Pressupostos do Modelo de Integração da Amazônia Brasileira aos Mercados Nacional e Internaciona...

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
Pressupostos do Modelo de Integração da Amazônia Brasileira aos Mercados Nacional e Internacional em Vigência nas Últimas Décadas: a modernização às avessas por Mind Map: Pressupostos do Modelo de Integração da Amazônia Brasileira  aos Mercados Nacional e Internacional em Vigência nas Últimas Décadas: a modernização às avessas

1. A base teórica e política do modelo de integração aos mercados nacional e internacional

1.1. Pressupostos teóricos do modelo

1.1.1. A1. Oferecer inúmeras vantagens fiscais aos novos empresários que quisessem investir em novos capitais na região; A2 Facilitar o acesso a grandes extensões de terras e a natureza em geral; A3 Garantia de infraestrutura para os novos projetos; A4 Trazer mão-de-obra barata de outros pontos do Brasil;

1.1.2. B A transferência de capitais para a região amazônica se intensificou e especializou.

2. Condições de vida e de trabalho do homem da Amazônia no momento anterior à ocupação recente

2.1. As terras eram abundantes e livres

2.2. A população era sobretudo rural

2.3. A produção comercial era constituída basicamente de produtos extraídos da floresta

2.4. Características da economia regional na fase anterior ao ciclo das grandes estradas e da integração da Amazônia ao contexto nacional

2.5. O homem produzia para a sua subsistência pessoal e familiar, com base no complexo mata-rio-roça-quintal

3. O lugar social e político dos articuladores do discurso dos novos desenvolvimentistas

3.1. O novo modelo de desenvolvimento para Amazônia

3.1.1. Criação de dois órgãos

3.1.1.1. BASA

3.1.1.2. SUDAM

4. Os pressupostos fundamentais do modelo econômico implantado pelos governos militares para desenvolver e integrar a Amazônia e seus efeitos perversos sobre a população e a natureza

4.1. Quanto à natureza

4.2. Quanto à cultura

4.3. Quanto ao capital, ao trabalho e às atividades produtivas em geral

4.4. Quanto ao modelo de desenvolvimento em geral

5. Os males do modelo

5.1. O modelo de desenvolvimento é altamente danoso à natureza

5.2. Desperdiça o que a região tem de mais precioso

5.3. Ignora que a Amazônia é o maior banco genético do planeta

5.4. O modelo começa a apresentar tênues e lentos sinais de mudanças em vários pontos

5.5. A exportação de bens primários é incapaz de conduzir a via do desenvolvimento

5.6. Concentrador de renda

5.7. é gerador de conflitos sociais

5.8. Desenraíza as populações do campo

5.9. Leva ao endividamento

6. Princípios para nortear um novo modelo

6.1. Respeitar as populações locais

6.2. Desenvolver pesquisas multidisciplinares

6.3. Respeitar a natureza

6.4. Promover a mudança da base produtiva regional

6.5. Diversificar o mais possível a base produtiva

6.6. Desenvolver oportunidades de geração de emprego

6.7. Ser democrático na distribuição de renda