Contrate Preguiçosos

Trabalho do Egon

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Contrate Preguiçosos by Mind Map: Contrate Preguiçosos

1. Peter Ferdinand Drucker

1.1. Pai da administração moderna

1.2. Permitia os leitores a pensar como ele

1.3. Simples e claro

1.4. Visão sem adininhação

1.4.1. interpretava corretamente a direção do mercado

1.5. Nunca teve dificuldade em assumir seus erros

2. Mudanças

2.1. Mudando o jeito de mudar

2.1.1. Concentre seus esforços nas pessoas

2.1.1.1. Principal medida

2.1.1.2. O sucesso de qualquer mudança depende exclusivamente das pessoas

2.1.1.3. Mudanças podem gerar

2.1.1.3.1. perda do sendo de direção

2.1.1.3.2. frustração

2.1.1.3.3. desmotivação

2.1.1.3.4. angustias

2.1.1.3.5. resistencia

2.1.2. Planeje a mudança

2.1.2.1. É impossível engajar pessoas, sem etapas, desafios ou direção definidos

2.1.2.2. Na base do improviso, o risco aumenta demais

2.1.3. Comunique, comunique, comunique

2.1.3.1. Se em falta, exesso, mal feita, mal direcionada, no timing errado, pode gerar danos ao processo de mudança

2.1.4. Seja honesto: mentir é pecado, mas omitir pode não ser

2.1.4.1. Nem todos devem saber tudo

2.1.4.1.1. Questões delicadas

2.1.4.2. Que pessoas devem saber o que

2.1.4.3. Mentir leva à perda de confiança

2.1.5. "No pain, no gain"

