Sistemas de CFTV - Evolução do analógico ao IP em ambiente classificado

Just an initial demo map, so that you don't start with an empty map list ...

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Sistemas de CFTV - Evolução do analógico ao IP em ambiente classificado by Mind Map: Sistemas de CFTV - Evolução do analógico ao IP em ambiente classificado

1. Componentes Necessários

1.1. Câmeras

1.1.1. Fixas

1.1.2. Móveis

1.1.3. Em cores

1.1.4. Preto e Branco

1.2. Gravador

1.2.1. Analógico

1.2.2. Digital

1.2.3. Storage em rede

1.3. Rede

1.3.1. TCP/IP

1.3.2. Dedicada/Coaxial

1.4. Monitores

1.4.1. PC

1.4.2. Spot

1.4.3. TV

1.5. Outros

1.5.1. Computadores

1.5.2. Teclado

1.5.3. Motores PTZ

1.5.4. Lentes

1.5.5. Dome

1.5.6. Etc.

2. O que é CFTV?

2.1. Televisão (do grego tele - distante; e do latim vision - visão) ou Visão a distância. É um sistema eletrônico de transmissão de imagens e sons de forma instantânea. Funciona a partir da análise e conversão da luz e do som em ondas eletromagnéticas, para serem transmitidas para um local remoto, e de sua reconversão em um aparelho que recebe o sinal.

2.2. CFTV, Circuito Fechado de Televisão, (Do Termo Inglês Closed Circuit TeleVision ou simplesmente CCTV), é um sistema de televisionamento que distribui sinais provenientes de câmeras localizadas em locais específicos, para pontos de supervisão pré-determinados. Os sistemas de CFTV normalmente utilizam câmeras de vídeo CCD (para produzir o sinal de vídeo), cabos, fibras óticas, transmissores/receptores sem-fio ou redes (para transmitir o sinal), processadores de vídeo (seqüenciais, quads, multiplexadores, DVRs, Placas de Captura), monitores (para visualizar a imagem de vídeo captada) e por último os gravadores (Time-Lapses, DVRs, entre outros equipamentos de gravação).

2.3. O sistema de CFTV não é aplicado somente com propósitos de segurança e vigilância; também é utilizado em outros campos como laboratórios de pesquisa, escolas ou empresas privadas, na área médica, assim como nas linhas de produção de fábricas para controle de processos. Até mesmo as explorações espaciais tem no CFTV uma de suas principais ferramentas e tecnologias de exploração. A bem da verdade, se analisarmos o exemplo das sondas espaciais, enviadas para galáxias remotas, em locais que o homem jamais esteve e até agora não possui recursos técnicos para ir, o CFTV é uma extensão dos olhos do homem.

3. Tecnologias

3.1. Sistema Analógico

3.1.1. CFTV Analógico Um sistema de CFTV tem por finalidade inibir, monitorar e detectar situações em tempo real e possibilitar uma intervenção direta e imediata. Neste sistema toda a gravação é feita de forma digital e pode ser feita através de alarmes, detecção de movimento ou por horários, ou seja, o sistema não precisa ficar gravando em tempo integral, o que gera maior economia de espaço no HD e mais dias gravados sobre o que realmente interessa. É possível realizar o monitoramento remoto por meio de computador, tablet ou smartphone, seja de dentro ou de fora da empresa utilizando internet ou VPN. O sistema de gravação é um servidor baseado em uma arquitetura de PC com uma placa de captura ou um equipamento com arquitetura proprietária, também chamado de Stand Alone. Em geral os equipamentos possuem capacidade para 16 ou 32 câmeras no mesmo servidor e podem ser dimensionados com o tempo de gravação necessário para cada situação. As câmeras, com imagens coloridas ou em preto & branco (Day Night), móveis ou fixas, permitem a visualização de áreas internas e externas. As câmeras móveis, mais eficientes e sofisticadas, possuem um zoom capaz de buscar detalhes em distâncias maiores. Chama-se de analógico este sistema porque apesar das câmeras possuírem um processamento digital de imagens e as gravações serem feitas em meio digital, a transmissão é feita por vídeo analógico seguindo o padrão NTSC similar ao utilizado em equipamentos de vídeo doméstico anteriores ao HDMI. Para transmissões em distâncias maiores é possível utilizar conversores UTP (par trançado) com cabos de rede tipo Categoria 5e ou ainda fibras ópticas. Estas tecnologias proporcionam transmissões com perdas de qualidade muito baixas. Devido a natureza do sinal não é possível a transmissão por rádio neste tipo de sistema.

3.2. Sistema Digital/IP

3.2.1. CFTV IP O sistema de CFTV IP é a tecnologia mais avançada atualmente em monitoramento por imagens. Neste sistema as câmeras realizam o envio das imagens para o sistema de gerenciamento utilizando comunicação totalmente digital, ou seja, trata-se de um método de transmissão absolutamente sem perda de qualidade. As opções de modelos de câmera são as mais diversas, variando entre fixas e móveis, coloridas e Day Night, de resoluções padrão ou HDTV (alta definição). Algumas câmeras superam inclusive a resolução Full HD de um disco Blu-Ray, ou outras ainda possuem captação de imagens térmicas para monitoramento em condições totalmente críticas. Pontos fortes do CFTV IP: - Transmissão de vídeo sem perda de qualidade; - Alta definição das imagens; - Facilidade de implantação; - Flexibilidade no gerenciamento e operação; - Maior padronização de equipamentos. O termo IP é de Internet Protocol, protocolo utilizado em redes computadores bem como na internet. As câmeras utilizam um endereço IP para serem localizadas na rede, exatamente como acontece com um computador ou outro dispositivo que utilizamos em redes corporativas ou residenciais. Desta forma fica muito claro uma grande vantagem desta tecnologia que é a possibilidade do uso de redes de dados existente para trafegar as imagens de CFTV, reduzindo em alguns casos praticamente a zero a necessidade de novas infra-estruturas, o custo e o tempo necessário para implantação.

4. História/Evolução

4.1. Revista Security - http://www.i3p.com.br/PDF/rev_Security.pdf

4.2. Um sistema de televisão que distribui sinais provenientes de câmeras localizadas em locais específicos, para um ou mais pontos de visualização. Inicialmente sendo um sistema analógico, o CFTV transmitia as imagens das câmeras por meio de cabo coaxial para monitores CRT (analógicos). Mas com a evolução dos sistemas de segurança, se tornou possível investir em uma plataforma digital e integrada a diversos aplicativos. O sistema de CFTV pode ser utilizado para segurança em laboratórios de pesquisa, em escolas, empresas privadas, hospitais, aeroportos, entre outros.

5. Motivação

5.1. Redes de cabos elétricos, e sua infraestrutura associada, constituem caminhos físicos de interligação entre as diversas unidades (produção, indústrias de processo, administração, etc.) que compõem as edificações de complexos químicos, de gás e de petróleo, observando que plantas desses tipos de instalações quase sempre apresentam atmosferas potencialmente explosivas como um todo, com a presença de “ilhas” de áreas classificadas

6. New node