VISÃO HISTÓRICA DA INTELIGÊNCIA

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
VISÃO HISTÓRICA DA INTELIGÊNCIA by Mind Map: VISÃO HISTÓRICA DA INTELIGÊNCIA

1. MAYER e SALOVEY definem como habilidade de perceber, expressar, compreender e regular emoções;

1.1. Junto com a inteligência cognitiva (como media de de QI), contribui para o desenvolvimento da superdotação.

2. 1. INFLUÊNCIAS FILOSÓFICAS / VISÃO DA INTELIGÊNCIA

2.1. PLATÃO: como sabedoria.

2.1.1. ARISTÓTELES: Como virtude moral e intelectual.

2.1.1.1. DESCARTES: a partir da mente ou consciência.

2.1.1.1.1. LOCKE: impressão sensorial e da reflexão.

3. 2. TESTES SENSORIAIS

3.1. Segundo GALTON as inteligências é herdada.

3.1.1. QUOCIENTE MENTAL (QI) estimado de 200.

3.1.1.1. Métodos psicológico, médico e pedagógico.

4. 3. CONTROVÉRSIA DOS TESTES

4.1. LEWIS TERMAN: Descreveu e mediu a superdotação, defendeu a genética e a hereditariedade.

4.1.1. LETA HOLLINGWORTH: Considerou a escola em exercer a tarefa de educar e treinas as crianças superdotadas, defendendo que a habilidade natural dependia de oportunidades na sociedade.

5. O PAPEL DA CRIATIVIDADE

5.1. o que faz a superdotação e os talentos notáveis é a criatividade, que implica em fazer coisas de forma diferente do que já foi feito antes.

6. 4. SPEARMAN, THURSTONE E CATTELL

6.1. Os críticos não disputam a estabilidade dos resultados dos testes de inteligência, nem o fato de que eles possam medir com mais eficácia a realização escolar.

7. GUILFORD E TORRANCE:

7.1. Acreditavam que a criatividade poderia ser desenvolvida em todos os estudantes.

8. 5. PIAGET

8.1. Procurou explicar o desenvolvimento intelectual pelas mudanças no desenvolvimento do funcionamento cognitivo, interagindo com a criança com seu ambiente.KJ

9. 6. VIGOTSKY

9.1. Acreditava que a aquisição de conhecimento (as habilidades necessárias para raciocinar, compreender e memorizar) é um processo que se dá pela experiência, sendo mediado pela vivência da criança na sociedade.HH

10. 7. CRÍTICAS AOS TESTES PSICOMÉTRICOS

10.1. a. centram primeiramente na linguagem e na matemática; b. as perguntas nos testes de QI são apresentadas fora de contexto; c. enfatizam mais a memória e a lembrança de fatos; d. penaliza as crianças que pensam de forma criativa ou imaginativa; e. a criança é prejudicada por demorar em analisar a questão.

11. INTELIGÊNCIA NO MUNDO CONTEMPORÂNEO

11.1. Torna-se, portanto, tarefa da escola estimular todos os seus alunos o desenvolvimento e a expressão do talento criador e da inteligência.

12. Três das teorias mais influentes foram propostas por Gardner (TEORIA DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS), Sternberg (TEORIA TRIÁRQUICA DE INTELIGÊNCIA) e Renzulli (MODELO DE ENRIQUECIMENTO ESCOLAR).

13. INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

14. UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Professora: Ângela M. R. Virgolim CLÁUDIA RODRIGUES ALVES SANTANA Curso de Extensão