Papel estratégico da Produção

Aula4-PapelEstratégicodaProdução

Commencez. C'est gratuit
ou s'inscrire avec votre adresse courriel
Papel estratégico da Produção par Mind Map: Papel estratégico da Produção

1. ------------------------------------- Titulo da Aula: Papel Estratégico da Produção Duração da Aula: 1 hr 30 minutos --------------------------------------

2. O Que é Estratégia?

2.1. Origem da Palavra Estratégia

2.1.1. Origem Grega

2.1.1.1. O que é estratégia | Heni Ozi Cukier

2.1.2. Origem Militar

2.1.2.1. Segundo Camargo e Dias (2003), um dos primeiros usos do termo estratégia foi feito há aproximadamente 3.000 anos pelo general chinês Sun Tzu, que afirmava que “todos os homens podem ver as táticas pelas quais eu conquisto, mas o que ninguém consegue ver é a estratégia a partir da qual grandes vitórias são obtidas"

2.1.2.2. O conceito de estratégia...

2.2. Conceitos

2.2.1. LODI (1969:6)

2.2.1.1. “estratégia é a mobilização de todos os recursos da empresa no âmbito nacional ou internacional visando atingir objetivos em longo prazo (...) seu objetivo é permitir maior flexibilidade de resposta às contingências imprevisíveis”.

2.2.2. MICHEL (1990)

2.2.2.1. “a decisão sobre quais recursos devem ser adquiridos e usados para que se possam tirar proveito das oportunidades e minimizar fatores que ameaçam a consecução dos resultados desejados”.

2.2.3. MINTZBERG e QUINN (1991)

2.2.3.1. “é um modelo ou plano que integra os objetivos, as políticas e as ações seqüenciais de uma organização, em um todo coeso”. MEIRELLES e GONÇALVES (2001) definem estratégia como a “disciplina da administração que se ocupa da adequação da organização ao seu ambiente”.

2.2.4. THOMPSON JR. e STRICKLAND III (2000)

2.2.4.1. “conjunto de mudanças competitivas e abordagens comerciais que os gerentes executam para atingir o melhor desempenho da empresa. (...) é o planejamento do jogo de gerência para reforçar a posição da organização no mercado, promover a satisfação dos clientes e atingir os objetivos de desempenho”.

2.2.5. (MEIRELLES e GONÇALVES, 2001).

2.2.5.1. Conceito de grande emprego acadêmico e empresarial, dotado de uma grande amplitude e diversificação, que em alguns aspectos é complementar e, em outros, é divergente.

2.2.6. Resumindo...

2.2.6.1. Combinação entre o que você quer? (objetivos), e como você pretender alcançar os objetivos? “à ponte que conecta o meio aos fins” Prof. Heni Ozi

2.3. Decisões Estratégicas

2.3.1. têm efeito abrangente na organização à qual a estratégia se refere;

2.3.2. definem a posição da organização relativamente a seu ambiente

2.4. Tipos de Estratégia

2.4.1. aproximam a organização de seus objetivos de longo prazo

2.4.2. Estratégia Empresarial

2.4.2.1. Missão

2.4.2.2. Visão

2.4.2.3. Valores

2.4.3. Estratégia Financeira

2.4.3.1. Investimentos

2.4.4. Estratégia de Marketing

2.4.4.1. Cross-selling (venda cruzada)

2.4.4.2. Up-selling

2.4.5. Estratégia da Produção

2.4.5.1. Conceito

2.4.5.2. Perspectivas

3. Perspectivas

3.1. Top-down

3.1.1. A perspectiva "de cima para baixo" considera as decisões estratégicas de acordo com um número de níveis. A estratégia corporativa estabelece os objetivos para as diferentes empresas que compõem o grupo de negócios. A estratégia da empresa estabelece os objetivos para cada empresa individual e como ela se posiciona no mercado. As estratégias funcionais estabelecem os objetivos para a contribuição de cada função à estratégia da empresa. Nesse sentido, usamos a expressão estratégia da produção como uma estratégia funcional que lida com as partes da organização que criam produtos e serviços.

3.2. Bottom-up

3.2.1. A perspectiva "de baixo para cima" da estratégia da produção considera que a estratégia geral emerge da experiência operacional diária.

3.2.2. Exemplo

3.2.2.1. Case de solução criativa (fábrica de pasta de dente) por Mario Sérgio Cortella

3.3. Requisitos do mercado

3.3.1. Prioridade de objetivos de desempenho

3.3.1.1. as necessidades específicas dos grupos de consumidores da empresa;

3.3.1.2. as atividades dos concorrentes da empresa. Ambos esses fatores podem ser combinados em termos do estágio do ciclo de vida do produto, no qual o produto ou serviço está posicionado

3.3.2. Influência do consumidor nos objetivos de desempenho

3.3.3. Conceito

3.3.3.1. A perspectiva dos "requisitos do mercado" da estratégia de produção considera que o principal papel da produção é satisfazer aos mercados. Os objetivos de desempenho da produção e as decisões da produção deveriam ser primeiramente influenciados pela combinação das necessidades de consumidores e das ações dos concorrentes. Ambas as questões podem ser resumidas em termos do ciclo de vida do produto/serviço.

3.4. Recursos da produção

3.4.1. A perspectiva dos "recursos da produção" da estratégia de produção apóia-se na visão baseada em recursos da empresa e considera as competências (ou capacitações) centrais como a principal influência da estratégia da produção. As capacitações da produção são desenvolvidas parcialmente por meio das decisões estratégicas tomadas pela produção. As áreas de decisões estratégicas em produção são geralmente divididas em decisões estruturais e infra-estruturais. Decisões estruturais são as que definem a forma da operação produtiva. Decisões infra-estruturais são as que influenciam os sistemas e procedimentos que determinam como a operação irá trabalhar na prática