ECONOMIA APLICADA AO DIREITO

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
ECONOMIA APLICADA AO DIREITO por Mind Map: ECONOMIA APLICADA AO DIREITO

1. ECONOMIA E SOCIEDADE

1.1. ECONOMIA É UMA CONSTRUÇÃO SOCIAL

2. Socialismo

2.1. concentração da propriedade (e meios de produção) nas mãos do Estado (ditadura do proletariado)

3. ECONOMIA

3.1. MUNDO ECONÔMICO

4. ECONOMIA E DIREITO

4.1. - Relações entre ordens econômicas e ordens jurídicas ( Realidade como REDE )

5. CAPITALISMOS LIBERAL

5.1. Governo tem somente papel político e se abstém de ação econômica

6. CAPITALISMO INTERVENCIONISTA

6.1. Estado tem ação direta na dinâmica do sistema através de políticas macroeconômicas discricionárias

7. Comunismo

7.1. abolição do estado e da propriedade privada (propriedade comum coletiva)

8. PAPEL DO GOVERNO E FUNÇÕES ECONÔMICAS DO ESTADO

8.1. Função do Mercado (Forças de Demanda e Oferta ou Mecanismo de Preços) ÚNICA VERDADE CIENTÍFICA COMPROVADA (TEOREMA MATEMÁTICO) O mecanismo de mercado – a ação da demanda e da oferta – é o mais perfeito expediente (instituição) para a alocação eficiente de recursos econômicos.

8.1.1. PAPEL DO GOVERNO ou “função não econômica do Estado” constitui-se em

8.1.2. estabelecer as regras do jogo decretando as leis e garantindo o cumprimento dos

8.1.3. contratos e dos direitos de propriedade. Em outras palavras, o governo deve promover

8.1.4. o contexto, o arcabouço institucional, no qual funciona o mercado.

9. ECONOMIA E SOCIEDADE

9.1. O Homem, como qualquer ser vivo sente necessidades. A necessidade é o resultado de um estado interno que faz certos resultados parecerem atraentes. “NECESSIDADES” segundo Abraham Maslow:

9.1.1. FISIOLÓGICAS Fome, sede, abrigo, sexo e outras do corpo. SEGURANÇA Segurança e proteção contra mal físico ou emocional Em função destas necessidades (para aumentar a produtividade e otimizar a satisfação mas também por ser um ente gregário por natureza, o homem associa-se as demais. Porém, da companhia com os demais, surgem novas necessidades, necessidades sociais. Finalmente, para organizar e garantir o atingimento deste objetivo último que é a satisfação destas múltiplas necessidades, existe a Lei. SOCIAIS Afeto, inter-relacionamento, aceitação e amizade; ESTIMA Fatores Internos: amor-próprio, autonomia e realização Fatores Externos: reconhecimento, status e atenção. AUTO-REALIZAÇÃO (Tornar-se o que se sente capaz de tornar-se) crescimento, atingimento do potencial, auto-realização.

10. SISTEMA ECONOMICO

10.1. ESTOQUE DE RECURSOS

10.1.1. HUMANOS X PATRIMONIAIS

11. - ECONOMIA E DIREITO

11.1. ORDENS JURÍDICA E ECONÔMICA Para satisfazer as necessidades do homem em sociedade, é acionado o Sistema Econômico e decidida a forma de resolver o Problema Econômico Fundamental e seus parâmetros (formas e, por conseguinte, funções do Estado)

11.1.1. Sistema Econômico: “(...) é um conjunto coerente de instituições jurídicas e sociais, em cujo seio entram em ação, a fim de assegurar a realização do equilíbrio econômico, certos meios técnicos, organizados em função de determinados móveis dominantes”

12. AS FUNÇÕES ECONÔMICAS DO ESTADO (NO INTERVENCIONISMO)

12.1. 1 - PROMOÇÃO DA EFICIÊNCIA ECONÔMICA

12.2. (Concorrência Imperfeita e Externalidades)

12.3. 2 - PROMOÇÃO DA EQUIDADE SOCIAL E ECONÔMICA

12.4. Mesmo que o Mercado funcionasse perfeitamente quanto à alocação de recursos e à

12.5. formação de preços, poderia não levar à uma repartição socialmente justa da renda. O

12.6. Mercado não se regula pelas necessidades mas pela alocação recursos monetários via

12.7. sistema de preços.

12.8. 3 - ESTÍMULO AO CRESCIMENTO E À ESTABILIDADE:

12.9. Políticas Monetária e Fiscal para influenciar níveis de produto, de emprego e de

12.10. Inflação.