9 - A Internet

Mapa mental com o conteúdo da aula sobre a Internet para o curso de engenharia elétrica da faculdade metropolitana de Porto Velho, ministrada pelo professor Autran (www.profautran.com.br)

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
9 - A Internet por Mind Map: 9 - A Internet

1. Histórico

1.1. No final de outubro de 1957 ocorreu um evento que iria mudar o mundo.

1.2. A União Soviética lançou com sucesso o primeiro satélite na órbita da Terra. Chamado “Sputnik 1”

1.3. os Estados Unidos, tinha seu próprio programa de lançamento de satélites, mas ainda não havia lançado.

1.3.1. disputa entre o Exército, a Marinha e a Força Aérea pelo orçamento de pesquisa do Pentágono

1.3.2. A solução adotada foi a criação da ARPA

1.3.2.1. Advanced Research Projetcts Agency – Agência Avançada de Pesquisas e Projetos

1.3.3. A ARPA não tinha cientistas nem laboratórios. Ela não tinha nada além de um escritório e de um pequeno orçamento (pelos padrões do Pentágono).

1.3.4. A agência realizava seu trabalho oferecendo concessões e contratos a universidades e empresas cujas ideias se pareciam promissoras.

1.3.4.1. 1960, Joseph Licklider publicou "Relação Homem-Computador"

1.3.4.1.1. ideia de computadores em rede fornecendo armazenamento e consulta de informações.

1.3.4.2. 1962

1.3.4.2.1. Joseph Licklider fundou o grupo de pesquisa da ARPA voltado para o estudo dos computadores

1.4. Arpanet

1.4.1. Desenvolvida em 1969, com o objetivo de conectar os departamentos de pesquisa

1.4.1.1. Iniciou o projeto em 1967

1.4.1.2. Em 1969 foi inaugurada interligando 4 computadores

1.4.2. Criada com base na técnica de pacotes, que é utilizada na Internet ate hoje.

1.4.2.1. X.25

1.4.2.2. JANET (Conjunto de rede acadêmica)

1.4.2.3. CompuServe

1.4.3. Rede orientada a conexão

1.4.3.1. Antes da ARPANET já existia outra rede.

1.4.3.2. Ponto central no pentagono

1.4.3.3. Medo de um ataque nuclear

1.4.3.3.1. Imagem

1.4.4. A Arpanet era diferente

1.4.4.1. Backbone que passava por baixo da terra

1.4.4.2. sem ter um centro definido

1.4.4.3. Sem uma rota única para as informações

1.4.4.4. Imagem

1.4.4.4.1. ARpanet

1.4.5. 1970 - Inicio da Expansão

1.4.5.1. Imagem

1.4.6. 1974 - TCP/ip

1.4.6.1. O crescimento rápido da redes tornou seu protocolo Inadequado

1.4.6.1.1. Network Control Protocol (NCP)

1.4.6.2. Proliferação de Protocolos

1.4.7. NSFNET

1.4.7.1. rede sucessora para a ARPANET, que seria aberta a todos os grupos de pesquisa universitários.

1.4.7.1.1. primeira WAN TCP/IP

1.4.7.1.2. Rapidamente sobrecarregada

1.4.7.1.3. Proibida para fins comerciais

1.4.7.1.4. Motivou a criação a ANS (Redes Avançadas e Serviços)

1.4.7.2. Criada pela Fundação Nacional de Ciência - NSF

1.4.8. 1990 - ANSNET

1.4.8.1. Essa rede operou por 5 anos e depois foi vendida

1.4.8.2. ficou claro que o governo deveria deixar o negócio de redes.

2. Conceito

2.1. A Internet não é uma rede

2.1.1. Internet

2.2. É um vasto conjunto de redes diferentes que utilizam certos protocolos comuns e fornecem determinados serviços comuns

2.3. É um sistema pouco usual no sentido de não ter sido planejado nem ser controlado por ninguém.

3. Linha do tempo da Internet

3.1. 1969

3.1.1. Unix

3.1.2. Arpanet

3.2. 1971

3.2.1. E-mail

3.2.1.1. Ray Tomlinson

3.2.1.2. símbolo "@"

3.2.2. Project Gutenberg e eBooks

3.2.2.1. Michael Hart

3.2.2.2. Livros e documentos publicos

3.3. 1972

3.3.1. CYCLADES

3.3.1.1. França

3.4. 1973

3.4.1. A primeira conexão transatlântica e a popularidade do e-mail

3.4.1.1. University College de Londres.

3.4.2. o e-mail representou 75% de toda a atividade da rede Arpanet.

3.5. 1974

3.5.1. O início do TCP / IP

3.6. 1975

3.6.1. O cliente de e-mail

3.6.1.1. John Vittal

3.6.1.2. adição de "Resposta" e "Encaminhar"

3.7. 1977

3.7.1. O modem PC

3.7.1.1. Dennis Hayes e Heatherington Dale

3.8. 1978

3.8.1. The Bulletin Board System (BBS)

3.8.1.1. grupo de discussão, arquivos para downloads e jogos online

3.8.2. Spam nasce

3.8.2.1. enviado para 600 usuários da Arpanet Califórnia por Gary Thuerk.

