Create your own awesome maps

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account?
Log In

Análise e Modelagem de Requisitos by Mind Map: Análise e Modelagem de Requisitos
0.0 stars - 0 reviews range from 0 to 5

Análise e Modelagem de Requisitos

Requisitos de softwares

Requisitos são objetivos ou restrições estabelecidas por clientes e usuários que definem as suas diversas propriedades do sistema

Requisitos funcionais

Os requisitos funcionais são a descrição das diversas funções que clientes e usuários querem ou precisam que o software ofereça. A especificação de um requisito funcional deve determinar o que se espera que o software faça, sem a preocupação de como ele faz.

"o software deve possibilitar o cálculo dos gastos diários, semanais, mensais e anuais com pessoal"

"o software deve emitir relatórios de compras a cada quinze dias"

Requisitos não-funcionais

Os requisitos não-funcionais são as qualidades globais de um software, como manutenibilidade, usabilidade, desempenho, custos e várias outras.

"a base de dados deve ser protegida para acesso apenas de usuários autorizados"

"o software deve ser operacionalizado no sistema Linux"

"o tempo de desenvolvimento não deve ultrapassar seis meses"

Análise de requisitos

O principal objetivo dessa fase é fornecer descrições abstratas dos requisitos que possam ser facilmente interpretadas. Além disso, muitas abordagens podem ser usadas como ferramentas de elicitação, onde as notações e modelos parciais são usados para direcionar novas aquisições de informações(NUSEIBEH, B. e EASTERBROOK, S."Requirements Engineering: A Roadmap")

Propositos

"Permite julgamentos sobre a qualidade dos requisitos do sistema"

"Elaborar um modelo de alto-nível do sistema com os principais componentes e suas interfaces"

Problemas

Durante os processos de análise  são encontrados problemas com os requisitos.

Requisitos esquecidos

Ambiguidade

Requisitos duplicados

Especificação

Uma boa especificação de requisitos deve ser:  

Completa

Correta

Compreensível

Consistente

Clara e não-ambígua

Engenharia de requisitos

A engenharia de requisitos é inerentemente abrangente, interdisciplinar e aberta. Ela lida com a descrição de observações do mundo real através de notações apropriadas. Engloba todas as tarefas que lidam com investigação, definição e escopo de novos sistemas ou alterações (SOMMERVILLE, I & SAWYER, P. Requirements Engineering "A Good Practice Guide").

Objetivo

Os objetivos da Engenharia de Requisitos podem ser categorizados em três grupos principais(ZAVE, Pamela - Classification of Research Efforts in Requirements Engineering)

Investigação de objetivos, funções e restrições de uma aplicação de software

Especificação do software

Gerenciamento da evolução e das famílias do software

Beneficios

Atingir os objetivos com o mínimo de desperdício

Uma base precisa para a estimativa dos recursos (custo, pessoal, prazos, ferramentas e equipamentos)

Melhoria na usabilidade, manutenibilidade e outras qualidades do sistema.

Técnicas de levantamento de requisitos

Um dos objetivos da Engenharia de Requisitos é ultrapassar barreiras de comunicação entre os clientes e usuários e os analistas para que os requisitos possam capturados e modelados corretamente.

Entrevistas

Observação in loco

Encontros

Processo de definição de requisitos

Elicitação

A elicitação de requisitos é a expressão utilizada para caracterizar qualquer atividade que esteja relacionada com a descoberta dos requisitos (Sommerville & Sawyer, 1997).

Modelagem

As informações obtidas durante a elicitação são registradas e organizadas em modelos de requisitos tais como cenários e léxico, entidade relacionamento, DFD entre outros(Jacobson, 1992),

Análise

A análise é atividade que auxilia na descoberta de problemas nos requisitos levantados e na obtenção de concordância sobre as alterações, de modo a satisfazer todos os envolvidos, seu objetivo é estabelecer um conjunto de requisitos completos, consistentes e sem ambigüidades, que possa ser usado como base para o desenvolvimento do software(Sommerville & Sawyer, 1997).