Sociedade do espetáculo: as pedagogias em questão

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Sociedade do espetáculo: as pedagogias em questão por Mind Map: Sociedade do espetáculo: as pedagogias em questão

1. Houve uma transmutação de relações históricas baseadas em inovação, desconstrução e reconstrução de saberes e de produtos agregados a uma transitoriedade cada vez mais intensa.

2. A definição de sociedade em rede é vivenciada por todos nós, em distintas formas e intensidades.

3. O espetáculo é o capital em tal grau de acumulação que se torna imagem.(DEBORD,2000,p.25

4. O espetáculo é uma relação social entre pessoas, mediada por imagens.(DEBORD,2000,p.14

5. Há uma circulação generalizada de formas simbólicas, que desempenha um papel fundamental e sempre crescente na sociedade

6. Segundo Almeida(1994), a nova cultura educacional circunscreve-se a uma nova cultura oral, cuja sustentação procedem das imagens e dos sons.

7. As formas pelas quais interagimos e nos relacionamos atualmente com as imagens ganharam um novo sentido e uma dinâmicamais intensa para a nova formação cultural.

8. São as imagens que falam de nosso mundo, de nossa cultura, de nossa história e das nossas condições existenciais.

9. As possibilidades culturais somam-se a uma nova dimensão da educação.

10. No caso da cultura imagética, temos de nos atentar para o seu potencial aparato de relação cultural no ambiente das formas simbólicas. Essa dinâmica funciona como um aspecto organizador de saberes, valores, idéias e concepções.

11. As experiências educativas devem ser vistas com maior cautela e rigor, justamente pelo fato de seus fluxos comunicativos e de sentidos extrapolarem o núcleo de referência formal da educação.

12. O importante é saber que a cultura imagética carrega uma ampla estratégia e um inesgotável jogo estruturante de agenciamentos simbólicos capazes de materializar determinada perspectiva de experiência com a cultura.

13. O que vem a desafiar a educação é o descuido com o necessário tratamento crítico, lúcido e ao mesmo tempo intencional referente às possibilidades de trânsito e disseminação de todas as referências simbólicas negociadas de maneira ilícita pela cultura de imagens, representante de um certo tipo de currículo pedagógico cultural.

14. Não podemos dissociar a educação de todas as nossas construções acerca das imagens.

15. A educação é impelida a pensar as relações existentes entre a cultura imagética e as pedagogias culturais.

16. "O estudo das imagens da sociedade moderna pode ser um momento para a educação fazer-se cultura, e talvez, poder"(ALMEIDA,1994,p.50)

17. As imagens estão e são da cultura.