Partilha e conquista da Ásia: China

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Partilha e conquista da Ásia: China por Mind Map: Partilha e conquista da Ásia: China

1. Sofreu varias investidas do imperialismo ocidental, mas resistiu ao controle direto dos estrangeiros.

1.1. Potências ocidentais conseguiram instalar postos comerciais, porém não dominaram todo o país.

2. No início do século XIX, as nações europeias só tinham autorização do governo chinês para fazer comércio através do porto de Cantão. O governo chinês também proibia os europeus de comercializarem seus produtos diretamente com os consumidores chineses.

2.1. Os ingleses queriam vender seus produtos, como não conseguiam ampliar o comércio de mercadorias com os chineses, passaram a vender ópio, de forma ilegal, para a população da China como forma de ampliar os lucros.

2.1.1. Mesmo com os protestos do governo chinês, os ingleses continuaram a vender ópio na China. Em 1839, como forma de protesto, o governo chinês ordenou a destruição de um carregamento de ópio inglês. O governo britânico considerou o ataque uma grande afronta aos seus interesses comerciais e ordenou a invasão armada à China, dando início a Primeira Guerra do Ópio.

2.1.1.1. Os britânicos invadiram e dominaram a China. A guerra terminou com a derrota chinesa em 1842.

3. Após a guerra, a Inglaterra impôs o Tratado de Nanquim aos chineses, com as seguintes obrigações:

3.1. A China teve que abrir cinco portos ao livre comércio;

3.1.1. Os ingleses passaram a ter privilégios no comércio com a China;

3.1.1.1. A China teve que pagar indenização de guerra à Inglaterra;

3.1.1.1.1. A ilha de Hong Kong passou a ser possessão britânica.