HISTORIA da Medicina Legal

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
HISTORIA da Medicina Legal por Mind Map: HISTORIA da Medicina Legal

1. Definição

1.1. é a interseção entre a Ciência Médica + Ciência Jurídica

1.1.1. Ciência

1.1.2. Arte

1.2. Pensadores

1.2.1. Ambroise Paré:

1.2.1.1. a definiu como a ARTE de fazer RELATORIOS em JUIZO/ na Justica (cespe)

1.2.2. Nerio Rojas

1.2.2.1. É a aplicacao dos conhecimentos médicos aos PROBLEMAS JUDICIAIS

1.2.3. Afrânio Peixoto

1.2.3.1. A aplicacao de conhecimentos científicos e MISTERES da JUSTIÇA

1.2.4. Lacassagne

1.2.4.1. A ARTE de pôr os conceitos médicos a serviço da ADMINISTRAÇÃO da JUSTIÇA

1.2.4.1.1. Lacassagne

1.2.5. Flamínio Fávero

1.2.5.1. A aplicação dos conhecimentos médico-biológicos na elaboração e execução das leis que deles CARECEM

1.2.6. Hélio Gomes

1.2.6.1. O conjunto de conhecimentos MEDICOS e PARAMÉDICOS destinados a servir ao Direito cooperando na elaboração, auxiliando na interpretação e colaborando na execução dos dispositivos legais nos seu campo de ação de medicina aplicada.

1.2.7. Genival V. de França

1.2.7.1. É a MEDICINA a SERVIÇO das ciências JURÍDICAS e SOCIAIS.

1.2.8. Tourdes

1.2.8.1. “a aplicação dos conhecimentos médicos às questões que CONCERNEM aos direitos e deveres dos homens reunidos em sociedade

1.2.9. Hoffman

1.2.9.1. “O ramo das ciências médicas que se ocupa em elucidar as questões da administração da justiça civil e criminal que podem resolver-se SOMENTE à LUZ dos conhecimentos médicos

1.2.9.1.1. Atençao

1.2.10. Buchner

1.2.10.1. É a ciência do médico aplicada aos FINS da CIENCIA do DIREITO

1.2.11. Tanner de Abreu

1.2.11.1. A aplicação dos CONHECIMENTOS MÉDICOS a serviço da Justiça e à elaboração das LEIS CORRELATAS

1.2.12. Francisco Morais Silva

1.2.12.1. Constitui-se em ciencia e arte que tem por objetivo a INVESTIGAÇAO de FATOS MÉDICOS e BIOLÓGICOS, empregando recursos atualizados disponíveis em todas as áreas do conhecimento técnico e científico.

