SISTEMAS OPERACIONAIS

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
SISTEMAS OPERACIONAIS por Mind Map: SISTEMAS OPERACIONAIS

1. FUNÇÕES DO SISTEMA

1.1. Gerência de Processos

1.1.1. Cria e exclui processo de usuário e de sistema

1.1.2. Suspender e retornar processos

1.1.3. Fornecer Mecanismos para sincronização e comunicação entre processos

1.2. Gerência de Memória Principal

1.2.1. Mantém registros de quais partes da memória estão em uso e por quem

1.2.2. Decidem quais processos devem ser carregados no espaço disponível

1.2.3. Alocar e desalocar espaço

1.3. Gerenciar arquivos e pastas

1.3.1. Criação e exclusão de Arquivos e diretórios

1.3.2. Fornecer suporte para manipulação de arquivos e diretórios

1.3.3. Mapear arquivos no armazenamento secundário

1.4. Gerência do Sistema E/S

1.4.1. Comunicar com as gerências de memória principal, arquivos e armazenamento secundário para buffering, cache e spooling

1.4.2. Interface geral de drivers de dispositivo

1.4.3. Drivers para dispositivos de hardware específicos

1.5. Gerência do Sistema Secundário

1.5.1. Gerencia de espaço livre

1.5.2. Alocação de espaço

1.6. Redes

1.6.1. Estratégia de conexão

1.6.2. Roteamento de mensagens

1.6.3. Problemas de disputa

1.6.4. Segurança

1.7. Sistema de Proteção

1.7.1. Processos devem ser gerenciados apenas com a permissão do usuário

2. TIPOS DE SISTEMAS OPERACIONAIS

2.1. Grande porte

2.1.1. Main frame

2.2. Servidores

2.2.1. Windows Server Standard

2.2.2. Windows Server DataCenter

2.2.3. Windows Server Essentials

2.3. Multiprocessadores

2.3.1. INTEL

2.3.1.1. Core i3, i5 e i7

2.3.1.2. Quad Core

2.3.1.3. Dual core

2.4. Pessoais

2.4.1. Windows

2.4.1.1. Windows 1.0 (1985)

2.4.1.1.1. Popularização do Mouse

2.4.1.1.2. interface DOS

2.4.1.2. Windows 2.0 (1987)

2.4.1.2.1. Possibilidade de sobrepor várias janelas

2.4.1.2.2. Introdução do painel de controle

2.4.1.2.3. Primeira versão a utilizar o word e excel

2.4.1.3. Windows 3/ 3.1 (1990)

2.4.1.3.1. Primeiro windows que necessitava de disco rígido para instalação e não disquetes

2.4.1.3.2. esquema de 256 cores

2.4.1.3.3. Multitarefa

2.4.1.4. Windows 95 - (1995)

2.4.1.4.1. Inclusão do Menu Iniciar

2.4.1.4.2. Internet Explorer

2.4.1.4.3. Sistema 32 bits

2.4.1.4.4. Reconhecimento e instalação de pefiréricos automáticamente (Plug and Play)

2.4.1.5. Windows 98 (1998)

