Liberalismo Econômico

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Liberalismo Econômico por Mind Map: Liberalismo Econômico

1. Adam Smith

1.1. Pai do Liberalismo Econômico

1.2. Autor do livro "Riqueza das Nações" (1776).

1.3. Defensor da não intervenção do Estado na economia.

1.3.1. "Laissez- faire"

1.3.1.1. "Deixar fazer, deixar passar"

2. Monopólios deveriam ser proíbidos

3. Livre comércio

3.1. Não Intervenção do Estado

3.2. A liberdade dos produtores para escolher o que produzir garantindo o pleno abastecimento do mercado e satisfação das necessidades da sociedade.

3.3. Liberdade de ação dos agentes econômicos

3.3.1. Donos de indústrias, comerciantes, trabalhadores com um mínimo de interferência do governo.

3.4. Produzir e exportar sem barreiras e regulamentações

3.5. Contrário ao mercantilismo característico dos governos absolutistas.

4. Liberdades individuais

4.1. Liberdade para prosseguir livremente seus propósitos

4.2. Egoísmos individuais conduzem ao bem coletivo

4.3. Direito a propriedade privada da produção

4.4. Cada indivíduo deve ter liberdade de promover seus interesses.

5. Características básicas

5.1. Com a livre concorrência, aumentaria a qualidade dos bens e serviços e favorecia a baixa dos preços.

5.2. O Estado deve ficar restrito às obras públicas necessárias para facilitar o desenvolvimento de alguns setores da atividade econômica.

5.3. Liberdade de preços e salários;

5.4. Liberdade de produção e circulação de produtos;

5.5. Regulação do mercado pela lei da oferta e da procura.

6. Livre Concorrência

6.1. Em termos econômicos acontece quando os agentes econômico independentemente disputam uma maior participação de seus bens e serviços em um determinado mercado

6.1.1. Em uma sociedade de oferta e demanda, a concorrência permite que os preços se mantenham em níveis aceitáveis para o consumidor

6.2. Smith entendia que a atuação da livre concorrência, sem qualquer interferência, levaria a sociedade ao crescimento econômico, como que guiada por uma “mão invisível

6.2.1. Na livre concorrência se não houvesse intervenção Smith acreditava que essa relação traria benefícios para a coletividade.

6.3. Comércio permite a acumulação de capital

7. Mão Invisível

7.1. Os preços informam o que as pessoas desejam que seja produzido e, quanto maior for a expectativa de lucro, mas rápido será atendida.

7.2. Ao regular o conjunto de relações econômicas e sociais, produz também o bem comum.

7.3. Lei da oferta e da procura

7.3.1. Não só regula o preço das mercadorias como também redistribui o uso dos capitais e a mão de obra.

7.3.2. São a mão invisível que rege o mundo econômico.

7.3.3. Com o aumento da produção, aumentaria a oferta do produto, o que faria seu preço diminuir.

7.3.4. Necessidades dos consumidores determinam os preços.

7.4. Uma mão invisível regula o funcionamento da economia de mercado

8. Como surgiu?

8.1. Oposição ao protecionismo

8.2. Até o século XVII a produção mercantil organizada dependia de uma concessão do monarca que determinava quem iria produzir o quê e qual a região a ser abastecida.

8.2.1. O mercantilismo pressupõe a existêcia do Estado com poderes de intervir na economia.

8.3. Defesa da economia de livre mercado, da especialização do trabalho e crítica ao mercantilismo

8.4. Inspirado nas ideias iluministas