3.9. 1979

3.9.1. MUD - A mais antiga forma de jogos multiplayer

3.9.1.1. MultiUser Dungeon

3.9.1.2. inteiramente baseados em texto

3.9.2. Usenet

3.9.2.1. Fórum de discussão

3.10. 1980

3.10.1. software ENQUIRE

3.10.1.1. Primeiros Hipertextos

3.11. 1982

3.11.1. O primeiro emoticon

3.11.1.1. Scott Fahlman

3.11.1.2. :-)

3.12. 1983

3.12.1. Os computadores Arpanet passa a TCP / IP

3.13. 1984

3.13.1. Domain Name System (DNS)

3.14. 1985

3.14.1. As comunidades virtuais

3.14.1.1. comunidade de leitores e escritores da Whole Earth Review

3.15. 1986

3.15.1. Guerra dos Protocolos

3.15.1.1. OSI X TCPIP

3.16. 1987

3.16.1. A Internet cresce,30.000 hosts na Internet

3.17. 1988

3.17.1. IRC - Internet Relay Chat

3.17.1.1. Internet Relay Chat

3.17.2. Primeiro grande vírus de computador

3.17.2.1. o Morris Worm

3.17.2.2. Robert Tappan Morris

3.18. 1989

3.18.1. AOL é lançado

3.18.1.1. o América Online

3.18.1.2. Popularização

3.18.2. A proposta para a World Wide Web

3.19. 1990

3.19.1. Primeiro uso comercial dial-up ISP

3.19.2. Arpanet deixa de existir

3.19.3. World Wide Web finalizada

3.19.3.1. HTML, HTTP e URL.

3.20. 1991

3.20.1. primeira página web criada

3.20.1.1. seu objetivo era explicar o que era World Wide Web

3.20.2. primeiro protocolo de pesquisa

3.20.2.1. Gopher

3.20.3. MP3 torna-se um padrão

3.20.4. A primeira webcam

3.20.4.1. Cafeteira

3.21. 1993

3.21.1. Mosaic - primeiro navegador gráfico para o público em geral

3.21.2. Os governos juntam-se à diversão

3.21.2.1. Casa Branca

3.21.2.2. Nações Unidas

3.22. 1994

3.22.1. Netscape Navigator

3.23. 1995

3.23.1. E-commerce

3.23.1.1. SSL (Secure Sockets Layer)

3.23.1.2. Echo Bay

3.23.1.3. Amazon.com

3.23.2. Geocities, o Vaticano, JavaScript, ActiveX

3.24. 1996

3.24.1. primeiro web-based mail (webmail)

3.24.1.1. Hotmail

3.25. 1997

3.25.1. O termo "weblog" é cunhado

3.25.1.1. Blog

3.26. 1998

3.26.1. Primeira notícia a se espalhar pela internet mais do que na mídia tradicional

3.26.1.1. Monicagate

3.26.2. o Google!

3.26.3. Napster

3.27. 1999

3.27.1. projeto SETI @ home

3.28. 2000

3.28.1. A bolha estoura

3.29. 2001

3.29.1. Wikipédia

3.30. 2003

3.30.1. VoIp

3.30.1.1. Skype

3.30.2. MySpace passa a ser a mais popular rede social

3.30.3. CAN-SPAM Act

3.30.3.1. coloca um limite sobre e-mails não solicitados

3.31. 2004

3.31.1. Web 2.0

3.31.1.1. sites que são altamente interativos

3.31.1.2. Web como plataforma

3.31.2. Social Media

3.31.2.1. criar e compartilhar conteúdo e conectar-se a outras pessoas

3.31.3. Digg

3.31.3.1. site de notícias sociais

3.31.4. Facebook

3.31.5. Orkut

3.32. 2005

3.32.1. Youtube

3.33. 2006

3.33.1. Twitter

3.33.2. Wikileaks

3.34. 2007

3.34.1. Tv Online

3.34.1.1. Hulu

3.34.2. O iPhone e o Mobile Web

3.35. 2008

3.35.1. Eleições na Internet

3.36. 2009

3.36.1. Whatsapp

3.36.2. Bing

3.37. 2010

3.37.1. Instagram

3.38. 2011

3.38.1. Snapchat

3.39. 2012

3.39.1. Tinder

4. Estrutura da Internet

4.1. Baseado no TCP-IP

4.1.1. E-mail

4.1.2. News Groups

4.1.3. Logon Remoto

4.1.4. Transferência de Arquivos

4.2. WWW

4.2.1. World Wide Web

4.2.1.1. Até o início da década de 1990, a Internet era um reduto de pesquisadores

4.2.2. Permite o acesso por HiperTextos

4.2.2.1. Navegador

4.2.3. Tim Berners-Lee

4.2.4. facilitou o uso da internet, muito embora não tenha alterado os recursos oferecidos pela rede.

