Escala Wechsler

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Escala Wechsler por Mind Map: Escala Wechsler

1. Escala Wechsler de Inteligência para Crianças- WISC-III

1.1. Idade do público: 6 a 16 anos e 11 meses; Tempo de aplicação: 90 minutos e de preferência em uma única sessão; Aplicação Individual; 13 subtestes.

1.1.1. Resultados: a partir das respostas, são extraídos 3 grupos de escores a serem avaliados. 1) Escores ponderados nos subtestes; 2) Escores de QI; 3) Escore dos índices fatoriais.

1.2. Observar: Todo comportamento verbal e não-verbal deve ser observado e anotado. Sujeito: principal foco de atenção; Identificação de dificuldades verbais ou motoras, necessidade de óculos, mão dominante.

1.2.1. Interpretação

1.2.1.1. 1) Análise do QI Total;

1.2.1.2. 2) Análise da discrepância entre o QI Verbal e o QI de execução;

1.2.1.3. 3) Análise da discrepância entre os índices fatoriais.

1.3. Subtestes Complementares: quando o tempo permitir e o examinador quiser ter uma apresentação mais rica das capacidades da criança.

2. Escala Wechsler de Inteligência para Adultos- WASC-III

2.1. Idade do público: 16 a 89 anos; Tempo médio de aplicação: 90 minutos Aplicação Individual. 14 subtestes.

2.1.1. Resultados A partir das respostas são extraídos 3 grupos de escores: 1) Escores ponderados nos subtestes 2) Escores de QI; 3) Escores dos índices fatoriais.

2.2. Visa medir os diferentes domínios cognitivos do funcionamento intelectual.

2.2.1. Interpretação

2.2.1.1. 1) Análise do QI Total;

2.2.1.2. 2) Análise da discrepância entre o QI Verbal e o QI de execução;

2.2.1.3. 3) Análise da discrepância entre os índices fatoriais.

3. David Wechsler (1896-1981)- Psicólogo americano, criticava a interpretação de QI dada por outros autores.

3.1. Definiu a inteligência como a capacidade do indivíduo de agir com propósito, pensar racionalmente e lidar efetivamente com o seu meio ambiente

4. Visa medir diferenças individuais relacionadas a dimensões do funcionamento intelectual.

4.1. Efeito Flynn - Aumento constante na inteligência da população mundial.

5. Quando aplicar?

5.1. Avaliação de problemas de aprendizagem; Predição do estatístico acadêmico futuro; Impacto de problemas emocionais no funcionamento cognitivo; Auxílio no diagnóstico de transtornos neurológicos e psiquiátricos que afetam o funcionamento mental, ou retardo mental, superdotação

6. Devantagens

6.1. Não aplicável a pessoas com retardo mental grave ou extremamente inteligentes;

6.2. Dificuldades em interpretar as normas quando se usa um subteste complementar em substituição a um subteste-padrão;

6.3. O material e desenho de alguns subtestes são considerados de má qualidade;

6.4. Arranjo de figuras: os detalhes são muito discretos, dificultando a compreensão das estórias;

6.5. Raciocínio Matricial: alguns itens dependem do reconhecimento das cores para solucioná-los, o que pode prejudicar quem apresenta cegueira para cor.