Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Imperalismo por Mind Map: Imperalismo

1. conceito

1.1. é a prática através da qual, nações poderosas procuram ampliar e manter controle ou influência sobre povos ou nações mais pobres.

2. Países Imperalistas

2.1. Reino Unido,Espanha,França,Bélgica,Alemanha,Portugal, Itália,Japão,Países Baixos,Rússia,Império Otomano

3. Países subjugados

3.1. África

3.1.1. Congo e Ruanda (Bélgica) Mauritânia, Senegal, Marrocos, Níger, Argélia e Marrocos (França); Togo, Gana e Camarões (Império Alemão); Somalilândia, Líbia e Eritreia (Itália); Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe (Portugal); Parte do norte africano (Espanha); Quênia, África do Sul, Tanzânia, Uganda, Serra Leoa e Nigéria (Reino Unido)

3.2. Ásia

3.2.1. Índia, Brunei e Cingapura (Reino Unido); Indonésia (Holanda); Indochina (hoje Camboja e Vietnã, pela França); parte da China e as duas atuais Coreias (Japão); parte da Mongólia e China, além da Manchúria (Império Russo); parte do Oriente Médio (Império Otomano

3.3. Oceania

3.3.1. Austrália e Nova Zelândia (Reino Unido)

4. Consequências

4.1. empobrecimento, subdesenvolvimento e perda da identidade cultural.

4.2. Ásia e África

4.2.1. Após a independência, muitos dos países africanos e asiáticos continuam sentindo os terríveis efeitos do período em que foram dominados no século XIX. Até hoje os países dos continentes explorados sofrem com a falta de recursos, são afligidos por conflitos civis e convivem dramaticamente com a miséria e com a violência. Além disso, as práticas culturais desses povos foram profundamente modificas com a presença estrangeira.

5. Justificativas

5.1. Científicas,Culturais,Religiosas

5.1.1. Os países europeus colonizavam as outras partes do mundo com a desculpa de que estava levando a os de mais povos a civilização moderna, a religião e os costumes que eles julgavam os corretos.

5.2. Econômica

5.2.1. Os países europeus esgotaram seus mercados e capacidade de crescimento, o que gerou a necessidade de conquistar novos território e mercados, além de matérias-primas. Desse modo, as potências europeias, o Japão e outras utilizaram todo o seu poder bélico para invadir e ocupar novos territórios, consolidando assim novos mercados, matérias-primas e mão de obra.

6. Resistência

6.1. Os movimentos de resistência foram organizados tanto por povos que possuíam um Estado organizado e centralizado quanto por aqueles que não possuíam. A vitória dos europeus sobre esse movimentos de resistência aconteceu em decorrência de sua vantagem tecnológica, sobretudo em relação a armas e meios de comunicação. Apesar disso, considera-se que o movimento de ocupação dos países europeus ocorreu de forma desorganizada.