IMUNOSSENECÊNCIA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
IMUNOSSENECÊNCIA por Mind Map: IMUNOSSENECÊNCIA

1. IMUNIZAÇÃO DO IDOSO

1.1. VACINAS

1.1.1. TÉTANO

1.1.2. INFLUENZA

1.1.3. PERTUSSIS (COQUELUCHE)

1.1.4. DIFTERIA

1.1.5. HEPATITE B

1.1.6. Febre Amarela

1.1.7. PÓS

1.1.7.1. Qualidade de vida;

1.1.7.2. Aumento da expectativa de vida;

1.1.7.3. Redução do risco de quadros infecciosos graves;

1.1.7.4. Preveni a descompensação de doenças crônicas.

1.1.8. CONTRAS

1.1.8.1. Reações alérgicas aos componentes da vacina;

1.1.8.2. Utilização do vírus atenuado em alguns casos: Caxumba, Febre Amarela, Samrampo, Varicela.

2. Declínio funcional em todos os sistemas biológicos ao longo da vida.

2.1. SISTEMA IMUNE

2.1.1. INATA

2.1.1.1. Reduz o potencial microbicida,capacidade quimiotáxica. Além de afetar a interação com o sistema da imunidade adquirida.

2.1.1.1.1. Aumento dos monócitos e macrófagos, porém a diferenciação é reduzida.

2.1.1.2. Célula dendrítica

2.1.1.2.1. Diminui o estímulo do linfócito T

2.1.2. ADPATATIVA

2.1.2.1. Célula NK

2.1.2.1.1. Ocorre aumento das NK, porém de menor competência na produção das citocinas.

2.1.2.1.2. Potencializa a resposta adaptativa.

2.1.2.2. Célula T

2.1.2.2.1. Involução timica leva a alterações na célula T e aumenta a chances de fenômenos autoimunes.

2.1.2.3. Célula B

2.1.2.3.1. Diminuição das células maduras que deixam a médula óssea.

2.1.2.3.2. Embora a produção de anticorpos seja basicamente a mesma em uma resposta ao antígeno, ocorrerá uma menor capacidade de aderência.

2.1.2.3.3. Pelos linfócitos B serem de baixa afinidade nos idosos vai acarretar uma baixa eficacia na vacinação.

2.2. NEUROENDÓCRINO

2.2.1. Modulado por padrões hormonais

2.2.1.1. Extresse físico e pisicologico gera uma resposta parecida que inflencia no sistema imune.