Análise dos Exercícios

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Análise dos Exercícios por Mind Map: Análise dos Exercícios

1. Afundo unilateral

1.1. Força de reação do solo

1.2. Força Atrito

1.3. Como corrigir?

2. A base para uma análise eficiente

2.1. Braço de momento

2.2. Alongamento muscular durante o exercício

3. Agachamento

3.1. Barra pela Frente

3.1.1. Yavuz (2015)

3.1.1.1. Quadríceps

3.1.1.2. Glúteos

3.1.1.3. Paravertebrais

3.1.1.3.1. Por que isso acontece?

3.2. Barra por Trás

3.2.1. Yavuz (2015)

3.2.1.1. Glúteos

3.2.1.2. Quadríceps

3.2.1.3. Paravertebrais

3.2.1.3.1. Por que isso acontece?

3.3. Plataforma Instável

3.3.1. Hyouk (2013)

3.3.1.1. Disco de equilíbrio

3.3.1.1.1. Vasto Medial Oblíquo

3.4. Agachamento sumô

3.4.1. Murray (2013)

3.4.1.1. Vasto Medial

3.4.1.2. Vasto Lateral

3.4.1.3. Glúteos

3.4.1.4. Gastrocnemio

3.5. Agachamento Profundo

3.5.1. Ativação Muscular

3.5.1.1. Wilk (1996)

3.5.1.1.1. Isquiotibiais 10 - 70 graus

3.5.1.2. Escamila (1998)

3.5.1.2.1. Glúteos

3.5.1.2.2. Quadíceps 80 - 90 graus

3.5.1.3. Caterisano (2002)

3.5.1.3.1. Glúteo máximo

3.5.1.4. Bryanton (2012)

3.5.1.4.1. Glúteo máximo

3.5.2. problemas nos joelhos

3.5.2.1. Chances de desenvolver

3.5.2.1.1. Mulheres vs Homens

3.5.2.2. Nisell (1986)

3.5.2.2.1. Compressão tiobiofemoral

3.5.2.3. Escamila (2001)

3.5.2.3.1. Compressão de Meniscos e cartilagens

3.5.2.4. Li (2004)

3.5.2.4.1. LCP Pico de compressão em 90 graus

3.5.2.5. Bryanton (2015)

3.5.2.5.1. Glúteos

3.5.2.5.2. Isquiotibiais

3.5.2.5.3. Compressão Patelar

3.5.2.6. Resumo de tudo

3.5.3. Como Gerar consciencia no cliente

3.5.3.1. Faça uma análise e mostre para ele o que acontece

3.5.3.1.1. Explicando como fazer e por que fazer

3.5.3.2. Aplicativo Technique

4. Barra Livre

4.1. Puxada no Pulley

4.1.1. Signorile (2002)

4.1.1.1. Puxada aberta

4.1.1.1.1. Grande dorsal

4.1.1.2. Puxada Fechada

4.1.1.2.1. Peitoral e Grande dorsal

4.1.1.3. Puxada Supinada

4.2. Barra Livre

4.2.1. Como estas forças agem?

4.2.1.1. Força de atrito

4.2.1.1.1. Não consigo contrair as costas

4.2.1.1.2. Como corrigir?

5. Remada no TRX

5.1. De onde vêm o vêtor de força

5.1.1. Braço de momento

5.1.2. Não consigo contrair as costas

5.1.3. Como corrigir

6. Tríceps

6.1. Tríceps na polia

6.1.1. vêtor de resistência do cabo

6.1.1.1. Braço de momento

6.1.1.2. Angulação de flexão do cotovelo

6.1.1.3. Angulação de extensão do cotovelo

6.1.1.4. Ponto de descanso

6.1.1.5. Como corrigir

6.2. Tríceps testa com halteres

6.2.1. Qual a diferença?

6.2.1.1. Braço de momento

6.2.1.2. ângulo de flexão dos cotovelos

6.2.1.3. ângulo de extensão dos cotovelos

7. Supino

7.1. Ativação

7.1.1. Sinto mais o tríceps do que o peitoral

7.1.2. Vetor de força da barra

7.1.3. Força de atrito

7.1.4. Como corrigir

7.2. Lauder (2016)

7.2.1. Supino reto

7.2.1.1. Inclinado à 30 graus

7.2.1.2. Inclinado à 45 graus

7.3. Jeffrey (2015)

7.3.1. Com dois halteres

7.3.2. Unilateral com halter

7.3.2.1. 7% de contração

7.4. Saeterbakken (2013)

7.4.1. Plataforma estável

7.4.1.1. Peitoral

7.4.2. Plataforma instável

7.4.2.1. Abdminais

7.4.2.2. Peitoral

7.5. Ogawasawara (2013)

7.5.1. Hipertrofia

7.5.2. Peitoral

7.5.2.1. 39%

7.5.3. Tríceps

7.5.3.1. 21%

8. Rosca bíceps

8.1. Insuficiência ativa

8.2. Braço de momento

8.3. Vêtor da resistência

8.4. Como corrigir

8.5. Pontos de descanso