Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Quimioterapia por Mind Map: Quimioterapia

1. ultra tardia {meses ou anos}

1.1. infertilidade, carninogenese, mutagenese, disturbio do crescimento, sequelas no NSC, fibrose, cirrose hepatica.

2. toxicidade dos quimioterapicos

2.1. precose {3 dias}

2.1.1. Nauseas, vômitos, mal estar,adinamia, agitação, flebites, artralgias,exantemas

2.2. imediata{de 7 a 21 dias}

2.2.1. Micosites, cistite hemorragica,imunosuptessao,potencialização dos efeitos das radiações, anemia.

2.3. tardia {meses}

2.3.1. miocardiopatia ,asclerodermia, hiperpigmentação , alopecia, pneumonite, imunopressão, neurotoxidade, nefrotoxidade.

3. mecanismo de ação

3.1. Agentes utilizados no tratamento do câncer afetam tanto as celulas normais como as neuplasicas, porem eles carretam maior dano as celulas malignas do que as dos tecidos normais, devido as diferenças quantitativas entre o processos metabolicos dessas duas populaçoes celulares.

4. Tipos e Finalidades

4.1. Curatica

4.1.1. Controle completa do tumor

4.2. adjuvante

4.2.1. segue à curirgia curativa, esterilização de celulas locais ou circulantes para diminuição de metàstases

4.3. Neoadjuvante\previa

4.3.1. Redução do tumor a fim de permitir complementação terapeutica coma cirirgia ou radioterapia.

4.4. Paliativa

4.4.1. Melhora na qualidade da sobrevida; sem finalidade curativa.

4.5. Monoquimioterapia

4.5.1. Uso de drogas isoladas, mostrou-se ineficaz em induzir respostas completas ou parciais significativas e atualmente de uso muito restrito.

5. Principais drogas contra o câncer

5.1. alquilantes

5.1.1. capazes de substituir em outra molécula um átomo de hidrogênio por um radical alquill.

5.2. Antibióticos

5.2.1. Grupo de substâncias, com estrutura química variada que interagem com o ADN e inibem a síntese deste acido ou proteínas não atuando especificamente sobre uma determinada fase do ciclo celular

5.3. Inibidores Mitóticos

5.3.1. Paralisam a mitose na metafáse

5.4. Outros Agentes

5.4.1. Drogas que não podem ser agrupadas em uma determinada classe de ação farmacológica.