Tipos de pesquisa - Quanto aos procedimentos técnicos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Tipos de pesquisa - Quanto aos procedimentos técnicos por Mind Map: Tipos de pesquisa - Quanto  aos procedimentos técnicos

1. Bibliográfica

1.1. Elaborada a partir de material já publicado.

1.1.1. Livros, revistas, publicações em periódicos e artigos científicos, jornais, boletins, monografias, dissertações, teses , material cartográfico, internet.

1.1.2. Tem o objetivo de colocar o pesquisador em contato com todo o material já publicado sobre o assunto da pesquisa.

1.1.3. É importante a verificação da veracidade dos dados obtidos.

1.2. Etapas

1.2.1. Escolha do tema

1.2.2. Levantamento bibliográfico preliminar

1.2.3. Formulação do problema

1.2.4. Elaboração do plano provisório

1.2.5. Busca das fontes

1.2.6. Leitura do material

1.2.7. Fichamento

1.2.8. Organização lógica do assunto

1.2.9. Redação do texto

2. Documental

2.1. Baseia-se em materiais que ainda não possuem um tratamento analítico ou que possam ser reelaborados.

2.1.1. É destacada no momento em que se organiza informações que se encontram dispersas.

2.1.2. Documentos

2.1.2.1. Fontes de primeira mão

2.1.2.2. Fontes de 2ª mão

2.1.3. Avaliação crítica do documento

2.1.3.1. Texto

2.1.3.2. Autenticidade

2.1.3.3. Origem

3. Experimental

3.1. Consiste em refazer as condições de um fenômeno a ser estudado, para observá-lo sob controle.

3.1.1. Local apropriado, aparelhos e instrumentos de precisão.

3.1.2. Utilização frequente nas ciências tecnológicas e biológicas

3.1.3. Manipulação direta das variáveis, proporcionando o estudo da relação entre a causa e o efeito de um fenômeno.

3.1.4. Não se confunde com pesquisa de laboratório

4. Levantamento

4.1. Interrogação direta das pessoas cujo comportamento se deseja conhecer, através de questionário.

4.2. Não se confunde com pesquisa social.

4.3. Vantagens

4.3.1. Conhecimento direto da realidade

4.3.2. Economia

4.3.3. Rapidez

4.4. Limitações

4.4.1. Ênfase nos aspectos perspectivos

4.4.2. Pouca profundidade

4.4.3. Limitada apreensão do processo de mudança

4.5. Abordagem quantitativa

5. De Campo

5.1. Consistem em observar os fatos e os fenômenos que ocorrem de forma espontânea, na coleta de dados e no registro de variáveis relevantes, para análise.

5.2. Fases

5.2.1. Pesquisa bibliográfica sobre o tema estudado

5.2.2. Estabelecimento de um referencial teórico

5.2.3. Determinação das técnicas de coleta de dados

5.2.4. Determinação das técnicas de registro de dados e técnicas de análise

5.3. Planejamento flexível, com uso maior de técnicas de observação do que a interrogação.

5.4. Abordagem predominantemente quantitativa ou qualitativa.

6. Estudo de Caso

6.1. Possui uma metodologia de pesquisa considerada "Aplicada", na qual se busca uma aplicação prática de conhecimentos para a solução de problemas sociais.

6.2. Estudo profundo e exaustivo.

6.3. Abordagem qualitativa e/ou quantitativa.

6.4. Utilizado com frequência pelos pesquisadores sociais.

6.5. Utilizado tanto em pesquisas exploratórias quanto em descritivas e explicativas.

6.6. Limitações

6.6.1. Falta de rigor metodológico

6.6.2. Dificuldade de generalização

6.6.3. Tempo destinado à pesquisa

6.7. A confiabilidade da pesquisa é garantida pela utilização de várias fontes de evidências, sendo que quanto mais distintas as técnicas, maior a significância dos achados.

7. Ex - post - facto

7.1. Experimento realizado após o fato.

7.2. Busca-se saber os possíveis relacionamentos entre as variáveis.

7.3. Muito utilizada nas ciências sociais e ciências da saúde.

8. Ação

8.1. Ocorre quando há um esforço coletivo na resolução de um problema ou suprimento de uma necessidade.

8.2. Pesquisadores e pesquisados se envolvem no trabalho de forma cooperativa ou participativa.

8.3. Pode ser aplicada em diversas áreas, sendo as preferidas as áreas de educação, comunicação social, serviço social, organização, tecnologia e práticas políticas e sindicais.

9. Participante

9.1. Assim como a pesquisa-ação, desenvolve-se com a interação entre pesquisadores e pesquisados.

9.2. Pressupostos metodológicos

9.2.1. A metodologia e pesquisador não se separam.

9.2.2. A metodologia não se separa dos grupos sociais com quem se realiza a pesquisa.

9.2.3. A metodologia varia, evolui e se transforma segundo as condições políticas locais ou as forças sociais.

9.2.4. A metodologia depende da estratégia global de mudança social adotada e táticas em curto e médio prazo.