Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Controladoria por Mind Map: Controladoria

1. Controladoria tem a missão de assegurar a otimização do resultado econômico da organização, tendo como objetivos principais, os seguintes: promover a eficácia da empresa, viabilizar a gestão por resultados e promover a integração das áreas de responsabilidade (gestores de produtos, processos, serviços etc.).

2. O que vem a ser Controladoria? Trata-se de área responsável pela produção e modelagem de informações gerenciais, produzidas com o objetivo de subsidiar o processo de decisão, em todo o âmbito da organização. Segundo Ponte (1999, p. 2),

3. CONTROLER

3.1. Responsável pela área de produção de informações gerenciais para subsidiar a tomada de decisão;

3.2. Analisa e acompanha o desempenho e induz os gestores ao comportamento favorável aos objetivos da organização.

4. Funções da Controladoria: a) planejar o controle das operações, incluindo o planejamento de lucros, programas de investimentos e financiamentos, previsões de vendas, orçamentos, definição de padrões e dos procedimentos de execução; b) informar e interpretar os resultados das operações das empresas, da comparação entre os planos operacionais e os padrões, a formulação da política contábil e a coordenação dos sistemas de dados e de relatórios; c) assessorar todos os segmentos da gestão na avaliação da eficácia das políticas, da estrutura e dos procedimentos da organização, para a obtenção dos seus objetivos; d) determinar as políticas e práticas tributárias; e) prover relatórios às autoridades governamentais; f) proteger ativos mediante controle interno, auditoria e cobertura de seguros; g) avaliar os efeitos das tendências econômicas e sociais e das influências governamentais nos negócios da organização.

5. PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

5.1. O Planejamento Estratégico consiste no mapeamento de todos os objetivos que uma Empresa pretende buscar, bem como da forma de como se pretende alcançá-los. Principais pilares: Determinação das metas estratificadas em: qualitativas, quantitativas e integradas; e o conjunto de decisões, objetivos e políticas a serem adotados para que tais metas sejam atingidas.

5.2. Metodologia de Elaboração: * As áreas e funções envolvidas; * As hierarquias envolvidas; * Os responsáveis pela operacionalização do plano; * Os dados internos a serem considerados; * Quais e quantos são os dados externos a serem considerados;

5.3. Etapas Elaboração:

5.4. *Determinação da Missão da Empresa;

5.5. *Analise do Ambiente;

5.6. *Estabelecimento dos Objetivos e Diretrizes Estratégicas;

5.7. *Determinação e Avaliação das Estratégias;

6. MODELO DE GESTÃO

6.1. Conjunto de princípios que vão nortear todos os gestores da organização e que são adotados como referência para o planejamento, controle e tomada de decisão.

6.2. Principais Componentes do Modelo de Gestão:

6.3. *Crenças e Valores – A forma como a entidade interage com o meio ambiente, a qualidade, a ética no relacionamento com clientes e fornecedores, o respeito aos funcionários, etc., espelham as crenças e valores nas quais seus dirigentes acreditam.

6.4. *Filosofia da Empresa – é definida em função das crenças e dos valores individuais de seus sócios e administradores. Citam os autores que: "um empresário que acredita dever conduzir seus negócios com base nas crenças indicadas estabelecerá uma filosofia para a empresa, contemplando provavelmente pagamento de salários justos a seus funcionários, treinamento constante" e "intenção de produzir sem agredir o meio ambiente" (OLIVEIRA, PEREZ JR. e SILVA, 2005, p. 138).

6.5. *Definição da Missão da Empresa – Definir a missão da empresa consiste em determinar a que ela se propõe, em função da sua filosofia.

7. CENTROS DE RESPONSABILIDADES:

7.1. São denominados centros de responsabilidades as áreas, os departamentos ou os segmentos de uma organização que possuem gestores específicos, responsáveis pelo desempenho de suas funções, para a formação do resultado da organização como um todo e para os quais são atribuídas metas orçamentárias qualitativas ou quantitativas, a serem cumpridas em determinado período, previstas no planejamento estratégico global.

7.2. Classificados em Três Tipos, que são:

7.3. *Centros de Custos;

7.4. *Centros de Resultado;

7.5. *Centros de Investimento

7.6. Mas um Centro de Custo pode vir a ser considerado um centro de resultado? Sim, dependendo do modelo de gestão adotado pela empresa, um centro de custo pode ser considerado ou tratado como um centro de resultado. Isso ocorre, por exemplo, no modelo de gestão financeira por resultado ou Gestão Econômica – GECON, modelo no qual todas as áreas da empresa são consideradas centros de resultado. Os centros de custos passam, apesar de não realizarem negócios com clientes, e por isso não possuírem receitas financeiras, a ter suas margens formadas pela remuneração gerencial que recebem por prestarem serviços para outras áreas da organização, deduzida de seus custos.