Software Flexibility

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Software Flexibility por Mind Map: Software Flexibility

1. Personalidades presentes

1.1. Ross

1.1.1. 1929 - 2007

1.1.2. Originou o termo CAD

1.1.3. Criou as APTs (Automatically Programmed Tools)

1.2. Warshall

1.2.1. 1935 - 2006

1.2.2. Focou na pesquisa das Linguagens de Programação (design das linguagens e design dos compiladores)

1.3. Strachey

1.3.1. 1916 - 1975

1.3.2. Considerado um dos pais da semântica denotacional

1.3.3. Também atuou na área de pesquisa do design das linguagens de programação

2. Portabilidade

2.1. neizão viadao pega na minha...

2.1.1. Bla bla bla

2.1.2. Bla bla bla

2.2. 4.2.2 Tópico

2.2.1. Bla bla bla

2.2.2. Bla Bla Bla

2.3. Puxa pra lá essa merda

2.4. Nunca tive uma professora tão boa como ela

2.5. Eu também não, meu pau na sua mão

2.6. 8===D

3. Adaptabilidade

3.1. Definição de Warshall: se refere à capacidade de um software funcionar em dois ambientes (ou máquinas) completamente dissimilares

3.1.1. Exemplo do Armazenamento Secundário distinto

3.1.1.1. Fitas versus Outros Tipos

3.1.2. Solução possível: software intermediário

3.1.2.1. Solução usada atualmente por empresas como ABInBev

3.1.3. Exemplo do FORTRAN

3.1.3.1. Solução: "compilador intermediário"

3.2. Definição de Bauer: adaptabilidade significa a modificação de programas para relacioná-los com usuários específicos

3.2.1. Problema da SABRE

3.2.1.1. Solução possível: aumentar a capacidade de hardware

4. Eficiência da portabilidade na prática

4.1. Brown: Mudança radical de hardware pode tornar algoritmos obsoletos

4.1.1. Exemplo da adoção de multi-processamento paralelo de alto-nível

4.1.1.1. Com algoritmos obsoletos, o novo hardware se torna ineficiente

4.2. Feldman: Problema da complexidade dos compiladores

4.2.1. Adicionar funcionalidades eficientes à uma linguagem requer mudanças complexas em seus compiladores

4.2.1.1. Soluções

4.2.1.1.1. Compiladores facilmente modificáveis

4.2.1.1.2. Compiladores extensíveis

5. Transferência de conhecimento

5.1. Ross: Problema da complexidade dos sistemas

5.1.1. Sistemas complexos não são facilmente portáveis

5.1.1.1. Brown: Buscar soluções deste problema através documentações e softwares de suporte à sistemas

5.2. Buxton: Dilema da portabilidade Usuários x Designers

5.2.1. Usuários buscam portabilidade de software

5.2.2. Muitos grandes produtores de software não prezam pela portabilidade, visando criar nichos de clientes e isolá-los dos competidores

5.2.2.1. Designers de softwares comerciais consumidos pelo usuário médio, então, desenharão sistemas não-portáveis

5.2.2.2. Podem se interessar por portabilidade, mas tendo exclusivamente como alvo as máquinas do produtor

5.2.2.2.1. Apple, Microsoft, IBM

5.2.3. Softwares com portabilidade são criados em sua maioria em ambientes acadêmicos por designers que também são usuários

5.2.3.1. Pouco aplicado comecialmente