Get Started. It's Free
or sign up with your email address
MENINGITE by Mind Map: MENINGITE

1. Alterações do estado mental são comuns entre os paciente e podem ser causadas por HIC, cerebrite ou hipotensão. Em crianças de baixa idade, os únicos sinais neurológicos podem ser choro e depressão dos reflexos.

2. Implica envolvimento primário das Leptomeninge, os tecidos que envolvem o encéfalo e a medula espinhal. Reflete a inflamação da aracnoide e do liquido cérebro-espinhal, tanto no espaço subaracnóideo quanto no ventrículos.

3. Quadro Clinico:

3.1. Acima de 1 ano: Febre, cefaleia intensa, vômitos em jatos, rigidez de nuca, Sinais de irritação meníngea, convulsões e/ou manchas Vermelhas pelo corpo

3.2. Lactentes e RN: Clinica inespecífica, febre pode ocorres em aprox. metade dos casos, pode-se constatar letargia, distúrbios respiratórios, icterícia, desinteresse pela amamentação e/ou vômitos e diarreia

4. Agente Etiolóico

4.1. S. pneumoniae

4.2. N. Meningitidis

4.3. HiB

5. Tratamento

5.1. S. pneumoniae

5.1.1. Ampicilina (300mg/kg/dia – 6/6h) Ou Penicilina G Cristalina (300.000-400.000 UI/kg/dia – 6/6h) Suspender isolamento

5.1.2. 10-14 dias

5.2. N. Meningitidis

5.2.1. Penicilina G Cristalina ou Ampicilina Isolamento até 24h de ATB

5.2.2. 5-7 dias

5.3. HiB

5.3.1. Ampicilina Isolamento até 24h de ATB

5.4. 7-10 dias

5.5. DEXAMETASONA

5.5.1. Dexametasona deve ser iniciada em crianças com mais 6 meses de vida, imunocompetentes, 10 a 20 minutos antes da primeira dose de antimicrobiano. Não utilizar 1h após de início de antimicrobianos. Dose: 0,15mg/k g/dose – 6/6h por 2-4 dias

6. Exames:

6.1. Neuroimagem

6.2. Hemocultura

6.3. Avaliação do Liquor por punção lombar