Programa Mulheres Mil

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Programa Mulheres Mil por Mind Map: Programa Mulheres Mil

1. Contexto - Implementação

1.1. O Brasil tem como líder máximo do Executivo, uma mulher

1.2. Momento de investimentos e apoio do Governo Federal para a implementação de políticas públicas de combate à pobreza e de inclusão social

1.3. Expansão da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica

1.4. Parcerias internacionais com o Governo Federal em ascensão

1.5. O programa também contribuiu para o alcance das Metas do Milênio, promulgada pela ONU em 2000 e aprovada por 191 países. Entre as metas estabelecidas estão a erradicação da extrema pobreza e da fome, promoção da igualdade entre os sexos e autonomia das mulheres

2. Objetivos

2.1. Possibilitar acesso à educação

2.2. Contribuir para a redução de desigualdades sociais e econômicas de mulheres

2.3. Promover a inclusão social

2.4. Defender a igualdade de gênero

2.5. Combater a violência contra a mulher

3. Público Alvo

3.1. Mulheres a partir de 16 anos

3.2. Chefes de Família

3.3. Em situação de extrema pobreza

3.4. Cadastradas ou em processo de cadastramento no CadÚnico

3.5. Em vulnerabilidade e risco social

3.6. Vítimas de violência física, psicológica, sexual, patrimonial e moral

3.7. Com escolaridade baixa ou defasada

4. Marcos Legais e Institucionais

4.1. 2007 - Projeto piloto na Rede Federal EPT em parceria com o Sistema de Faculdades e Institutos Canadenses - pretendia capacitar 1000 mulheres do Norte e Nordeste entre 2007 e 2010.

4.2. 2011- É instituído nacionalmente a partir da Portaria do MEC nº 1015, de 21 de julho de 2011.

4.3. 2013 - O Programa passou executado também no âmbito do PRONATEC com a oferta da bolsa formação.

4.4. PPA 2012/2015 - é contemplado pelas ações previstas na meta de erradicação da pobreza extrema, estabelecida no Plano Brasil Sem Miséria e também

4.5. III PLano Nacional de Políticas Públicas para as mulheres do Governo Federal

5. Estrutura

5.1. Estruturado em 3 eixos: educação, cidadania e desenvolvimento sustentável

5.2. Utiliza Metodologia Específica de Acesso, Permanência e Êxito que privilegia temas transversais para a formação cidadã

5.2.1. Prevê o reconhecimento de saberes, onde todas as aprendizagens formais e não formais dessas mulheres são relevantes

5.2.2. Os cursos necessitam estar alinhados às demandas das realidades dessas mulheres e de seus saberes

5.2.3. Apresenta ferramentas próprias, como o Mapa de Vida e o Portfólio

5.2.3.1. Mapa de Vida - ferramenta que objetiva criar oportunidade e ambiente para a troca de experiências de vida das mulheres - potencializa as mulheres com autora de suas vidas

5.2.3.2. Portfólio - documento que congrega informações que descrevem os conhecimentos, as habilidades, as competências, incluindo educação forma e informal

5.3. Instituições da Rede Federal atuam como "parceiros ofertantes" e os governos estaduais e municipais atuam como "parceiros demandantes"

5.4. A Rede Socioassistencial (CRAS e CREAS) atuam no mapeamento do público alvo

5.5. Aula Inaugural e Formatura - são eventos exigidos para trabalhar a autoestima dessas mulheres, visto que muitas delas nunca estudaram em unidades de ensino como os Institutos Federais de Educação

6. Dificuldades das alunas

6.1. Em conciliar os cursos com questões familiares: situações de violência doméstica, cuidados com os filhos etc

6.2. De se inserir na cultura institucional dos ofertantes (Institutos Federais): não acostumadas a frequentar espaços institucionais, algumas podem vivenciar um constrangimento social

6.3. De acompanhar os conteúdos ministrados nos cursos

7. No IFCE

7.1. Foram ofertados cursos do Programa Mulheres Mil em apenas 08 campi, do total de 30 campi do IFCE

7.2. Cursos aconteceram na modalidade de Formação Inicial Continuada, com duração de 01 semestre e com carga de 420h

7.3. Cursos aconteceram entre os anos 2011 a 2015

7.4. No momento, o programa está descontinuado no IFCE

8. Espaço do Patriarcado

9. Espaço simbólico de educação formal

10. Espaço de Identidade estimulada e valorizada

11. Espaço de descaso com políticas públicas de igualdade de gêneros

12. Espaço de empoderamento feminino

13. Espaço de Combate à pobreza

14. Espaço de desenvolvimento social