2. Classificação da Medicina Legal

2.1. HISTÓRICA

2.1.1. Medicina Legal PERICIAL ou JUDICIARIO

2.1.1.1. Tecnica Pericial Forense

2.1.1.2. Interesse Legispericiais

2.1.1.3. Medicina Legal Judiciário

2.1.1.4. Ou Legal Administrativa

2.1.2. Medicina Legal LEGISLATIVA

2.1.2.1. Elaboração e Revisão das Leis

2.1.3. Medicina Legal DOUTRINÁRIA

2.1.3.1. Discussao elementos subsidiário

2.1.3.2. Sustentam certos instituto jurídico

2.1.3.3. Levam a conhecimento Medico Legal

2.1.4. Medicina Legal FILOSÓFICA

2.1.4.1. É MAIS RECENTE

2.1.4.2. Discute

2.1.4.2.1. ETICA

2.1.4.2.2. MORAL

2.1.4.2.3. BIOETICA

2.1.4.3. Tenta explicar

2.1.4.3.1. Agir e o pensar médico-legal

2.1.4.3.2. Ensaios Epistemológicos

2.2. PROFISSIONAL

2.2.1. Pericial

2.2.2. Criminalista

2.2.3. Antropologia Médico Legal

2.3. DOUTRINÁRIO

2.3.1. Medicina Legal Penal

2.3.2. Medicina Legal Civil

2.3.3. Medicina Legal Canônica

2.3.4. Medicina Legal Trabalhista

2.3.5. Medicina Legal Administrativa

2.3.6. Direito Processual Civil e Penal

2.4. DIDÁTICO

2.4.1. Medicina Legal GERAL

2.4.1.1. DEontologia (dEveres)

2.4.1.1.1. DEveres

2.4.1.2. DIceologia (dIreitos)

2.4.1.2.1. DIreitos

2.4.1.2.2. HONORÁRIOS

2.4.1.2.3. SIGILO (Segredo ) Médicos

2.4.2. Medicina Legal ESPECIAL

2.4.2.1. Antropologia médico-legal

2.4.2.1.1. Identidade

2.4.2.1.2. Identificação

2.4.2.1.3. Estuda

2.4.2.2. Traumatologia médico-legal

2.4.2.2.1. Energia causadora de danos (trauma)

2.4.2.2.2. Lesoes Corporais

2.4.2.2.3. Energia causadores de danos

2.4.2.3. Tanatologia médico-legal

2.4.2.4. Toxicologia médico-legal

2.4.2.5. Asfixiologia médico-legal

2.4.2.5.1. Asfixia de origem violenta

2.4.2.6. Psicologia médico-legal

2.4.2.6.1. Analisa o psiquismo normal

2.4.2.6.2. Causas que podem deformar capacidade

2.4.2.7. Psiquiatria médico-legal

2.4.2.7.1. Estuda os transtornos mentais e da conduta

2.4.2.7.2. Responsabilidade Penal

2.4.2.7.3. Capacidade Civil

2.4.2.7.4. Ponto de vista médico-forense

2.4.2.8. CriminoloGia

2.4.2.8.1. Diversos Aspectos da natureza

2.4.2.8.2. Estuda a CriminoGenese

2.4.2.9. CriminaLÍSTICA

2.4.2.9.1. Diversos indícios, materias do crime

2.4.2.9.2. Estuda a CriminoDINAMICA

2.4.2.10. Infortunísta

2.4.2.10.1. Estuda os acidentes e as doenças do trabalho

2.4.2.10.2. Dç profissionais nao só pericial, mas tb relacionado higiene e insalubridade

2.4.2.11. Medicina Legal Desportiva

2.4.2.11.1. Importancia economica, social e cultural

2.4.2.11.2. Ênfase no sigilo profissional

2.4.2.11.3. Dopings consentidos ou tolerados

2.4.2.11.4. Quantificação do dano com repercussão no rendimento esportivo

2.4.2.12. Genética médico legal

2.4.2.12.1. Vinculo Genético da Paterniade e Maternidade

2.4.2.12.2. Herança

2.4.2.13. Vitimologia

2.4.2.13.1. Vitima: Elemento inseparável na eclosao e justificativa dos delitos

3. HISTORIA Medicina Legal

3.1. ano 44 A.C

3.1.1. primeira citação do exame médico de uma vítima de homicídio refere-se à morte de Júlio César

3.2. na data XVIII a.C

3.2.1. Código de Hamurabi

3.2.1.1. O Código Penal mais antigo que se conhece é o Código de Hamurabi, da Babilônia

3.3. Código de Manu

3.3.1. Na India de 1300 a 800 a.C

3.4. Só a partir da Idade Média que poderemos estabelecer uma abordagem cronológica da medicina legal, que podemos estender até os seus primeiros passos no Brasil

3.5. 1209

3.5.1. O papa Inocêncio III decreta que os médicos deveriam visitar os feridos que estivessem a disposição dos tribunais

3.6. 1521

3.6.1. Morto sob suspeita de envenenamento, o papa Leão XIII teve o corpo submetido a uma necropsia

3.7. 1532

3.7.1. Código Criminal Carolino (Legislaçao Carolina)

3.7.1.1. É PRIMEIRO documento que passou a EXiGIr a presença de peritos médicos nos exames de delitos

3.8. 1575

3.8.1. Ambroise Pare

3.9. 1814

3.9.1. 1ª publicação do Brasil sobre Medicina Legal

3.9.1.1. aqui comeca a medicina LEGAL no BRASIL

3.10. 1832

3.10.1. Foi CRIADA PERICIA profissional no BRASIL, tendo em vista que foram criadas regras para os exames de corpo de delito

3.10.2. As faculdades de medicina do Rio de Janeiro e da Bahia institu em a cadeira de medicina legal

3.11. 1835

3.11.1. 1ª necropsia médico-legal publicada noBrasil

3.12. 1839

3.12.1. É uma das primeiras teses de medicina Legal no Brasil

3.13. 1846/47

3.13.1. publica Reflexões Sobre Um Caso Julgado de Ferimento Mortal;

3.14. 1867

3.14.1. A Loucura Instantânea ou Transitória

3.15. 1887

3.15.1. Agostinho JosÈ de Souza Lima assume a cátedra de medicina legal na Faculdade Nacional de Medicina

3.16. 1910

3.16.1. Afranio Peixoto publica Elemento de Medicina Legal

3.17. 1938

3.17.1. É lançado o Tratado de Medicina Legal de Flamínio FÁvero

3.18. 1942

3.18.1. Hélio Gomes publica o livro Medicina Legal

3.19. Na década de 80 do século XX

4. Historia Medicina Legal no Brasil

4.1. No Brasil a influência da Medicina Legal FRANCESA foi decisiva

4.2. Raymundo Nina Rodrigues na Bahia (conhecido como lombroso dos trópicos)

4.2.1. Realizou a nacionalização da medicina legal brasileira e a sua estruturação

4.2.2. da criação, por ele, de uma escola brasileira de medicina legal, na Bahia, fato que NACIONALIZOU a ESPECIALIDADE.

4.3. Oscar Freire de Carvalho

4.3.1. divide em três fases a Medicina Legal brasileira:

4.3.1.1. Estrangeira

4.3.1.1.1. 1814 até 1877

4.3.1.2. De Transição

4.3.1.3. A nacionalização

4.4. No RIo de Janeiro

4.4.1. Conselheiro José Martins da Cruz Jobim

4.4.2. Agostinho José de Souza Lima