FORMAS FARMACÊUTICAS LÍQUIDAS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
FORMAS FARMACÊUTICAS LÍQUIDAS por Mind Map: FORMAS FARMACÊUTICAS LÍQUIDAS

1. SOLUÇÕES:

1.1. É a forma farmacêutica líquida; límpida e homogênea, que contém um ou mais princípios ativos dissolvidos em um solvente adequado ou numa mistura de solventes miscíveis.

1.2. VANTAGENS: Facilidade de ingestão; Melhor absorção; Menor irritabilidade no TGI.

1.3. DESVANTAGENS: Facilidade de contaminação; Dificuldade em mascar, sabor e odor desagradável.

2. SUSPENSÕES:

2.1. As suspensões são preparações em que as substâncias químicas não estão totalmente dissolvidas no meio líquido. Geralmente têm baixa capacidade de dissolução, por isso depositam-se no fundo do recipiente.

2.2. VANTAGENS: Melhoram a estabilidade dos fármacos; instáveis em soluções; Mascara o sabor e odor desagradável dos fármacos; Permite a administração de altas doses.

2.3. DESVANTAGENS: Sistema instável; Floculação, sedimentação.

3. EMULSÕES:

3.1. É uma solução que contém pequenas partículas de um líquido dispersas em outro líquido. Geralmente, as emulsões envolvem a dispersão de água em óleo. É necessário agitar antes de administrar.

3.1.1. VANTAGENS: Utilização de substâncias imicíveis; Uso interno ou externo.

3.1.2. DESVANTAGENS: Sistema instável; Tendência a separação.

4. USO ORAL:

4.1. XAROPE: São preparações farmacêuticas aquosas e límpidas que contêm um açúcar, como a sacarose em concentrações próxima da saturação, formando uma solução hipertônica;

4.1.1. VANTAGENS: Possibilidade de correção de sabor; Boa conservação.

4.1.2. DESVANTAGENS: Restrição de uso em diabéticos .

4.2. ELIXIRES: São preparações líquidas contendo álcool, açúcar, glicerol ou propilenoglicol. Normalmente, apresenta como característica, o sabor do álcool. São menos viscosos e, devido à presença de certa quantidade de álcool, são menos utilizadas atualmente.

4.2.1. VANTAGENS: Adequado para fármacos insolúveis em água, mas solúveis em misturas.

4.2.2. DESVANTAGENS: Menos doce e menos viscoso que os xaropes; Menos efetivo no mascaramento do sabor; Alta graduação alcoólica varia de 15 a 50%.

5. USO INTERNO:

5.1. SOLUÇÕES INJETÁVEIS: As soluções injetáveis são destinadas a ser administradas pela via parenteral; São utilizadas quando se quer uma resposta rápida, quando a substância ativa é inativada por outra via de administração ou quando o medicamento causa repugnância ao paciente; Sua utilização requer cuidados de higiene e assepsia rigorosa.

6. USO EXTERNO:

6.1. SOLUÇÕES OFTALMOLÓGICAS: Formas farmacêuticas líquidas isotônica com pH de 7,4 e estéreis; Acondicionados em frasco conta-gotas; Volume de 1 gota é suficiente para cobrir o olho; Produção de lágrimas dificulta a absorção do princípio ativo.

6.2. SOLUÇÕES OTOLÓGICAS: Formas farmacêuticas líquidas isotônica com pH de 5 a 7,8 e viscosas; Acondicionados em frasco conta-gotas; Administração no ouvido externo.

6.3. SOLUÇÕES NASAIS: Forma farmacêutica líquida, isotônica, destinadas à administração nasal de fármacos para ação local ou sistêmica; As soluções nasais são destinadas ao tratamento de doenças do nariz ou das vias respiratórias.