4.2.4.1. tornou possível a configuração de diversas páginas de informações de um site contendo texto, figuras, sons e vídeos, com links incorporados para outras páginas

4.3. Hiperlinks

4.3.1. são textos exibidos em formato digital

4.3.1.1. podem conter informações em formato de imagens, sons, vídeos etc

4.3.1.2. servem como uma ponte entre os mais diversos sites da Internet e seus conteúdos

4.3.1.3. Clicando em um link, o usuário é transportado para a página indicada por esse link

4.4. HTTP e HTML

4.4.1. Protocolo de Transferência de Hipertexto (HTTP)

4.4.1.1. sistema que permite a comunicação entre os sites através do Hiperlinks

4.4.2. Linguagem de Marcação de Hipertexto (HTML)

4.4.2.1. codificação que permite a criação de páginas na web através do sistema de etiquetas (TAG)

4.5. Os Navegadores

4.5.1. direcionam para diferentes páginas na internet, mesmo que elas estejam em outro servidor através de Hiperlinks

4.5.2. Erwise e ViolaWWW

4.5.2.1. Somente texto

4.5.3. Mosaic

4.5.3.1. Marc Andreessen e Eric Bina

4.5.3.2. Gráfico

4.5.3.3. Cliente FTP

4.5.3.4. Acesso a USENET e Gopher

4.5.4. NetScape

4.5.4.1. Marc Andreessen

4.5.4.2. Primeiro comercial

4.5.4.3. diversos sistemas operacionais

4.5.5. Internet Explorer

4.5.5.1. Microsoft

4.5.5.2. Monopólio do Windows

4.5.6. A guerra dos Navegadores

4.6. O caminho da Internet

4.6.1. Imagem

4.6.2. Backbone

4.6.2.1. núcleo das redes de Internet

4.6.2.2. responsáveis por distribuir o acesso mundial para a rede de Internet.

4.6.3. Provedor de acesso

4.6.3.1. empresas que contratam o sinal de backbones para distribuir aos seus usuários

4.6.3.2. telecomunicações

4.6.4. Provedor de serviço

4.6.4.1. Provedores

4.6.5. Usuário final

4.6.5.1. Ao chegar no usuário final o sinal de Internet passa a repetir todo o caminho novamente, porém na forma inversa, já que você, como usuário final, também envia sinais

4.6.5.2. processos podem existir outros servidores intermediários

4.6.6. Outros Caminhos

4.6.6.1. Voip

4.6.6.1.1. provedor VoIP

4.6.6.2. P2P

4.6.6.2.1. Kazaa, Emule, Ares, BitTorrent

5. E a Deep Web?

5.1. Conceitos

5.1.1. à camada da internet que não pode ser acessada através de mecanismos de busca, ou o próprio navegador que você usa.

5.1.2. nada é indexado

5.1.2.1. Iceberg

5.2. O que é a deep web?

5.2.1. The Onion Routing - TOR

5.2.1.1. força militar dos Estados Unidos

5.2.1.2. sistemas anônimos de comunicação

5.2.1.3. foi liberada para uso não-governamental

5.2.2. Em 2006 virou uma ONG

5.2.2.1. Cebola

5.2.2.2. Grupos pró-liberdade de expressão

5.2.2.2.1. Electronic Frontier Foundation

5.2.2.2.2. Human Rights Watch

5.2.2.3. Empresas e governos

5.2.2.3.1. Google

5.2.2.3.2. USA

5.2.2.4. Proporciona navegação anonima

5.2.2.4.1. identifica somente o ultimo IP

5.3. Dark Web

5.3.1. Lado Bom

5.3.1.1. Privacidade

5.3.2. Lado Ruim

5.3.2.1. Crimes

5.3.2.1.1. Trafico de Drogas

5.3.2.1.2. Produtos Roubados

5.3.2.1.3. Assassinos de Aluguel

5.3.2.1.4. Hackers

5.3.2.1.5. São negociados nos Fóruns - Chan

5.4. Chans

5.4.1. Abreviação de Channel

5.4.2. São Fóruns de Discussão

5.4.2.1. Todo tipo de discussão

5.4.2.1.1. Odio

5.4.2.1.2. Pornografia

5.4.2.1.3. Terrorismo

5.5. Tem algo de Bom na deep Web?

5.5.1. Como procurar

5.5.1.1. Torch

5.5.1.2. Hidden Wiki

5.5.2. Livros Raros

5.5.3. Tor Status

5.5.4. Tor Mail

5.5.5. Fóruns Interessantes

5.5.6. Alta Privacidade

5.5.6.1. Wikileaks

5.5.6.2. Anonymous

5.5.7. Revoluções

5.5.7.1. Primavera árabe

5.5.7.2. Jornalistas