Projeto de Doutorado Karinna

Solve your problems or get new ideas with basic brainstorming

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Projeto de Doutorado Karinna by Mind Map: Projeto de Doutorado Karinna

1. Plan

1.1. Goals

1.1.1. Goal 1

1.1.2. Goal 2

1.2. Rules

1.2.1. Session Rule 1

1.2.2. Session Rule 2

1.3. Define Problems

1.4. Capture Ideas

1.5. Prioritize Ideas

1.6. Define Action Points

2. Problem

2.1. Existe fonte de resistência?

2.2. Qual seria a melhor forma de inoculação desses materiais (Mecânica ou Vetor)?

2.3. Existem protocolos bem descritos para inoculação?

2.4. Quais as informações existentes sobre interação planta BSV.

2.5. Existem linhagens isogênicas no BAG?

2.6. Quais os mecanismos de resposta ao patógeno? Seriam os mecanismos clássicos ou alguma peculiaridade molecular?

3. Ideas

3.1. Screnning no BAG banana

3.1.1. Identificação de genótipos resistentes e susceptíveis ao BSV.

3.1.1.1. Selecionar acessos do BAG de diferentes genomas.

3.1.2. Avaliação por técnica molecular PCR ou RCA.

3.2. Estudo da Interação

3.2.1. Caracterização molecular de alguns isolados e estudo de variabilidade.

3.2.1.1. Sequenciamento do genoma a partir do RCA (Se possível).

3.2.2. Desenvolvimento de um protocolo de inoculação do BSV via inoculação mecânica ou vetor.

3.2.2.1. Análise temporal da interação após a infectão. Infecção sistêmica, tempo de replicação.

3.2.2.2. Utilização de VIGS com GFP para auxiliar nos estudos de inoculação e avaliação de translocação (Caso não exista nada).

3.2.3. Escolha de acessos susceptíveis, tolerantes e resistentes para estudo de transcriptoma por RNA seq.

3.2.3.1. Identificação de um marcador ou marcadores de resistência para a seleção assistida (SAM).

3.2.3.2. Mineração do dados por bioinformática e prospecção de genes relacionados ao Patossistema.

3.2.3.3. Estudo da expressão gênica de genes chaves na interação por Real time PCR.

3.2.4. Utilização de VIGS para estudo de superexpressão e silenciamento de genes de resposta direta ao patógeno.

3.2.4.1. Estudo de interação local do patossistema.

3.3. Estudos com o vírus. Caracterização molecular de alguns isolados (Mais agressivos).

3.4. Idea 4

4. Prioritize Ideas

4.1. High Priority

4.2. Medium Priority

4.3. Low Priority

5. Action Points

5.1. Action Point 1

5.2. Action Point 2

6. Novo nó