Psiquiatria no Brasil

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Psiquiatria no Brasil por Mind Map: Psiquiatria no Brasil

1. Filme "O bicho de sete Cabeças"

1.1. Gravado no RJ em 2001

1.2. Rapaz Neto

1.2.1. Terminando o Ensino medio

1.2.2. Estilo Punk Rock

1.2.2.1. Cabelo comprido

1.2.2.2. Jaqueta De couro

1.2.2.3. Considerado Delinquente na época ou rebelde.

1.2.3. Tinha amigos envolvidos com drogas

1.3. Pai Wilson

1.3.1. Preconceituoso

1.3.2. Severode Pouco Diálogo

1.3.3. Descobriu que seu filho estava usando Maconha

1.3.4. Resolve colocar seu filho em um Manicômio

1.3.5. No manicômio

1.3.5.1. o médico não atendia adequadamente os pacientes

1.3.5.1.1. interesse financeiro

1.3.5.2. Alimentação

1.3.5.2.1. Comidas mal preparada

1.3.5.3. Tratamento

1.3.5.3.1. Sedativos

1.3.5.3.2. Eletrochoque

1.3.5.3.3. Carcere Privado

1.3.5.3.4. Todos misturados

1.3.5.4. Havia todos os tipos de pessoas que não eram aceitas pela sociedade

1.4. No Decorrer da História

1.4.1. O menino tratamento por alguns anos em manicômios

1.4.2. Cada vez que ele saia do manicômio , sentia-se perdido dentro da sociedade

1.4.2.1. Despersonalizado

1.4.3. Ao Extremo

1.4.3.1. Tentativa de suicídio

1.4.4. Ate que seu pai o tira de uma vez

1.4.4.1. Percebeu que tudo estava sendo prejudicial

2. Em 1960/70

2.1. Foi o inicio da Reforma Psiquiatrica

2.1.1. De volta para a casa

2.1.2. Movimento da desinstitualização

2.1.2.1. inicio de denunciar os manicômios como instituições de violências,

2.1.3. é uma rede de serviços e áreas territoriais e comunitárias, solidárias , inclusivas e libertárias

3. Hoje em dia

3.1. O primeiro hospício brasileiro é o Palácio Universitário da UFRJ

3.2. O Hospício nacional dos alienados foi nomeado novamente como "Nise da Silveira" em homenagem a psiquiatra alagoana.

3.3. O hospital colonia de Barbacena foi considerado o maior holocausto do Brasil

3.4. A Política de Saúde Mental no Brasil

3.4.1. promove a redução de tratamento psiquiátricos de longa permanência,

3.4.2. ações que permitem uma reabilitação psicossocial por meio do trabalho, da cultura e do lazer

4. No sec. XIX

4.1. Não haviaespecífica de assistência para os loucos

4.2. anos de isolamento, discriminação, exclusão social, perca dos direitos

4.3. Os loucos foram acomodados nas áreas das SANTAS CASAS como forma de controle de comportamento inadequado

5. 1852- 1905

5.1. 1 ° Manicômio fundado no Rio de janeiro

5.1.1. Hospício Dom Pedro II

5.1.1.1. Conhecido por "O palácio dos loucos"

5.1.2. Passou a chamar-se "Hospício nacional dos alienados"

5.1.2.1. Alienado caracterizado por Doente mental

5.1.2.2. O doente mental tinha a perda da liberdade pela sociedade para tratamento

5.1.2.3. Cada vez que o individuo cometia um ato indevido, ele era punido

5.1.2.4. O arrependimento era sinônimo de cura.

5.2. Logo foram fundados novos Hospícios por todo o Brasil

5.2.1. No total de 20 manicômios

5.2.1.1. Recebendo os excluídos :prostitutas, pobres, desabrigados, delinquentes, idosos, loucos

5.2.2. Os Manicomios

5.2.2.1. Havia Carência de médicos e critérios diagnósticos

5.2.2.2. Com Superlotação, Mistura de adultos e crianças

5.3. Mesmo com todos os problemas, foi um marco importante na história brasileira

5.3.1. Com o isolamento foram possíveis

5.3.1.1. observar, descrever, comparar e classificar a cura da doença mental

5.3.1.2. Tratamento Moral

5.3.1.2.1. Eletrochoque

5.3.1.2.2. Hidroterapia

5.3.1.2.3. Intimidação, repressão, vigilância rigorosa, aplicando-se castigo e punição disciplinar como privação de visitas, passeios, recreação, redução de alimentos.

5.3.2. com o objetivo

5.3.2.1. Persuasão da obediência para acalmar e retirar do surto por meio de banhos, camisas de força e isolamento em quarto acolchoado

5.4. foi a Primeira Atuação do Governo em Direção Ao cuidado Da População

6. Em 1950

6.1. Para remediar a falta de funcionários o governo cria a Escola Profissional de Enfermeiros e Enfermeiras

6.1.1. Nessa época o enfermeiro não exercia um papel terapêutico, pois sua ação era para manutenção da ordem no local

6.1.2. o conhecimento da enfermagem sobre os alienados era a do senso comum

6.1.2.1. Pessoas ameaçadoras e merecedoras de reclusão

6.2. Em 1952 foram descobertos os psicofarmacos

6.2.1. Descoberta da CLORPROMAZINA e do HALOPERIDOL

6.3. A Lobotomia foi abolida no Brasil em 1955

7. 1940

7.1. Hospício Nacional de Alienados foi transferido para outro bairro do RJ

7.2. Nomeado como Centro psiquiátrico Nacional

7.3. a psiquiatra Nise da Silveira começa a trabalhar no Centro Psiquiátrico Nacional

7.4. Foi criado o Centro cirúrgico para a realização da lobotomia

8. Em 1990/2000

8.1. Declaração de Caracas a qual propõe a reestruturação da assistência psiquiátrica

8.2. Em 2001

8.2.1. é aprovada a Lei Federal 10.216 dispõe a proteção e os direitos das pessoas portadoras de transtornos mentais e redireciona o modelo assistencial em saúde mental

9. Livro "Canto dos Malditos"

9.1. Autobiografia de Austregésilo Carrano Bueno

9.1.1. Fazia uso de maconha as vezes, considerava-se não viciado.

9.1.2. Um dia seu pai encontrou um pacotinho de maconha em sua jaqueta

9.1.3. Sem consultar ou conversar sobre o fato, seu pai o internou para desintoxicação.

9.2. Relata que Aconteceu em Curitiba em 1974 quando era Jovem

9.2.1. Época do regime Militar

9.3. Através de suas memórias, o autor denuncia a realidade dos manicômios brasileiros

9.3.1. Carrano passou por manicomios em Curitiba e Rio de Janeiro

9.3.2. psiquiatras nacionais, entupiam os pacientes de remédios, os deixando completamente paralisados e incapazes de fazer atividades essenciais, como as necessidades básicas

9.3.3. Sua experiencia mais traumática foi de 21 aplicações de eletrochoque, cujos efeitos até hoje ele sente em sua saúde.