2.1.5.1. Toda mudança tem um preço

2.1.5.2. Ocultar os sacrifícios gera falta de confiança

2.1.6. Entenda as razões da mudança antes de esperar que os outros entendam

2.1.6.1. Colaboradores necessitam de razões para as mudanças

2.1.6.2. Pessoas em geral não estão dispostas a seguir cegamente "amos" e "senhores"

2.1.7. Entenda as razões dos outros antes de dizer que eles que não entenderam a mudança

2.1.7.1. Executivos gostam de mudanças

2.1.7.1.1. combina com espírito empreendedor e desafiador

2.1.7.1.2. Vantagem competitiva, janelas de oportunidade e questões estratégicas

2.1.7.2. Colaboradores não

2.1.7.2.1. Ruptura de relacionamentos, hábitos, locais e atividades

2.1.7.2.2. Não conseguem enchergar vantagens estratégicas

2.1.8. Coloque "tempo" no cronograma

2.1.8.1. Mudanças instantâneas são muito arriscadas

2.1.8.2. Pessoas precisam de tempo para assimilar novidades

2.1.8.3. Palestras e grupos de discução ajudam a sanar dúvidas

2.1.9. Não tente fazer tudo sozinho

2.1.9.1. Procure assessoria especializada

2.1.9.2. Pessoas de dentro não tem uma visão inparcial

2.2. Change Management

2.2.1. O que é?

2.2.1.1. Poucas pessoas conhecem

2.2.1.2. A inconstância da mudança

2.2.1.2.1. Processos intangíveis?

2.2.1.2.2. Com quem?

2.2.1.2.3. Como?

2.2.1.2.4. Por que?

2.2.1.2.5. Como as pessoas reagirão?

2.2.1.2.6. Como prepará-las?

2.2.1.2.7. Quem assumirá o compromisso de implementar?

2.2.1.2.8. Quem será afetado por ela?

2.2.1.3. Mudanças não são gerenciaveis

2.2.1.3.1. São lideráveis

2.2.2. Vai dispensar?

2.2.2.1. Mudanças exigem metodologias de Change Management

2.2.2.1.1. é diferente de metodologia de processos

2.2.2.2. Mais de metade dos cases de transformação fracassão. John kotter, Harvard

2.2.2.2.1. Gestores falham em lidar com pessoas

2.3. Mudar ou não mudar? Esta não é a questão!

2.3.1. Organizações são como organismos

2.3.1.1. Adiam enquanto podem os processos de mudança

2.3.2. Medo

2.3.2.1. Preferem um mal que conhecem a um bem que desconhecem

2.3.3. Acomodação

2.3.3.1. Amor irresistível pela manutenção das praticas

2.3.4. Ignorância

2.3.4.1. Dinossauros distraídos e desatentos as mudanças

3. Conduta profissional

3.1. Procastinação tem cura?

3.1.1. Dois grrandes inimigos do tempo

3.1.1.1. Falta de planejamento

3.1.1.2. Procastinação

3.1.1.2.1. Adiar

3.1.1.2.2. Deixar para depois

3.1.2. Problemas não desaparecem, mas crescem se ignorados

3.1.3. Mate a procrastinação ao primeiro sinal

3.1.4. Resolver assuntos delicados logo de manhã não estraga seu dia

3.2. As duas faces da mesma moeda

3.2.1. Ostentação

3.2.1.1. Buscamos alcançar objetivos apenas para se sentir superior aos outros

3.2.1.2. Interrese pelas posses dos outros

3.2.2. Ostentação as avessas

3.2.2.1. Foco no outro

3.2.2.1.1. Compaixão

3.3. Era uma vez...

3.3.1. Povo

3.3.1.1. Uso desenfrado dos recursos

3.3.1.2. Ganância cega

3.3.2. Rei

3.3.2.1. Não vem sua posição como obrigação

3.4. Que tipo de arma você carrega?

3.4.1. Gente que vai a luta

3.4.1.1. Poder da contrução de bem-estar e paz.

3.4.1.2. Não abandona seus ideais

3.4.1.3. Alicerces morais

3.5. Os exterminadores do presente

3.5.1. Falta de edução

3.5.2. Esperteza ou desrespeito?

3.5.2.1. Uso de vagas reservadas

3.5.2.2. Desrespeito as leis de transito

3.5.2.3. Agressividade gratuíta

3.6. Agora que você já perdeu o emprego mesmo...

3.6.1. Causas externas

3.6.1.1. Mudanças de mercado

3.6.2. Causas internas

3.6.2.1. Começando a mudança

3.6.2.1.1. Desenvolvimento pessoal

