SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR by Mind Map: SISTEMA DE ORGANIZAÇÃO E GESTÃO ESCOLAR

1. DIREÇÃO

1.1. DIRETOR

1.1.1. valoriza a qualidade do ensino, o projeto pedagógico, a supervisão e a orientação pedagógica e cria oportunidades de capacitação docente;

1.1.2. Mantém a escola dentro das normas do sistema educacional, segue portarias e instruções; é exigente no cumprimento dos prazos.

1.1.3. preocupa-se com a gestão democrática e com a participação da comunidade, está sempre rodeado de pais, alunos e lideranças do bairro, abre a escola nos finais de semana e permite trânsito livre em sua sala.

1.2. SECRETÁRIOS

1.2.1. ele auxilia na parte administrativa;

1.2.2. conhece tudo o que a escola oferece, qual a capacidade de atendimento, número de alunos, professores e de turmas, valores de mensalidades, conhece todos os profissionais que trabalham nela e pode informar qual a função, horário de atendimento e sala de cada um

1.2.3. se responsabiliza por organizar boletins, informativos e quadros de avisos.

1.2.4. Precisa estar apto a atender ao público interno e externo de maneira satisfatória.

2. COMUNIDADE

2.1. Participa da construção e gestão do projeto político pedagógico escolar.

2.2. Integra as instâncias de participação das escolas, como comitês escola-comunidade, conselhos escolares, comissões de trabalho, etc.

2.3. Atua como protagonista de processos educativos, compartilhando seus saberes, apoiando os professores na condução de atividades, relacionando os conteúdos acadêmicos com a cultura local.

3. EQUIPE PEDAGÓGICA

3.1. COORDENADOR PEDAGÓGICO

3.1.1. Auxilia os professores na elaboração e diversificação de suas aulas. Busca alternativas junto aos professores para trabalhar os conteúdos propostos de forma mais efetiva, clara e que possa atingir os alunos, melhorando e facilitando o processo de ensino-aprendizagem.

3.2. PROFESSORES

3.2.1. Agente de educação integral, cujas habilidades, conhecimentos e atitudes em relação ao aluno, são o centro de eficácia do processo educativo.

3.3. ORIENTADOR EDUCACIONAL

3.3.1. Auxiliar o educando quanto a seu auto-conhecimento, a sua vida intelectual e a sua vida emocional.

3.3.2. Procurar trazer a família para cooperar de maneira mais eficiente e positiva na vida do educando.

3.3.3. Realizar trabalho de aproximação da escola com a comunidade.

3.3.4. Trabalhar para estabelecer na escola um ambiente de alegria e confiança.

4. PAIS E/OU RESPONSÁVEIS

4.1. Visitar a escola não somente quando forem solicitados pelo Diretor de Turma ou pelo Núcleo Gestor.

4.2. Participar do processo ensino-aprendizagem visando a permanência do educando na escola, a diminuição da infrequência e a melhoria da aprendizagem;

4.3. Se preocupar com o rendimento de seu filho (quantitativo e qualitativo) ao longo dos bimestres, dos semestres ou dos anos;

5. O clima organizacional escolar precisa ser favorável à aprendizagem e precisa estimular que os professores desenvolvam trabalhos onde a curiosidade do aluno seja despertada para continuar a aprendendo e que ele receba na escola as condições para tal. Onde cada um, professores e alunos ofereçam o melhor de si.

6. Planejamento

6.1. Consiste na explicitação de objetivos e antecipação de decisões para orientar a instituição, com a previsão do que se deve fazer para atingi-los.

7. Organização

7.1. Compreende a racionalização de recursos humanos, físicos, materiais, financeiros, ou seja, os meios pelos quais se asseguram a efetividade dos processos de ensino e aprendizagem, criando e viabilizando as condições e modos para se realizar o que foi planejado.

8. Avaliação

8.1. É a comprovação e a avaliação do funcionamento da escola. Ou seja: com base em dados e informações coletados através de processos e instrumentos diversificados, a avaliação consiste em verificar se o que foi previsto está sendo alcançado, de fato. A avaliação envolve além da análise qualitativa de dados e informações, a apreciação valorativa (juízo de valor), a quantificação, a mensuração, ou seja, o uso de formas diferenciadas de medidas com critérios definidos previamente.

9. Direção e coordenação

9.1. Implicam a coordenação do esforço humano coletivo do pessoal da escola. Trata-se do desenvolvimento propriamente dito dos processos de planejamento, da organização e da avaliação. Assim, as funções de direção e coordenação envolvem: mobilização, liderança, motivação, comunicação e a capacidade de articulação dos esforços de cada um dos atores envolvidos nesses processos. Dirigir e coordenar implica o exercício da autoridade – e não do autoritarismo – da responsabilidade, do poder de decisão, da disciplina e da iniciativa.