Educação a Distância-ADDIE - Design Instrucional

Solve your problems or get new ideas with basic brainstorming

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Educação a Distância-ADDIE - Design Instrucional by Mind Map: Educação a Distância-ADDIE - Design Instrucional

1. Desenvolvimento-development

1.1. A fase de desenvolvimento e os modelos de design instrucional: DI fixo, DI aberto, DIcontextualizado

1.1.1. Goal 1

1.1.2. Goal 2

1.2. No DI fixo=>O designer instrucional acompanha a fase de desenvolvimento realizada por especialistas. Ele faz validações intermediarias dos produtos especificados na fase de design, realiza testes e valida com o cliente e demais interessados a versão dos produtos (pacotes fechados).

1.2.1. Session Rule 1

1.2.2. Session Rule 2

1.3. No DI aberto=> O designer instrucional auxilia os educadores ou a equipe de apoio no desenvolvimento de materiais como guias de estudo e manuais de orientação. Ele também acompanha a programação prévia das ferramentas a serem utilizadas na execução (design do AVA)

1.4. No DI contextualizado => O designer instrucional faz a programação de atividades, interações e regras de adaptação a serem aplicadas durante a fase de execução. Como resultado, gera um pacote com toda a informação que é necessária para a execução das unidades descritas.

2. Implementação-implementation

2.1. A implementação constitui a situação didática propriamente dita, quando ocorre a aplicação da proposta de design instrucional. No aprendizado eletrônico, ela é subdividida em duas fases: a de publicação e a de execução

2.2. A fase de publicação consiste em disponibilizar as unidades de aprendizagem aos alunos. Envolve fazer a carga (upload) de conteúdos, configurar ferramentas, determinar horários de início e fim para as atividades e definir papéis e privilégios para usuários. A publicação pode ser anterior à execução (DI fixo) ou ocorrer durante a situação didática, com a configuração do ambiente de aprendizagem unidade a unidade (DI aberto). O importante é saber que é na fase de execução que os alunos realizam as atividades propostas, interagindo com conteúdos, ferramentas, educadores e outros alunos, conforme o desenho do curso.

3. Avaliação-evaluation

3.1. A fase de avaliação inclui considerações sobre a afetividade da solução proposta, bem como a revisão das estratégias implementadas. Nela, avalia-se tanto a solução educacional quanto os resultados de aprendizagem dos alunos, que, em ultima instância, refletirão a adequação do design instrucional.

3.1.1. É importante assinalar que a avaliação da aprendizagem pode iniciar-se antes mesmo da execução, por meio da realização de diagnósticos para verificar características dos alunos e se eles possuem determinados conhecimentos e habilidades. Os resultados da avaliação diagnóstica podem determinar agrupamentos de alunos de acordo com características comuns ou oferecer caminhos alternativos conforme perfis identificados.

3.2. A avaliação da solução educacional deve permear todo o processo de DI, desde a fase inicial de análise. Um dos papeis do designer instrucional é avaliar, revisar e validar, os demais envolvidos, os produtos resultantes de cada fase do DI- relatório de análise, storyboards ou roteiros, interface do curso, relatórios de acompanhamento e relatórios finais de avaliação.

4. Desenho - design

4.1. resultado de um processo ou produto, em termos de forma e funcionalidade, com propósitos e intenções claramente definidos.

4.2. etapa do processo de design instrucional que abrange o planejamento e o design da situação didática, o mapeamento e seqüenciamento dos conteúdos, a definição de estratégias e atividades de aprendizagem para alcançar os objetivos, a seleção de mídias e ferramentas,a descrição dos materiais a serem produzidos.

4.3. Design instrucional. ação intencional e sistemática de ensino que envolve o planejamento, o desenvolvimento e a aplicação de métodos, técnicas, atividades, materiais, eventos e produtos educacionais em situações didáticas específicas. Tem como finalidade promover, a partir dos princípios de aprendizagem e instrução conhecidos, a aprendizagem humana.

5. (analysis) Análise

5.1. consiste em compreender o problema educacional e propor uma solução, a partir de análise de necessidades, definição do público-alvo e levantamento de restrições.

5.2. análise contextual, consiste em diferentes níveis contextuais a fim de identificar as necessidades ou os problemas de aprendizagem. Busca definir e caracterizar o público-alvo de maneira a levantar as restrições técnicas, administrativas e culturais.