Dormência e Germinação da Semente e Estabelecimento da Plântula

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Dormência e Germinação da Semente e Estabelecimento da Plântula por Mind Map: Dormência e  Germinação da Semente  e Estabelecimento  da Plântula

1. Estrutura

1.1. envoltas por uma camada externa: capa da semente.

1.1.1. fusionada com o pericarpo

1.2. simples: eixo embrionário e um ou dois cotilédones

1.3. variação de formas e tamanhos

1.4. perisperma, endosperma e cotilédones

1.4.1. reserva de nutrientes durante a germinação

2. Dormência

2.1. bloqueio temporal intrínseco ao término da germinação

2.2. fornece: período adicional para dispersão da semente e maximiza a sobrevivência

2.3. Dormência primária

2.3.1. induzida pelo ácido abscísico (ABA) durante a maturação da semente

2.4. Dormência secundária

2.4.1. induzida em condições desfavoráveis

2.5. pode ser imposta ao embrião pelos tecidos circundantes

2.6. Hormônios

2.6.1. ácido abscísico e as giberelinas

2.7. sem a dormência da semente:

2.7.1. germinação precoce e vivípara

3. Fotomorfogênese

3.1. Desenvolvimento na presença de luz

3.2. Sua inibição por meio dos hormônios

3.2.1. as giberelinas e os brassinosteroides

3.3. A abertura do gancho e a expansão celular lateral

3.3.1. Fitocromo, auxina e etileno

4. Germinação

4.1. quantidade adequada

4.1.1. água, temperatura, oxigênio, nitrato, luz

4.2. Fase I

4.2.1. embebição

4.3. Fase II

4.3.1. as células expandem-se e a radícula emerge da semente.

4.3.1.1. Transcrição e tradução reiniciados

4.4. Fase III

4.4.1. a plântula cresce,

4.4.1.1. as reservas de nutrientes das sementes são completamente mobilizadas.

5. Liberação

5.1. Mudança no estado metabólico

5.2. Luz

5.2.1. Sinal para a quebra da dormência

5.3. Resfriamento

5.3.1. estratificação

5.4. Pós-maturação

5.5. Compostos químicos