3.6.2.2. Questão de atitude

3.6.2.2.1. Cuide do que fala

3.6.2.2.2. Não seja

3.7. A hora é agora

3.7.1. Foco nas necessidades dos outros

3.8. Senhores do próprio destino

3.8.1. O ano começa 1º de janeiro

3.8.2. Nunca é tarde para mudar

3.8.3. Não deixemos para amanhã o que pode ser feito hoje

3.9. Reunião de condomínio? Inclua-me fora!

3.9.1. Gostamos de festejar

3.9.2. Conviver é mais dificíl

3.9.2.1. Não sabemos pensar no coletivo

3.10. A meus mestres com carinho

3.10.1. Todos nascemos sem saber nada

3.10.2. Precisamos de pessoas que nos ensinem

3.10.2.1. Professores

3.10.2.1.1. Inesquecíveis

3.10.2.2. Pais

3.10.2.3. Famíliares

3.10.3. Saber reconhecer o valor de quem ensina

3.11. O que vale agora é o contrato

3.11.1. Falsa segurança da carteira assinada

3.11.2. 98% das pequenas empresas são informais

3.11.2.1. Pessoas Jurídicas

3.11.2.2. Terceirizados

3.11.3. Não esperava por isso

3.11.3.1. Pessoas que vínculo empregatício é uma situação privilegiada e segura

3.11.4. Desenvolva uma estratégia de negócios

3.11.4.1. Desenvolva suas competências

3.11.5. Execute com excelência e torne esta a sua vantagem competitiva

3.11.5.1. Seja único

3.11.6. Garanta ao cliente o retorno do investimento

3.11.6.1. Seu serviço custá muito menos do que vale

3.11.7. Desenvolva relacionamentos

3.11.7.1. Além de conquistar o cliente, conquiste uma reputação

3.11.8. Perpetue a relação comercial

3.11.8.1. Melhor que conquistar um cliente novo é manter um atual

4. Organizações

4.1. Mãe S.A.

4.1.1. Mãe aceita seus filhos como são

4.1.1.1. Todo funcionário novo merece atenção especial

4.1.1.1.1. Desenvolvendo seu pótencial de acordo com seus caracteristicas pessoais

4.1.2. Mãe não da moleza

4.1.2.1. Não aceitam irresponsáveis, desonestos e preguiçosos

4.1.2.2. Liberdadenão é bagunça

4.1.3. Mãe investe na prole

4.1.3.1. Ninguem chega sabendo tudo

4.2. Contrate preguiçosos!

4.2.1. Preguiçosos

4.2.1.1. indisposição com atividade irrelevantes

4.2.1.2. indisposição com a disperdicio de tempo

4.2.1.3. Foco nos resultados e não nos procesos

4.2.1.4. Encontram novos caminhos

4.2.1.4.1. Mais práticos

4.2.1.4.2. Mais rápidos

4.2.1.4.3. Mais faceis

4.2.1.4.4. Mais baratos

4.2.1.4.5. Mais lógicos

4.2.1.4.6. Mais funcionais

4.3. Revolução silenciosa

4.3.1. Reengenharia de processos

4.3.1.1. Funcionarios que somente fingem trabalhar

4.3.1.1.1. Maqueiam resultados

4.4. As piores empresas para trabalhar

4.4.1. Gerir pessoas ou gerir algo das pessoas?

4.4.1.1. Trabalho ou a falta de vontade de trabalhar?

4.4.1.2. Talento não se gerencia, se reverencia

4.4.1.3. Pessoas não precisam de gestão

4.4.1.3.1. precisam de liderança e inspiração

4.4.1.4. Motivação

4.4.1.4.1. Ninguem precisa ser motivado

4.4.1.4.2. todos trazem de nascença

4.4.1.4.3. é algo que vem de dentro

4.4.1.5. Potencial está muito além do que pode ser gerenciado

4.4.2. É bom e todos gostam

4.4.2.1. As piores são as que ainda são empresas

4.4.2.2. balanço social se tornou somente uma estratégia de marketing

4.5. Sepulcros caidos

4.5.1. Pesquisas internas sobre organizações sempre tentem a mostrar que está tudo ótimo.

4.5.1.1. e se as organizações quiserem realmente saber o que se passa dentro delas?

4.5.1.1.1. 1º precisam reconhecer que seus funcionários já sofreram tanto que desistiram de ser sinceros

4.5.1.1.2. 2º devem aceitar o fato que o voto de silêncio pode ter sido impregnado em sua cultura

4.5.1.1.3. 3º é preciso encarar a realidade da atitude desonesta da empresa para com as pessoas

