pela lei penal incriminadora

4.4. Omissiva

4.4.1. Realizado por meio de abstensão de uma ação que tinha obrigação e podia fazê-la.

4.4.1.1. Crimes Omissivos próprios

4.4.1.1.1. Omissão de um dever de agir imposto normativamente. Ex: Omissão de socorro.