Revolução Acreana

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Revolução Acreana por Mind Map: Revolução Acreana

1. Foi a disputa Pelo território do que hoje é o Acre entre Brasil,Bolivia e Peru. No final do Século XIX, a região que hoje conhecemos passou por momentos de muita instabilidade.

1.1. O embate entre os três no campo de batalha durou aproximadamente 4 anos.

2. Então os bolivianos que ocupavam a região foram expulsos e o governador do Amazonas, Ramalho Júnior, organizou uma invasão do território espanhol liderada por Galves Roreíguez Arias.

2.1. A expedição de Galves Declarou o Acre como uma republica independente em 1899 mas o Brasil reconhecia o acre como territorio boliviano entao enviou uma tropa para dissolver a Revolução.

3. a Bolívia decidiu reagir, organizou também uma expedição militar para conquistar o território. Foram no entanto os seringueiros que trabalhavam no local que impediram o avanço dos bolivianos. Para contempletar, o governador Silvério Néri, do Amazonas, enviou outra expedição de defesa que declarou pela segunda vez o Acre como uma República independente, em 1900. Rodrigo Carvalho assumiu o cargo de presidente.

3.1. Brasileiros e bolivianos, contudo, continuaram em guerra pela região. O avanço militar dos bolivianos fez com que a segunda República Acreana fosse dissolvida. Passara-se apenas um mês de sua declaração.

4. Já em 1902, Silvério Néri enviou um militar gaúcho, José Plácido de Castro, para reconquistar o território do Acre. A investida das tropas lideradas pelo gaúcho caracteriza especialmente a chamada Revolução Acreana. A nova expedição obteve grande sucesso e conquistou rapidamente toda a região. Em 1903 foi declarada pela terceira vez a República do Acre, mas dessa vez dois importantes indivíduos declararam apoio à independência, o presidente Rodrigues Alves e o Ministro do Exterior Barão do Rio Branco. O Acre foi ocupado então por um governo militar sob comando do general Olímpio da Silveira.

4.1. Os bolivianos mais uma vez tentaram reagir, novas tropas foram enviadas pelo general Pando. Todavia, a diplomacia brasileira não permitiu que combates significativos acontecessem nesta ocasião. Antes das batalhas, representantes dos governos do Brasil e da Bolívia se reuniram para assinar no dia 21 de março de 1903 um tratado de paz inicial. Ao final do mesmo ano, em 17 de novembro, o tratado definitivo foi assinado.

5. José Plácido de Castro inicia o processo de resistência armada em 6 de agosto de 1902, quando suas tropas tomam Xapuri e destituem o intendente boliviano Dom Juan de Dios Barretos. O fim da revolução ocorre em 24 de agosto de 1903, com a tomada de Puerto Alonso.

6. No ano de 1904 o Tratado de Petrópolis foi regulamentado por lei federal e o Acre passou a fazer parte oficialmente do território brasileiro, mas somente em 1962 que o Acre foi considerado estado brasileiro.