DISSOLUÇÃO PARCIAL DE SOCIEDADE - ARTIGO 600 E SS CPC

Dissolução Parcial de Sociedade - Profa. Gabriela Nunes

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
DISSOLUÇÃO PARCIAL DE SOCIEDADE - ARTIGO 600 E SS CPC por Mind Map: DISSOLUÇÃO PARCIAL DE SOCIEDADE - ARTIGO 600 E SS CPC

1. PELO SÓCIO QUE EXERCEU O DIREITO DE RETIRADA OU RECESSO, SE NÃO TIVER SIDO PROVIDENCIADA, PELOS DEMAIS SÓCIOS, A ALTERAÇÃO CONTRATUAL CONSENSUAL FORMALIZANDO O DESLIGAMENTO, DEPOIS DE TRANSCORRIDOS 10 DIAS DO EXERCÍCIO DO DIREITO.

2. PELA SOCIEDADE, SE OS SÓCIOS SOBREVIVENTES NÃO ADMITIRES O INGRESSO DO ESPÓLIO DOS SUCESSORES DO FALECIDO NA SOCIEDADE, QUANDO ESSE DIREITO DECORRER DE CONTRATO SOCIAL.

3. ESPÓLIO DO SÓCIO FALECIDO QUANDO A TOTALIDADE DOS HERDEIROS NÃO INGRESSAR NA SOCIEDADE.

3.1. PELOS SUCESSORES, APÓS CONCLUÍDA A PARTILHA DO SÓCIO FALECIDO.

3.2. PELA SOCIEDADE, NOS CASOS EM QUE A LEI AUTORIZA A EXCLUSÃO EXTRAJUDICIAL.

3.3. A SOCIEDADE NÃO TERÁ QUE SER CITADA SE TODOS OS SEUS SÓCIOS O FOREM, MAS FICARÁ SUJEITA AOS EFEITOS DA DECISÃO E À COISA JULGADA - LEGITIMIDADE EXTRAORDINÁRIA, EM QUE OS SÓCIOS SERÃO OS SUBSTITUTOS PROCESSUAIS DA SOCIEDADE.

4. SOMENTE A RESOLUÇÃO OU A APURAÇÃO DE HAVERES.

4.1. A RESOLUÇÃO DA SOCIEDADE EM RELAÇÃO AO SÓCIO E A APURAÇÃO DE HAVERES.

5. NÃO HAVERÁ EXTINÇÃO DA SOCIEDADE, MAS TÃO SOMENTE SUA RESOLUÇÃO PARCIAL.

5.1. PROCEDIMENTO DIFERENTE DO PREVISTO NOS ARTIGOS 1028 E SS DO CC.

6. CAUSAS QUE ENSEJAM A RESOLUÇÃO PARCIAL.

6.1. MORTE DO SÓCIO - 1028 CC

6.2. RETIRADA DO SÓCIO NOS CASOS PREVISTOS EM LEI OU EM CONTRATO, ALÉM DA RETIRADA VOLUNTÁRIA - 1029 CC

6.3. EXTINÇÃO JUDICIAL DO SÓCIO MEDIANTE A MAIORIA DOS DEMAIS - 1030 CC.

6.3.1. FALTA GRAVE.

6.3.2. INCAPACIDADE FINANCEIRA.

7. FINALIDADE

8. LEGITIMIDADE

8.1. PELO SÓCIO EXCLUÍDO.

9. POLO PASSIVO

9.1. OS SÓCIOS DA SOCIEDADE

10. A CITAÇÃO DOS SÓCIOS E, EVENTUALMENTE DA SOCIEDADE, É PARA QUE ELES, NO PRAZO DE 15 DIAS, CONCORDEM COM O PEDIDO DE RESOLUÇÃO PARCIAL OU CONTESTEM.

11. CONCORDÂNCIA UNÂNIME: DECRETAÇÃO DA DISSOLUÇÃO PARCIAL DA SOCIEDADE, PASSANDO-SE À FASE DE LIQUIDAÇÃO SEM QUE HAJA CONDENAÇÃO POR HONORÁRIOS, RATEANDO-SE AS CUSTAS NA PROPORÇÃO DAS QUOTAS SOCIAIS.

12. SE HOUVER CONTESTAÇÃO: SEGUIRÁ PELO PROCEDIMENTO COMUM.