Desenvolvimento Humano

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Desenvolvimento Humano por Mind Map: Desenvolvimento Humano

1. Desenvolvimento Físico

1.1. Infância

1.1.1. Gestacional

1.1.1.1. Princípio Cefolacudal: O desenvolvimento parte da cabeça para a região inferior.

1.1.1.2. Princípio próximo-distal: O desenvolvimento parte das partes internas do corpo para as partes externas.

1.1.2. 1° e 2° Infância

1.1.2.1. Os 3 primeiros anos ocorrem o crescimento mais acelerado da criança, podendo perceber as habilidades motoras.

1.1.2.2. Habilidade motoras amplas: Correr, pular, subir e nadar.

1.1.2.3. Habilidades motoras finas: Autonomia em diversas tarefas do cotidiano. EX: abotoar camisas ou amarrar os sapatos.

1.2. Adolescência

1.2.1. Puberdade

1.2.1.1. Conjunto de alterações hormonais que leva a maturidade sexual e um processo de mudanças físicas.

1.2.1.2. Menarca: Maturação do aparelho reprodutor, quando ocorre a primeira menstruação.

1.2.1.3. Espermarca: A primeira ejaculação do menino.

1.3. Adulto Jovem

1.3.1. Sem muitas alterações físicas nesse período. É marcado pelo cuidado com o corpo e saúde.

1.4. Meia-idade

1.4.1. Acontece normalmente a partir dos 40 anos e o corpo começa a dar sinais que as habilidades físicas não estão mais no auge.

1.4.2. Comum ter problemas na visão, perda auditiva gradual, perda muscular, diminuição da força, aumenta da gordura corporal, perda de colágeno que ocasiona rugas e os cabelos ficam cada vez mais grisalhos

1.4.3. Menopausa: Perda de capacidade reprodutiva, alterações hormonais, perda de memória.

1.4.4. Climatério Masculino: Insonia, ansiedade, diminuição do desejo sexual.

1.5. Velhice

1.5.1. Perdas musculares, dificuldade para enxergar e tendência a desenvolver problemas crônicos.

2. Desenvolvimento Cognitivo

2.1. Infância

2.1.1. Jean Piaget

2.1.1.1. Sensório-motor (0-2 anos)

2.1.1.2. Pré-operacional (2-7 anos)

2.1.1.3. Operacional concreto (7-12 anos)

2.1.1.4. Operacional formal (12 anos em diante)

2.2. Adolescência

2.2.1. Pensamento abstrato: Capacidade de raciocínio extrapola as experiências concretas ou imediatas, possibilitando a pessoa lidar com situações hipotéticas.

2.2.2. Nesse estágio já são capazes de fazer uso de símbolos para representar outros símbolos, como por exemplo as questões matemáticas que usam letras para representar números.

2.3. Adulto Jovem

2.3.1. Nesse período há uma interação mais evidente entre razão e emoção.

2.4. Meia-idade

2.4.1. Inteligência fluida: A capacidade de usar recursos cognitivos para resolver problemas novos, sem uma prévia experiência.

2.4.2. Inteligência cristalizada: Habilidade de recorrer ao conhecimento anterior, fruto das experiências do sujeito.

2.5. Velhice

2.5.1. Aumento da inteligência cristalizada e diminuição da inteligência fluida.

2.5.2. Ocorre maiores dificuldade cognitivas.

3. Desenvolvimento Moral

3.1. Moralidade pré-convencional: Ocorre dos 04 até o 10 anos, diz respeito ao que fazemos com base ao que os outros esperam que nós façamos.

3.2. Moralidade convencional: A partir dos 10 anos tentamos "fazer o certo" e envolve a tentativa de agradar aos outros, internalizando modelos de autoridade.

3.3. Moralidade pós-convencional: Esse nível alcançamos na adolescência ou idade adulta. As questões morais envolvem avaliações relacionadas ao princípio da justiça e imparcialidade. *Algumas pessoas não atingem esse nível*

4. Desenvolvimento Psicossocial e Emocional

4.1. Infância

4.1.1. Nos primeiros meses de vida as emoções são comunicada através das necessidades fisiológicas e comportamentais.

4.1.2. Esse período representa o desenvolvimento da identidade e da formação do "eu",e posteriormente aprendem a falar sobre suas emoções e emoções dos outros, assim podendo começar à compreender os conflitos emocionais.

4.1.3. Crianças pequenas, até aproximadamente 8 anos tendem a ter autoestima elevada.

4.1.4. Durantes os últimos anos da infância a criança já consegue expressar suas capacidades mais de acordo com a realidade. O apoio social é extremamente importante nesse período.

4.1.5. Já no final da infância as crianças começam a fazer separações por gênero, dividindo grupos de meninos e meninas com mais frequência que antes.

4.2. Adolescência

4.2.1. Durante esse período os laços de amizades se fortalecem e a família passa a ocupar um lugar secundário.

4.2.2. A relação com os pares é importante para a construção de relações íntimas positivas.

4.2.3. Nessa fase, eles costumam se posicionar mais e expressar seu ponto de vista em relação a algum assunto.

4.2.4. Na adolescência a sexualidade é mais evidente, é nesse período em que eles passam a demonstrar seus interesses em determinados gêneros.

4.3. Adulto Jovem

4.3.1. Nessa fase aquilo que gerava dúvidas e incertezas passa a se tornar algo mais concreto. É exigido que se portem de forma mais responsável.

4.3.2. Os vínculos tornam-se mais concretos e duradouros.

4.4. Meia-idade

4.4.1. Nesse período os adultos passam a compreender a fase de envelhecimento.

4.4.2. É comum reflexões sobre não ser mais jovem e pensamentos sobre morte.

4.4.3. Continuam ativo no mundo do trabalho e isso fortalece os vínculos sociais e a noção de pertencimento.

4.5. Velhice

4.5.1. Na velhice, as mudanças psicossociais dependerão da forma através da qual essas pessoas aprenderam a enfrentar as influências externas, especialmente sobre autoestima.

4.5.2. Os grupos sociais são ótimas oportunidades para resgatar possíveis perdas, ajuda na autoestima e a enfrentar as mudanças com mais positividade.