Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Discromias by Mind Map: Discromias

1. São patogenias caracterizadas por alterações por alteração da cor da pele.Apresentando-se de forma localizada,difusa,regional ou circunscrita no corpo.As alterações na pigmentação cutânea são causadas de modo geral pela alteração na produção, na transferência ou na perda de melanina pela pele.(NICOLLETI,M et al,2002)

2. Tipos de Discromias

3. Acromias

4. caracterizada pela falta total de pigmentação.Temos o Vitiligo que ocorre pela ausência ou falta de melanócitos

5. Hipocromias- caracterizada pela pouca pigmentação em um determinado local:

6. Congênita - o albinismo (deficiência na produção de melanina)

6.1. Adquirida – Leucodermia Solar (sardas brancas ou pano branco)

7. Hipercromias

7.1. caracterizada pelo excesso de pigmentação distinta da cor natural:

7.2. Congênita – efélides ou sardas (aumento de melanina em um determinado ponto do corpo/rosto)

7.3. Adquirida – que temos o melasma (hiperatividade melanócito focal)

8. Tratamentos para discromias cutâneas:

8.1. O laser:

8.1.1. aplicado na mancha do melasma, causa um "impacto" que quebra a estrutura do pigmento e este será absorvido e eliminado pelas nossas células.

8.1.1.1. A aplicação do laser é indolor: não há necessidade de nenhuma anestesia, nem tópica. A uso desse laser para melasma Não Agride a Pele. Após a aplicação não há vermelhidão ou descamação.

8.2. Despigmentantes

8.2.1. Principais despigmentantes cutâneos

8.2.1.1.  Ácido ascórbico: agente despigmentante atuando na inibição da melanogênese; possui baixa estabilidade química em formulações de uso tópico

8.2.2.  Ácido azeláico: inibidor enzimático da tirosinase e antioxidante. Eficaz no tratamento da hiperpigmentação pós-inflamatória e melasma.

8.2.2.1.  Ácido glicólico: tem ação descamativa na pele (peeling).

8.2.3.  Ácido Kójico: age inibindo a tirosinase e também os precursores da melanina.

8.2.3.1.  Ácido retinoico: tem ação descamativa da pele (peeling).

8.2.4.  Hidroquinona: age inibindo a tirosinase e induz modificações na membrana dos melanócitos acelerando a degradação dos melanossomas, fator que causa a despigmentação.

8.2.4.1.  Flavonóides: inibem a tirosinase e são antioxidantes naturais.

9. Tratamentos para hipercromia