Teorias Psicanalíticas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Teorias Psicanalíticas por Mind Map: Teorias Psicanalíticas

1. A histeria também afetava homens

2. Suas ideias influenciaram Freud

3. Etapas Evolutivas do Pensamento Freudiano

3.1. 1. Teoria do Trauma

3.1.1. Conflitos sexuais

3.1.2. Causa básica de todas as neuroses

3.1.3. Libido reprimida

3.1.4. Complexo de Édipo

3.1.5. Fantasias sexuais

3.1.5.1. Não haviam realmente ocorrido

3.2. 2. Teoria Topográfica

3.2.1. Fantasias inconscientes

3.2.2. Desejos sexuais reprimidos

3.2.3. Divisão da Mente:

3.2.3.1. Inconsciente

3.2.3.2. Pré-Consciente

3.2.3.3. Consciente

3.2.4. Objetivo

3.2.4.1. Tornar consciente o que estiver no inconsciente

3.3. 3. Teoria Estrutural

3.3.1. Id

3.3.1.1. fonte das pulsões

3.3.2. Ego

3.3.2.1. busca o equilíbrio

3.3.3. Superego

3.3.3.1. representante da moral e da cultura

3.4. 4. Conceituações sobre Narcisismo

3.4.1. ego inflado

3.4.2. indiferença

3.4.3. grandiosidade

3.4.4. "Onde houver Narciso, Édipo deve estar"

3.5. 5. Dissociação do Ego (Mente)

3.5.1. Não exclusivo das neuroses e psicoses

3.5.2. A dissociação não ocorria apenas nas três estruturas (id, ego, superego) mas também dentro do próprio ego

3.5.3. Possibilitou a compreensão do funcionamento das estruturas perversas

3.5.3.1. Parte psicótica da personalidade

3.5.3.2. Parte não psicótica da personalidade

4. Do Método Hipnótico Ao Método Psicanalítico

4.1. A descoberta teórica dos conceitos de resistência, defesa e conversão exigem uma mudança de técnica

4.2. O objetivo deixa de ser a ab-reação e passa a se tornar consciente as ideias patogênicas

4.3. Análise das resistências (defesas) através do método das associações livres

5. Freud

5.1. Após o rompimento com Breuer, Freud prossegue sozinho

5.2. Abandona a hipnose

5.3. Neurose = Modalidade de defesa contra o trauma

5.4. Elisabeth Von R.

5.4.1. Associação Livre

6. Breuer

6.1. Breuer desenvolveu o método catártico

6.1.1. Breuer discorda sobre a teoria da sexualidade infantil de Freud

6.2. Ele apresenta a hipnose a Freud

6.2.1. Breuer e Freud publicam juntos o livro "Estudos Sobre a Histeria"

6.3. Caso Anna O.

6.3.1. Ab-reação e descarga de afeto (talking cure)

6.3.1.1. Paciente de Breuer

6.4. Breuer se afasta da nova ciência

7. Jean Martin Charcot (1825-1893)

7.1. A histeria não era uma simulação

7.2. Histeria = Doença Funcional

7.2.1. Conjunto de sintomas bem definidos

8. Sigmund Freud

8.1. Nascido em 6 de maio de 1856, Freiberg, Morávia, atual República Tcheca

8.2. Médico Neurologista

8.2.1. Se interessava pela histeria

8.3. 1885-1886

8.3.1. Freud vai a Salpêtrière, em Paris, para estudar com Charcot

9. Antiguidade

9.1. xamãs

9.1.1. possessões

9.1.1.1. curavam demonizações

10. Meados do Século XVIII

10.1. Anton Mesmer (1734-1815)

10.1.1. Mesmerismo

10.1.1.1. Baseado no magnetismo

10.1.1.1.1. possuía propriedades terapêuticas

10.1.1.2. passa a usar as mãos

10.1.1.2.1. sugestão

10.1.1.3. Principio da Hipnose

10.2. Philippe Pinel (1745-1826)

10.2.1. Destacava dos cuidados a pacientes que sofriam de perturbações mentais

10.2.1.1. Não concordava com a forma violenta que os pacientes eram tratados

11. Trauma e Ab-reação

11.1. 1 - Hipnose

11.1.1. Sugestão

11.2. 2 - Regressão ou Retorno ao passado

11.3. 3 - Recordação do Evento Traumático

11.4. 4 - Ab-reação: Descarga de afeto reprimido ligado ao trauma

11.4.1. Através da fala

11.4.1.1. Alívio temporário

12. Defesa

12.1. Abandono da Hipnose: tentativa de recordar voluntariamente o fato traumático cousador da neurose

12.2. Dificuldade de Recordar

12.2.1. Resistência

12.3. Qual a natureza dessas fantasias inacessíveis a consciência ?

12.3.1. Fantasias inconscientes, aflitivas, vergonhosas, autocensuráveis, dolorosas

12.4. Defesa: manter as ideias conflitivas da consciência

12.4.1. Preservar o indivíduo

12.5. A resistência a recordação era um sinal externo dessa defesa

12.6. Conversão: mecanismo que transformava o afeto ligado a estas ideias conflitivas em sintomas somáticos