Jorge Amado (1912-2001)

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Jorge Amado (1912-2001) por Mind Map: Jorge Amado (1912-2001)

1. CARACTERÍSTICAS

1.1. Foi um escritor brasileiro, um dos maiores representantes da ficção regionalista que marcou o Segundo Tempo Modernista.

1.2. Aos 12 anos fugiu do internato e foi para Itaporanga, em Sergipe, onde morava seu avô, e sem desejar voltar para a escola, Jorge foi plantar cacau.

1.2.1. Depois de seis meses no meio do povo, tomou conhecimento da luta entre fazendeiros e exportadores de cacau, que iria marcar fortemente sua obra de romancista.

1.3. Ligou-se à "Academia dos Rebeldes", um grupo de jovens, que tinha como objetivo a renovação literária.

1.4. Frequentador de candomblés desde muito cedo, Jorge Amado tornou-se amigo de pais-de-santo, perseguidos pela polícia. Em seus livros Jubiabá e Tenda dos Milagres, esses fatos são relatados.

1.5. Em 1932, publicou seu primeiro romance O País do Carnaval;

1.6. Em 1933 lança seu segundo livro Cacau, que teve vários exemplares apreendidos.

1.7. Em 1936, Jorge foi preso, por pertencer à Aliança Libertadora Nacional, junto com outros intelectuais;

1.8. Em 1937 publica Capitães de Areia, que retrata a vida de menores delinquentes da Bahia. A obra é apreendida pela censura do Estado Novo, e ele é novamente preso;

1.9. Em 1945, e ligado ao Partido Comunista, Jorge Amado foi eleito deputado federal por São Paulo. Em 1948 tem seu mandato cassado e vai residir em Paris.

1.9.1. Em 1950 muda-se para a Tchecoslováquia, onde escreve O Mundo da Paz. Em 1951 recebe, em Moscou, pelo conjunto de sua obra, o Prêmio Internacional Stalin.

1.9.2. Em 1956 retorna ao Brasil. Em 1958 escreve o livro mais famoso de sua obra: Gabriela, Cravo e Canela.

2. CARACTERÍSTICA DA OBRA

2.1. Sua obra apresenta forte preocupação político-social, que denuncia, em um tom seco, lírico e participante, a miséria e a opressão do trabalhador rural e das classes populares, como é o caso de País do Carnaval e Capitães de Areia.

3. ALGUMAS OBRAS DE JORGE AMADO

3.1. Cacau, 1933;

3.2. Capitães de Areia, 1937;

3.3. São Jorge dos Ilhéus, 1944;

3.4. Gabriela Cravo e Canela, 1958;

3.5. Tenda dos Milagres, 1969;

3.6. Tieta do Agreste, 1977.

4. ACADEMIA DE LETRAS

4.1. Em 1961, Jorge Amado candidata-se à Academia Brasileira de Letras. É eleito por unanimidade, onde ocupou a cadeira n.º 23. Nesse mesmo ano, publica Os Velhos Marinheiros.

4.2. Jorge Amado também fez parte da Academia de Ciências e Letras da República Democrática da Alemanha; da Academia das Ciências de Lisboa; da Academia Paulista de Letras; e membro especial da Academia de Letras da Bahia.