EVOLUÇÃO DOS ESTADOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
EVOLUÇÃO DOS ESTADOS por Mind Map: EVOLUÇÃO DOS ESTADOS

1. Os sistemas afirmam que uma economia neoliberalmente se beneficia como grandes potências econômicas e como multinacionais. Os países pobres ou em processo de desenvolvimento (Brasil, por exemplo) sofrem com os resultados de uma política neoliberal. Nestes países, são apontadas como causas do neoliberalismo: desemprego, baixas, aumento das diferenças sociais e do capital internacional.

2. mínima participação estatal nos rumos da economia de um país, pouca intervenção do governo no mercado de trabalho e abertura da economia para a entrada de multinacionais

3. Absolutismo

3.1. O poder concentrado totalmente ao Rei: poderia criar leis, impostos e tributos, interferir nos assuntos religiosos, e sustentar os nobres

3.2. O sistema econômico era o Mercantilismo: acumulava metais preciosos, realizava os pactos coloniais e estimulava a industrialização dos paises

3.3. As camadas mais pobres bancavam - por meio de taxas e impostos - os luxos e gastos do rei. E se fosse ao contrario seriam reprimidos

3.4. O poder era hereditário, assim o poder se concentrava em poucas famílias e dinastias.

3.5. Revolução Francesa, em 1789, como um dos mais expressivos episódios que deflagram a queda do absolutismo. inspirada pelos ideais iluministas e da independência americana pretendeu derrubar o Antigo Regime, teve sucesso e significou a queda da monarquia francesa, o que inspirou outros países a seguir o exemplo e acabou por resultar no fim do absolutismo na Europa.

4. Liberalismo

4.1. Cabia ao poder público a manutenção da lei e da ordem para que os executivos pudessem se dedicar aos seus ganhos e suas atividades no mercado

4.2. Proteção à propriedade privada, às liberdades individuais, liberdade econômica, cultural, política e religiosa

4.3. O Estado que desenvolve as suas próprias estruturas, observando como ofertas e demandas sendo defendido pela burguesia.

4.3.1. O poder concentrado totalmente ao Rei: poderia criar leis, impostos e tributos, interferir nos assuntos religiosos, e sustentar os nobres

4.4. lgualdade para todos; divisão de poderes( executivo, legislativo e judiciario

4.5. O individuo se promove na mobilidade social; liberdade de expressão;

4.6. Com compradores e produtos no mercado a possibilidades das leis econômicas financeiras é evidente, porém foi se tranformando no acumulo de pessas, em desigualdades e interações de guerra fica mais clara.

5. Bem-Estar-Social

5.1. A implementação de Estados de Bem-estar Social pelo mundo foi à crise do Liberalismo, o modelo que pregava a liberdade mercado em relação ao Estado. Portanto, foi uma resposta a crise

5.2. O Estado é o agente que promove e organiza uma vida social e econômica, proporcionando aos indivíduos bens e serviços durante toda a vida.

5.3. o Estado necessita interferir na economia, regulando-a de modo a gerar emprego e renda, ao passo em que estimula a produção

5.4. Por conseguinte, as jornadas de trabalho são no máximo de 8 horas, o trabalho infantil é proibido e os trabalhadores têm direito ao seguro-desemprego e Previdência Social.

6. Neoliberalismo

6.1. diminuiçao do tamanho do estado, tornando-o mais eficiente

6.2. o controle de preços dos produtos e serviços por parte do estado, ou seja, a lei de produtos e serviços por parte do estado,

6.3. defesa do capitalismo

6.4. a economia competitiva, o desenvolvimento tecnológico e, através da livre concorrência, faz os preços e a inflação.