Armand Vallin Feigenbaum

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Armand Vallin Feigenbaum por Mind Map: Armand Vallin Feigenbaum

1. Quem foi?

1.1. 1922- Nasceu nos Estados Unidos, na cidade de Nova York

1.2. 1951- Conclui o doutorado em Ciências pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT).

1.3. 1958- Foi nomeado diretor mundial de produção da General Eletric (onde trabalhou por 31 anos)

1.4. 1961- Se tornou presidente da Academia Internacional de Qualidade (IAQ) e da Sociedade Americana de Qualidade (ASQ)

1.5. 1961- Fundou a General Systems

1.6. 1968- Lançou o livro Total Quality Control, que lhe conferiu notoriedade mundial.

1.7. 2008- Recebeu uma das maiores honras passíveis de serem entregues a cidadãos americanos, a Medalha Nacional de Tecnologia e Inovação

1.8. 2014- Faleceu, aos 92 anos

2. Conceito de Qualidade

2.1. Feigenbaum define qualidade como um conjunto de características do produto ou serviço em uso, as quais satisfazem as expectativas do cliente

2.2. “A qualidade é o que o usuário, o cliente, diz que é”.

3. Controle de Qualidade Total

3.1. “Um sistema eficaz para integrar os esforços de desenvolvimento, manutenção e de melhoria da qualidade dos vários grupos em uma organização, de modo a permitir produtos e serviços com níveis mais econômicos que permitam a plena satisfação do cliente”

3.2. Feigenbaum propôs uma integração perfeita entre todos os setores da empresa, com o objetivo de entregar valor ao ciente.

4. Custos da Qualidade

4.1. Custo da prevenção (da má qualdade)

4.2. Custo da avaliação (Identificar defeitos)

4.3. Falhas Internas (Antes do produto chegar ao cliente)

4.4. Falhas Externas (Após o produto chegar ao cliente)

5. 4 Pecados mortais da Qualidade

5.1. Interesse inicial pela qualidade levado de maneira oportunista

5.2. Racionalização de desejo

5.3. Negligenciar a concorrência

5.4. Confinamento da qualidade somente na fábrica.

6. “Fábrica Oculta”

6.1. A não utilização de métodos que evitem o retrabalho e o desperdício de materiais reduz drasticamente o potencial de produção.

6.2. Seus estudos apontaram que algumas fábricas chegavam a perder 40% do potencial de produção, como se houvesse uma verdadeira “fábrica oculta” dentro das organizações destinada apenas a perder dinheiro.

7. Os nove fatores que afetam a qualidade - 9M

7.1. 1. Money: margens de lucro estreitas e investimentos

7.2. 2. Management: qualidade do produto e assistência técnica

7.3. 3. Man: especialização e engenharia de sistemas

7.4. 4. Markets: competição e velocidade de mudança

7.5. 5. Motivation: educação e conscientização para a qualidade

7.6. 6. Materials: diversidade e necessidade de exames complexos

7.7. 7. Machines: complexidade e dependência da qualidade dos materiais

7.8. 8. Métodos (Methods) - melhores informações para tomada de decisão

7.9. 9. Montagens do produto - requisitos (mounting product requirements) - fatores que devem ser considerados - poeira, vibração, etc.