Online Mind Mapping and Brainstorming

Create your own awesome maps

Online Mind Mapping and Brainstorming

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account? Log In

Modelagem de requisitos de software by Mind Map: Modelagem de requisitos de software
0.0 stars - reviews range from 0 to 5

Modelagem de requisitos de software

Qual a importância da modelagem de requisitos no desenvolvimento de um software?

Especificação de requisito

São todas as atividades realizadas para identificar, analisar, especificar e definir as necessidades de negócio que um aplicativo deve prover para solução do problema levantado. Fundamental na definição de objetivos e limites do sistema a ser desenvolvido. Requisitos que não refletem as reais necessidades dos usuários, incompletos e/ou inconsistentes, mudanças em requisitos que já foram previamente acordados e a dificuldade para se chegar a um acordo entre profissionais de T.I. e usuários são os maiores problemas enfrentados no grupo de atividades de especificação de requisitos.

Requisito

Os requisitos expressam as características e restrições do produto de software do ponto de vista de satisfação das necessidades do usuário, e, em geral independem da tecnologia empregada na construção da solução sendo a parte mais crítica e propensa a erros no desenvolvimento de software. Requisitos são objetivos ou restrições estabelecidas por clientes e usuários do sistema que definem as diversas propriedades do sistema. Um conjunto de requisitos pode ser definido como uma condição ou capacidade necessárias que o software deve possuir para que o usuário possa resolver um problema ou atingir um objetivo ou para atender as necessidades ou restrições da organização ou dos outros componentes do sistema. Tradicionalmente, os requisitos de software são separados em requisitos funcionais e não-funcionais.

Não-funcional

Os requisitos não-funcionais não estão ligados diretamente com as funções fornecidas pelo sistema. Em geral se preocupam com padrões de qualidade como confiabilidade, desempenho, robustez, segurança, usabilidade, portabilidade, legibilidade, qualidade, manutenibilidade, entre outros. São muito importantes, pois definem se o sistema será eficiente para a tarefa que se propõe a fazer.

Funcional

Os requisitos funcionais são a descrição das diversas funções que clientes e usuários querem ou precisam que o software ofereça. Eles definem a funcionalidade desejada do software. O termo “função” é usado no sentido genérico de operação que pode ser realizada pelo sistema, seja através comandos dos usuários ou seja pela ocorrência de eventos internos ou externos ao sistema. A especificação de um requisito funcional deve determinar o que se espera que o software faça, sem a preocupação de como ele faz. É importante diferenciar a atividade de especificar requisitos da atividade de especificação que ocorre durante o design do software. No design do software deve-se tomar a decisão de quais as funções o sistema efetivamente terá para satisfazer àquilo que os usuários querem.

Gestão

Preocupa-se com a documentação, versionamento, controle de mudanças e qualidade dos requisitos levantados na fase de especificação de requisitos. Todo requisito apresenta um ciclo de vida único que acompanha a dinâmica dos negócios associados. Assim sendo, não se pode esperar que um requisito seja imutável ao longo do tempo, uma vez que o negócio do qual o requisito se desprende é dinâmico.

Métricas de requisitos

Existem métricas para avaliar a qualidade dos requisitos. Algumas delas são: 1) Frases vagas: avalia quantidade de sentenças com palavras vagas; 2) Frequência de comentário: avalia o número de sentenças comentadas; 3) Avalia o número de sentenças que contenham opiniões pessoais.

Objetivos

A partir dos objetivos que pretedemos em um software chegamos aos requisitos do mesmo.

Caso de uso

Casos de uso descrevem os requisitos funcionais de um dado sistema. É uma interação típica entre um usuário e um sistema. Um caso de uso captura alguma função visível ao usuário e, em especial, busca atingir uma meta do usuário. Assim um caso de uso pode ser definido como uma seqüência de ações que o sistema executa e produz um resultado de valor para o ator.

Técnicas de levantamento

Análise de documentos

Na análise de documentos explora-se o conhecimento escrito encontrado no universo de informações. Na modelagem dos requisitos essa técnica é muito útil para a definição dos objetos que compõem o modelo. A análise dos documentos permite um contato com o vocabulário utilizado no domínio do problema e auxilia na construção do glossário de termos especializados, que tem por objetivo definir os objetos e equalizar o conhecimento dos stakeholders.

Entrevista

Entrevista é uma técnica de interação entre entrevistado (especialista do conhecimento) e entrevistador (engenheiro de requisitos) buscando revelar conceitos, objetos e a organização do domínio do problema, além de buscar soluções ou projeções de soluções que comporão o domínio da solução.

Reunião

Reunião é uma técnica que prevê a participação coletiva dos envolvidos para discutir questões do domínio do problema. Esta prática permite uma interação mais natural entre os participantes e dispor de múltiplas visões sobre a questão abordada.

Observação

Observação é uma técnica na qual o engenheiro de requisitos procura ter uma posição passiva no domínio do problema, observando seus elementos e comportamentos. Esta estratégia visa obter um entendimento inicial sobre o contexto em estudo.