Políticas públicas e Teoria do envelhecimento

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Políticas públicas e Teoria do envelhecimento por Mind Map: Políticas públicas e Teoria do envelhecimento

1. SUS

1.1. Constituição de 1988

1.2. Lei Orgânica da Saúde no 8.080/90.

1.3. Lei no 8.142, de 28 de dezembro de 1990

2. POLÍTICA NACIONAL DO IDOSO

2.1. Lei no 8842, de 4 de janeiro de 1994.

2.2. Portaria GM/MS no 1.395 de 10 de dezembro de 1999

2.3. Política Nacional do Idoso.

2.3.1. promover sua autonomia,

2.3.2. integração

2.3.3. participação efetiva na sociedade.

2.3.4. papel da família,

2.3.5. papel da sociedade

2.3.6. papel do Estado,

3. ESTATUTO DO IDOSO

3.1. Lei no 10.741, de 1o de outubro de 2003

3.2. 1.Garantia de prioridades:

3.3. 2. Os direitos humanos fundamentais dos idosos:

3.4. 3. Políticas de atendimento aos idosos:

3.5. 4. Crimes contra os idosos:

4. Diretrizes

4.1. 1. Promoção do envelhecimento ativo e saudável.

4.2. 2. Atenção integral e integrada à saúde da pessoa idosa.

4.3. 3. Estímulo às ações intersetoriais, visando à integridade da atenção.

4.4. 4. Provimento de recursos capazes de assegurar qualidade da atenção à saúde da pessoa idosa.

4.5. 5. Estímulo, participação e fortalecimento do controle social.

4.6. 6. Formação e educação permanente dos profissionais de saúde do SUS na área de saúde da pessoa idosa.

4.7. 7. Divulgação e informação sobre a política para profissionais da saúde, gestores e usuários do SUS.

4.8. 8. Apoio ao desenvolvimento de estudos e pesquisas.

4.9. 9. Promoção de corporações nacionais e internacionais das experiências na atenção à saúde da pessoa idosa.

5. POLÍTICA NACIONAL DE SAÚDE DO IDOSO

5.1. Portaria GM no 2.528 de 19 de outubro de 2006

5.2. objetivo buscar garantir atenção adequada e digna para a população brasileira e idosa.

5.3. Com os princípios e as diretrizes do SUS, direcionam medidas individuais e coletivas em todos os níveis de atenção.

6. Teoria do Envelhecimento

6.1. Biológicas

6.1.1. 1. Teoria genética

6.1.2. 2.Teoria dos radicais livres

6.1.3. 3.Teoria da ligação cruzada

6.1.4. 4. Teoria imunológica

6.1.5. 5.Teoria do “uso e desgaste"

6.2. Psicológicas

6.2.1. 1.Teoria do desengajamento

6.2.2. 2.Teoria da atividade

6.2.3. 3.Teoria da continuidade