2.4.1.5.1. Botões de navegação que permitia avançar ou voltar no Windows Explorer

2.4.1.5.2. Popularização do USB

2.4.1.5.3. Novos aplicativos como Address Book, Microsoft Chat e Netshow Player (substituído pelo Media Player)

2.4.1.6. Windows 2000

2.4.1.6.1. Baseado no Windows NT (para negócios)

2.4.1.6.2. Base de criação do XP

2.4.1.6.3. Suporte para hibernação

2.4.1.7. Windows ME(2000)

2.4.1.7.1. Ultima versão baseada no MS-DOS

2.4.1.7.2. Introdução de ferramentas de execução de rotinas automatizadas

2.4.1.7.3. Editor de Filmes Movie Maker

2.4.1.8. Windows XP (2001)

2.4.1.8.1. Junção de sistemas operacionais pessoas e empresariais.

2.4.1.8.2. Primeira versão com gravação de cd embutida, autoplay de discos

2.4.1.8.3. Ferramentas Automatizadas de atualização e recuperação

2.4.1.9. Windows Vista (2006)

2.4.1.9.1. Modificação de design com janelas transparentes

2.4.1.10. Windows 7 (2009)

2.4.1.10.1. Velocidade e estabilidade

2.4.1.10.2. Reconhecimento de escrita

2.4.1.10.3. Redimensionamento automático de Janela

2.4.1.11. Windows 8/ 8.1

2.4.1.11.1. Mudança drástica na interface

2.4.1.11.2. Otimizado para a tecnologia Touch

2.4.1.11.3. Widgets em tempo real

2.4.1.12. Windows 10

2.4.1.12.1. Sistema focado em desktops mas com aplicação para celulares, tablets e computadores híbridos

2.4.2. UNIX

2.4.2.1. Linux (1991)

2.4.2.1.1. Debian (1993)

2.4.2.1.2. Slackware (1993)

2.4.2.1.3. Redhat (1995)

2.4.2.1.4. Gentoo (2002)

2.4.2.1.5. CentOS (2003)

2.4.2.1.6. Fedora (2003)

2.4.2.1.7. Ubuntu (2004)

2.4.2.1.8. Mint (2006)

2.4.2.1.9. OpenSuse (2006)

2.4.2.1.10. Kali (2013)

2.4.3. Mac Os X

2.4.3.1. Cheetah (2000)

2.4.3.1.1. Núcleo do sistema remodelado

2.4.3.1.2. Aprimoramento na gerência de memória

2.4.3.1.3. Aplicativos de e-mail, editor de texto, suporte a PDF, suporte OpenGL

2.4.3.1.4. Primeira versão com iTunes.

2.4.3.2. Puma (2001)

2.4.3.2.1. Melhoria no desempenho geral do sistema

2.4.3.2.2. Suporte à gravação de CD e DVD

2.4.3.2.3. Introdução do Image Capcture para câmeras digitais e Escâneres

2.4.3.3. Jaguar (2002)

2.4.3.3.1. Melhoria no desempenho e estabilidade

2.4.3.3.2. Suporte ao sistema de impressão de CUPS

2.4.3.3.3. Filtro de mensagens indesejadas no Mail.

2.4.3.3.4. Desenvolvido o Quartz Extreme que permite a composição gráfica seja realizada diretamente na placa de video, diminuindo a carga do processador.