4.6. Recursos Humanos ou seres humanos

4.6.1. Treinamento de recursos humanos

4.6.1.1. Treinar

4.6.1.1.1. judo

4.6.1.1.2. técnicas de negociação

4.6.1.1.3. inglês

4.6.1.1.4. piano

4.6.1.2. Dedicação intensiva e repetitiva

4.6.2. Desenvolvimento humano

4.6.2.1. Pessoas

4.6.2.1.1. Libertar o que está envolvido

4.7. Responsabilidade social

4.7.1. Deveria ser algo óbvio

4.7.2. Porque as empresas fazem tanta propaganda de seus projetos?

4.7.2.1. Fazem ignorância ou tolice

4.7.2.1.1. Não estão conscientes de sua responsabilidade social

4.7.2.2. Fazem Overmarketing

4.7.2.2.1. Botam o ovo e cacarejam

4.7.2.3. Optaram pela versão da surfista Maria-vai-com-as-outras

4.7.2.3.1. Fazem porque todos estão fazendo

4.7.2.4. São socialmente irresponsáveis

4.7.2.4.1. Servem apenas a sí mesmas

4.7.2.4.2. Exploram seus funcionarios

4.8. Síndrome de Michelangelo

4.8.1. Porque os funcionários não respondem a todos os estímulos da empresa

4.8.1.1. Altas remunerações

4.8.1.2. Pós-graduações internacionais

4.8.1.3. Bônus

4.8.1.4. Treinamentos

4.8.2. 71% dos profissionais não estão comprometidos

4.8.3. Alma na estratégia

4.8.3.1. Para dar certo

4.8.3.1.1. comunicada/entendida

4.8.3.1.2. comandada/aceita

4.8.3.1.3. aplicada/compreendida

4.8.3.1.4. externalizada/internalizada

4.8.3.2. Enquanto faltar alma nas iniciativas, faltará ânimo nas pessoas

4.9. Você tem medo de quê?

4.9.1. Modelo relacional

4.9.1.1. Pior

4.9.1.2. Ineficiente

4.9.1.3. Indesejável

4.9.2. Discurso e prática

4.9.2.1. Executivos

4.9.2.1.1. Que se protegem atrás de decisões nada audaciosas

4.9.2.1.2. Decisões sem personalidade

4.9.2.1.3. Ficam constrangidos quando questionados sobre suas decisões

4.9.3. Aprendendo com os erros

4.9.3.1. criar um ambiente relacional sem medos

4.10. Contrate incompetentes!

4.10.1. Incompetente universal

4.10.1.1. único tipo de pessoa em abundancia

4.10.2. Martelo e chave de fenda

4.10.2.1. eficiência

4.10.2.1.1. capacidade de realização e oportunidade de realiza-la

4.10.3. Infelizmente empresas tentam sanar as deficiências ao invés de estimular os talentos

5. Liderança

5.1. Liga Mundial: a vitória também foi fora da quadra

5.1.1. Bernardinho

5.1.1.1. Sede de conhecimento

5.1.1.2. Não se cansa de vitórias

5.1.1.3. Participa

5.2. Mister Magoo, Robocop e a Bela Adormecida

5.2.1. Baby

5.2.1.1. Não se preocupa com sua equipe

5.2.1.2. Só pensa na papinha-salario

5.2.1.3. Não oferece oportunidades reais de crescimento para sua equipe

5.2.2. Magoo

5.2.2.1. Só se importa com números

5.2.2.2. Não consegue enxergar sua equipe

5.2.3. Paizão

5.2.3.1. Não quer ouvir soluções

5.2.3.2. Acredita que com o tempo tudo vai melhorar

5.2.4. Robocop

5.2.4.1. Tudo se resolve com:

5.2.4.1.1. Tecnologia

5.2.4.1.2. Força

5.2.5. Esotérico

5.2.5.1. Acredita que tudo se resolve sozinho

5.3. Onde nascem os líderes

5.3.1. ONGs

5.3.1.1. Voluntarios

5.3.1.2. Líderes

5.3.1.2.1. direção que estimula os voluntarios

5.3.1.2.2. com experiência profissional de alto-nível

5.3.1.2.3. imbuídos de valores altamente positivos

5.3.1.2.4. lidam com parcos recursos

5.3.1.2.5. buscam resultados reais e a longa prazo

5.3.2. Empresas

5.3.2.1. Funcionários comprometidos devido a remuneração

5.3.2.2. Chefes

5.4. Afinal, o que é liderança?

5.4.1. Liderança

5.4.1.1. Mais valioso

5.4.1.2. O atributo com a maior demanda e menor oferta no mercado

5.4.1.3. Alicerce para a gestão comtemporânea

5.4.2. Definindo liderança

5.4.2.1. É essencialmente influenciar

5.4.2.2. É essencialmente relacionada a pessoas

5.4.2.3. É essencialmente relacionado com trabalho em equipe

5.4.2.4. É uma forma de relacionamento entre pessoas