O DIREITO À CIDADE

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
O DIREITO À CIDADE por Mind Map: O DIREITO À CIDADE

1. ROBERT PARK

1.1. Construção da cidade

1.1.1. Reconstrução do homem

2. MUDANÇA DA CIDADE = MUDANÇA DO HOMEM

2.1. Poder coletivo de moldar o processo de urbanização

3. URBANIZAÇÃO

3.1. Fenômeno de classe

3.1.1. Excedente extraído de muitos

3.1.2. Controle na mão de poucos

4. CAPITALISTA

4.1. Produz e reinveste em mais-valia

4.2. Explorar terreno

4.2.1. Extração de matéria-prima

5. AS REVOLUÇÕES URBANAS

5.1. PARIS, 1848

5.1.1. Fracasso - Revolução trabalhadores

5.1.1.1. Golpe, 1851

5.1.2. Imperador Napoleão Bonaparte

5.1.2.1. Economia

5.1.2.1.1. Amplo programa de investimento

5.1.2.2. Obras Públicas

5.1.2.2.1. Georges-Eugène Haussmann

5.1.3. Haussmann

5.1.3.1. Solução para o capital excedente

5.1.3.1.1. Planos de fourietistas e saint-simonianos

5.1.3.2. Nova escala no processo urbanístico

5.1.3.2.1. + Suburbio

5.1.3.2.2. Disponibilidade de capital

5.1.3.2.3. Funcionou por 15 anos

5.1.3.3. Quebrou no ano de 1868

5.2. ESTADOS UNIDOS DA AMERICA

5.2.1. Década de 1940

5.2.1.1. Periódico Architectural Forum

5.2.1.1.1. Haussmann - citado

5.2.1.1.2. Robert Moses - escritor

5.2.1.2. Suburbanização

5.2.1.2.1. Novos produtos

5.2.1.2.2. + Divida - Gente

5.2.1.2.3. Novo panorama politico

5.2.1.3. Importância na estabilização do capitalismo global (1945)

5.2.2. Década de 1960

5.2.2.1. Haussmann e Moses

5.2.2.1.1. Inadequados e inaceitáveis

5.2.3. Henn Lefebvre

5.2.3.1. The Urban Revolution

5.2.3.1.1. Urbanização como central central para a sobrevivência do capitalismo

6. AMARRANDO O GLOBO

6.1. Urbanização para estabilizar o capital excedente

6.1.1. EUA - Habitaçao

6.1.1.1. Estabilizou parcialmente a economia

6.2. Grã-Bretanha + Espanha

6.2.1. Dinâmica capitalista mais forte

6.3. China

6.3.1. Pequenas cidades se transformou uma grande cidade

6.3.2. Economia globol hoje em dia

6.3.2.1. Epicentro processo de urbanização

7. DESPOSSESSÕES

7.1. Aspecto obscuro da absorção do excedente

7.2. Nova Iorque e Pais

7.2.1. Poder estatal

7.2.1.1. Disciplina fiscal do município

7.3. Crescimento de cidades grandes

7.3.1. Progressivo valor artificial

7.3.2. Desvalorização das construções

7.4. Seul nos anos 90

7.4.1. Construtoras e Incorporadores

7.4.1.1. Quadrilhas destroem casas

7.5. Mumbai

7.5.1. 6 milhões de pessoas

7.5.1.1. Favelas

7.5.1.1.1. Moradores ilegais

7.5.1.2. Alguns sendo deslocados das áreas pobres

7.5.1.2.1. Algumas ganham recompensação

7.5.2. Tornar centro financeiro global

7.6. China

7.6.1. Desalojamento da população pobre

7.6.1.1. Não tem direito a propriedade privada

7.6.1.2. Estado pode remove-los

7.6.2. Frequente deslocamento da população rural

7.7. Pobre

7.7.1. Situação insegura

7.7.1.1. Persuadido a comercializar recurso por preço baixo

7.8. Rico

7.8.1. Recusa a dar recursos por qualquer preço

8. FORMULAÇÃO DE DEMANDAS

8.1. Maior controle demográfico

8.1.1. Produção de excedente

8.2. Direito à cidade

8.2.1. Mãos privadas ou com interesses privados.

8.2.2. Nova Iorque

8.2.2.1. Michael Bloomberg

8.2.2.1.1. Remodelando a cidade conforme diretrizes

8.2.2.1.2. Manhattam

8.2.3. Cidade do México

8.2.3.1. Centro urbano para turistas

8.2.4. New Haven

8.2.4.1. Universidade de Yale

8.2.4.1.1. Redesenhando a estrutura urbana

8.2.4.1.2. Influenciou outras universidades dos EUA

8.2.5. Restrito

8.2.5.1. Elite política e econômica

8.2.6. Adotar como

8.2.6.1. Lema Operacional

8.2.6.2. Ideal político

9. PROPRIEDADE E PACIFICAÇÃO

9.1. Qualidade de vida

9.1.1. Mercadoria

9.1.2. Consumismo, Turismo, Cultura

9.1.2.1. Principais aspectos da economia política urbana

9.2. Desenvolvimento mundial

9.2.1. Cidades separadas em "microestados"