2.4.3.4. Panther (2003)

2.4.3.4.1. Aprimoramento do sistema de buscas

2.4.3.4.2. Troca de usuários em um mesmo sistema

2.4.3.4.3. Ferramenta de programação Xcode

2.4.3.4.4. Introdução do FileVault para criptografar o disco dos usuários

2.4.3.5. Tiger (2005)

2.4.3.5.1. Primeiro Sistema operacional com a arquitetura Apple-Intel que utilizava processadores baseados em x86

2.4.3.5.2. Adicionado o Automator para programar ações

2.4.3.5.3. Adicionado o Grapher para desenhos gráficos tridimencionais

2.4.3.6. Leopard (2007)

2.4.3.6.1. Design e Dock novos

2.4.3.6.2. Desempenho otimizado

2.4.3.6.3. Ferramenta de backup da Apple implantada

2.4.3.6.4. Adicionado suporte para aplicações de 64 bits

2.4.3.7. Snow Leopard (2009)

2.4.3.7.1. Objetivo principal foi melhorar o desempenho e reduzir a utilização de memória

2.4.3.7.2. Maioria dos Softwares reescrita para se adequar ao hardware moderno

2.4.3.7.3. extinguiu o suporte à computadores de arquitetura PowerPC

2.4.3.7.4. BootCamp com suporte à leitura e escrita em partições.

2.4.3.8. Lion (2010)

2.4.3.8.1. Adicionado mecanismo de compartilhamento de arquivos entre Mac's, o AirDrop

2.4.3.8.2. Mecanismos de auto correção do iOS integrados no sistema

2.4.3.8.3. Introdução do AutoSave

2.4.3.9. Mountain Lion (2012)

2.4.3.9.1. Recurso Gatekeeper que torna a instalação de programas mais seguras

2.4.3.9.2. Troca de mensagens pelo iMessenger sem custo

2.5. Portáteis

2.5.1. iOs

2.5.2. Andoid

2.5.2.1. 1.6 Donut

2.5.2.2. 2.1 Eclair

2.5.2.3. 2.2 Froyo

2.5.2.4. 2.3 Gingerbread

2.5.2.5. 3.0 Honeycomb

2.5.2.6. 4.0 Ice Cream Sandwich

2.5.2.7. 4.1 Jeally Bean

2.5.2.8. 4.4 Kitkat

2.5.2.9. 5.0 Lollipop

2.5.2.10. 6.0 Marshmallow

2.5.2.11. 7.0 Nougat

2.5.2.12. 8.0 Oreo

2.5.3. Windows Phone

2.5.4. Firefox OS

2.6. Embarcados

2.6.1. Sistema de elevadores

2.6.2. Sistemas de microondas

2.7. Tempo Real

2.7.1. Críticas: Tráfego Aéreo

2.7.2. Não Críticas: Servidor Voip

2.8. Descentralizados

2.8.1. Blockchain

2.8.1.1. Sistema de banco de dados em cadeia, onde para ser realizada uma transação bancária (no caso de bitcoins), é necessária a aprovação da rede que constata que aquela transação é verdadeira. Precisa-se de um Ok da rede, que monitora toda a transação.

2.8.2. Internet

2.8.2.1. Uma vez que não há gerenciamento de tráfegos e recursos para esse tipo de sistema, a internet se encaixa perfeitamente nesse conceito.

3. ESTRUTURA

3.1. SISTEMAS MONOLÍTICOS

3.1.1. Computadores com um grande núcleo que opera todo o sistema como um todo, englobando todos os serviços. Tem como destaque o desempenho já que o baixo nível do hardware pode ser mais explorado.

3.1.1.1. MD-DOS

3.1.1.2. UNIX

3.1.1.3. SOLLARYS

3.2. SISTEMAS EM CAMADAS

3.2.1. Agrupamento de camadas que tem como objetivo facilitar a utilização de vários usuários, desde usuários mais simples, como também para negócios.

3.2.1.1. CAMADAS

3.2.1.1.1. subconjunto de aplicativos que integram um aplicativo maior

3.2.1.1.2. Aplicativos do nível negócio

3.2.1.1.3. Aplicativos voltados para utilitários

3.2.1.1.4. Software do sistema em si, facilitando o gerenciamento do próprio hardware de forma mais prática

3.3. CLIENTES SERVIDORES

3.3.1. Arquitetura onde a informação é dividida em módulos e enquanto um processo fica responsável pela manutenção de informação, os outros ficam responsáveis pela coleta de dados. O mais importante é que todas as máquinas estejam ligadas na rede.

4. CARACTERÍSTICAS

4.1. MULTIUSUÁRIO

4.1.1. Um processador onde dois ou mais usuários podem trabalhar com programas e compartilhar dispositivos como impressoras e webcam, por exemplo.

4.2. MULTITAREFA

4.2.1. Um processador que é capaz de operar com multi aplicações, onde mesmo tendo dois usuários conectados na mesma máquina, ele consegue operar normalmente, sem a necessidade de finalizar as tarefas abertas nos usuários.

4.3. MULTIPROCESSADOR

4.3.1. É um processador com capacidade de executar simultaneamente dois ou mais processos.

4.4. MULTI-THREADS

4.4.1. Considerado como "trabalho em grupo" de um processador, um computador multi-threads faz com que um processo seja dividido em partes menores para que o processo seja mais ágil. Um computador com oito núcleos de processamento e multi-threads de 12 threads faz com que o processamento seja muito mais rápido do que o mesmo processador sem threads

5. CONCEITOS

5.1. O sistema Operacional é um conjunto de programas que inicializam o hardware do computador. Com ele, o usuário tem acesso a uma série de ações dentro do sistema, como criação de pastas, gerenciamento da memória, entre outras funcionalidades que vão se aperfeiçoando com o passar dos anos.