REGULATÓRIO

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
REGULATÓRIO por Mind Map: REGULATÓRIO

1. BALANÇO

1.1. É realizado trimestralmente.

1.2. Realizado na loja toda, através de equipe dedicada para este fim.

1.3. Segue o cronograma da Controladoria.

1.4. Não corrige o estoque SNGPC.

1.5. É feita a contagem com a equipe e uma recontagem para correções de divergências, geralmente em até 48 horas.

2. INVENTÁRIO

2.1. Contagem de medicamentos controlados, geralmente realizado quando há a troca de Farmacêutico RT.

2.2. Pode ser feito em outras circunstâncias extraordinárias, como troca de sistema ou por solicitação da Vigilância Sanitária.

2.3. Corrige o estoque dos medicamentos na ANVISA (estoque SNGPC).

3. ATUAÇÃO DOS FARMACÊUTICOS

3.1. RESPONSABILIDADE TÉCNICA

3.1.1. "Solidária e Compartilhada". CRF-PR, 2019.

3.1.2. "Somos todos RTs"

3.1.3. Cada farmacêutico responde pela farmácia em seu horário, da mesma forma que o RT.

3.1.4. Os Farmacêuticos Assistentes devem comunicar ao RT qualquer problema que tenha ocorrido em sua ausência.

3.1.5. O RT é quem centraliza a responsabilidade técnica conjunta e atua mais diretamente sobre os assuntos regulatórios da farmácia.

3.2. AUTORIDADE QUE VENDE

3.2.1. Os farmacêuticos podem ser grandes aliados na rotina da farmácia, inclusive comercialmente.

3.2.2. Muitos clientes têm preferência pelo atendimento do farmacêutico e aceitam suas orientações com mais facilidade.

3.2.3. Ele pode indicar mais medicamentos que os balconistas, devendo auxiliá-los nos momentos em que o cliente precisa de maior orientação.

3.3. AUMENTO DE TICKET MÉDIO

3.3.1. SERVIÇOS FARMACÊUTICOS

3.3.2. Testes e exames rápidos

3.3.3. Vacinas

3.3.4. Indicação de MIP ou produtos que possam complementar o tratamento do cliente com maior precisão.

4. RECEITUÁRIOS

4.1. Portaria 344/98

4.1.1. Psicotrópicos (Controlados)

4.2. RDC 20/2011

4.2.1. Antibióticos - Antimicrobianos

4.3. Medicamentos Injetáveis

4.4. Medicamentos não controlados, mas que devem ser vendidos sob orientação médica.

4.5. Manipulados

4.5.1. Prescrição Médica

4.5.2. Prescrição Farmacêutica

5. SNGPC

5.1. Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados

5.2. Balancetes

5.2.1. Mensais

5.2.2. Trimestrais

5.2.3. Anuais

5.3. Inconsistências podem levar a punições como fechar o armário e proibir a venda.

6. ÓRGÃOS FISCALIZADORES

6.1. CRF

6.1.1. INGRESSO DE FARMACÊUTICOS

6.1.1.1. Quando a farmácia está regular, emitem o CRT: Certificado de Regularidade Técnica.

6.1.2. Responsáveis por fiscalizar a aplicação da atenção farmacêutica em tempo integral.

6.1.2.1. A penalidade é chamada Auto de Infração.

6.1.2.2. A multa aplicada quando a farmácia está irregular pode chegar a R$ 4 mil.

6.2. VIGILÂNCIA SANITÁRIA

6.2.1. LICENÇA ou ALVARÁ SANITÁRIO

6.2.1.1. Realizam vistoria apenas depois de a taxa para renovação - ou liberação inicial - ter sido paga.

6.2.2. A penalidade é chamada de Auto Termo.

6.2.2.1. Outras penalidades podem ser aplicadas se observadas irregularidades: multas, fechamento de armário, suspensão do alvará sanitário e até o fechamento da farmácia.

6.3. PROCON

6.3.1. Atua em conjunto com os demais órgãos para o caso de denúncias feitas por consumidores.

6.3.1.1. Aceitam denúncias de todas as áreas, que são encaminhadas para os órgãos competentes.

7. QUALIDADE

7.1. POPS

7.1.1. Procedimentos Operacionais Padrão

7.1.1.1. Lojas

7.1.1.1.1. 16 POPs no Cosmos

7.1.1.2. Administrativo

7.1.1.2.1. 700+ em processo de revisão e reestruturação

7.2. Treinamento de Farmacêuticos

7.2.1. Coleta de necessidades de conhecimento

7.2.2. Desenvolvimento de materiais informativos

7.3. Criação de materiais de suporte

7.3.1. Checklist Sanitário

7.3.2. Ajustes nos POPs de acordo com exigências das vigilâncias sanitárias locais

7.3.3. Videoaulas para responder as dúvidas mais frequentes sobre Procfit.

7.4. Atendimento às lojas

7.4.1. Vistorias para aplicação do Checklist Sanitário, para preparar a filial para vistoria da vigilância sanitária

7.4.2. Orientações sobre sistema, assuntos regulatórios e atuação farmacêutica