Tese do capítulo: A incapacidade crítica e racional pelo pensamento e comportamento unidimensiona...

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Tese do capítulo: A incapacidade crítica e racional pelo pensamento e comportamento unidimensionais das novas formas de controle industrial e seus mecanismos de objetificação humana e privação da autoconsciência e liberdade. por Mind Map: Tese do capítulo: A incapacidade crítica e racional pelo pensamento e comportamento unidimensionais das novas formas de controle industrial e seus mecanismos de objetificação humana e privação da autoconsciência e liberdade.

1. Justificativa (tema 2): A falta de consciência de servidão (barrada pelas predeterminações de falsas necessidades e interesses dos indivíduos) impossibilitam a liberdade e autonomia de oposição da sociedade. Todo o caráter irracional das industrias advém dessa mesma privação da liberdade e exploração da natureza que impossibilita o desenvolvimento da humanidade.

2. Justificativa (tema 3): A ciência está a serviço da ideologia político-econômica e tecnológica de produção. Visando somente o lucro, a sociedade industrial padronizou o comportamento a concepção humana de vida. submetendo a razão e a liberdade.

3. Conclusão: A civilização industrial adquiriu novas formas de controle que submeteram a ciência e o senso crítico de autonomia dos sujeitos. Com a criação de necessidades repressivas os sujeitos identificam-se com as novas formas de controle como naturais a sua existência. Isto possibilitou padrões de pensamentos e comportamentos unidimensionais que tornaram linear e irracional nossos costumes e concepção de mundo.

4. Tema 1: Os novos mecanismos de controle econômico industrial e o conformismo das massas com necessidades falsas.

4.1. Justificativa (tema 1): As novas formas de manipulação industrial precondicionam nossas necessidades e interesses que tendemos a nos habituar e se identificar as mesmas; criando mais necessidades e se conformando e se envenenando com necessidades repressivas predeterminadas, visando comportamentos de alto consumo.

5. Tema 3: A submissão crítica da ciência e o pensamento e comportamento unidimensionais.

6. Subtema 1.1: A perda da autonomia de pensamento e o totalitarismo da coordenação técnico econômica.

6.1. (Trechos 2,3 e 5). Palavras-chave: Totalitarismo, autonomia, independência, manipulação.

7. Subtema 1.2: A exploração técnico-científica e a mecanização do homem pela sociedade industrial.

7.1. (Trechos 6,7 e 8). Palavras-chave: Liberdade econômica, política e intelectual, produtividade técnica.

8. Subtema 1.3: A a ausência de autoconsciência através da identificação e conformidade com as necessidades repressivas.

8.1. (Trechos 9,10 e 11) Palavras-chave: Necessidades falsas, força exterior, conformismo.

9. Subtema 2.1: A perda da liberdade pela inconsciência de servidão e a adaptação das necessidades falsas.

9.1. (Trechos 14,15 e 16). Palavras-chave: Consciência de sevidão, necessidades pré-determinadas.

10. Subtema 2.2: A falsa concepção de liberdade superimpostas e a incapacidade de reconhecimento de necessidades individuas e sociais.

10.1. (Trechos 17,18 e 19). Palavras-chave: ''Euforia na infelicidade'', necessidades socias, necessidades individuais.

11. Subtema 2.3: A personificação da razão tecnológica e sua irracionalidade destrutiva e neurótica.

11.1. (Trechos 20, 21 e 22). Palavras-chave: Caráter racional/irracional, forças históricas.

12. Subtema 3.1: A perda da ''dimensão interior'' e a reconciliação da razão crítica com a ideologia da sociedade industrial.

12.1. (Trechos 23,24 e 25). Palavras-chave: ''mimese'', Ego, introjeção,''dimensão interior''.

13. Subtema 3.2: O pensamento unidimensional, a reversão do progresso e sua barragem de conceitos oposicionistas.

13.1. (Trechos 27,35 e 36). Palavras-chave: Padrão comportamental, unidimensional, oposição, ''progresso''.

14. Subtema 3.3: A ciência e a tecnologia como formas de dominação e a eficiência da industrialização em expandir desnecessariamente novas necessidades.

14.1. (Trechos 39,40 e 41). Palavras-chave: Expansão das necessidades, a vida como um meio, a vida como um fim.

15. Tema 2: A incapacitação da liberdade e o caráter irracional da sociedade industrial.